Videocasts Café Brasil
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 061 – Flavio Azm
LíderCast 061 – Flavio Azm
Hoje recebemos Flavio Azm que é cineasta, mas é muito ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Diferentes olhares
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Diferentes olhares Metade cheia e metade vazia do copo “Nós tivemos uma economia no ano passado caindo, e no ano anterior também, uma queda que se acentuou um pouco mais do que se estava ...

Ver mais

Não contrate um comunista
Raiam Santos
Só com esse título, já deve ter gente se coçando para buscar meu CPF e tentar me processar por incitação ao ódio e preconceito. Calma, meus amigos! Sou o tipo do cara que odeia discutir política, ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07

Videocast Nakata T02 07

Ciça Camargo -

REFLETINDO SOBRE GENTE NUTRITIVA

Se a sua rotina envolve receber e visitar clientes, você já deve ter dedicado um bom tempo imaginando como fazer a diferença no dia a dia deles. Como resolver o problema deles. E como você, seus concorrentes também estão preocupados e, provavelmente, oferecendo o mesmo padrão de serviço, preço e qualidade que você oferece.

Você só ganha a parada sendo gente nutritiva.

Você conhece muita gente assim, e talvez nem perceba. Se você é homem, pergunte para sua namorada, noiva, esposa ou irmã. Se é mulher, responda:

– Por que você vai naquela cabeleireira e não na outra, que é mais exuberante, melhor instalada, com mais gente?

Provavelmente a maioria das respostas não terá a ver com a capacidade técnica da cabeleireira de prestar um bom serviço. De fazer uma boa unha. Isso é o mínimo que se espera. Provavelmente a resposta terá a ver com a forma como a cabeleireira trata seus clientes. Será que você a escolhe por ela ser uma pessoa nutritiva?

Quer saber se você é uma pessoa nutritiva? Então faça um exercício comigo!

Gente nutritiva

Imagine que você está em uma sala, uma sala qualquer, e que um conhecido chega até você. É uma pessoa que você adora e os 15 minutos que ela fica ali com você, são incríveis!

Você conhece alguém assim? Pense nessa pessoa.

Agora, repita o exercício, mas imagine que quem vem até você não é uma pessoa da qual você gosta. Pelo contrário. Aí, os 15 minutos parecem eternos e você não vê a hora dela ir embora, certo?

Conhece gente assim? Pense nela.

Agora tente visualizar essas duas pessoas, uma ao lado da outra, e me responda:

Qual é a diferença entre elas?

Eu vou ajudar você com a resposta. Repita as frases abaixo, mas com uma pequena mudança. Pronuncie a frase em voz alta, mas onde você lê a palavra tempo, substitua pela palavra vida.

  • Estou fazendo um passatempo.
  • Me dá um minuto do seu tempo?
  • Não tenho tempo.

Viu como fica pesado quando você substitui “tempo” por “vida”?

Aquela pessoa que ficou com você aqueles 15 minutos insuportáveis, não roubou só 15 minutos de seu tempo. Roubou 15 minutos da sua vida.

Já a outra pessoa que transformou aqueles 15 minutos em momentos de prazer, felicidade, emoção ou diversão, enriqueceu 15 minutos de sua vida. Foi nutritiva.

Você é uma pessoa nutritiva?

Voltemos àquela mesma sala, mesmo local. A porta se abre e desta vez que entra é você. O que é que a pessoa que está na sala vê entrar? Alguém nutritivo ou um… pocotó?

O que é que você fará com os 15 minutos de vida que aquela pessoa deu a você?

Faça com que valham a pena!

As pessoas costumam se agrupar em torno de gente que é

  • Divertida;
  • Informativa;
  • Confiável;

Ninguém gosta de pessoas emburradas, mal humoradas, desinformadas, pouco confiáveis e desarticuladas, não é mesmo? Então você já tem uma pista de como agir.

Conhecimento técnico, computadores, paredes pintadas, chão limpo, roupa limpa, cabelo penteado, e bom papo todo mundo pode ter. Mas isso não fará ninguém nutritivo.

Ser nutritivo tem mais a ver com o que você é do que com o que você tem. Aposto que você conhece pessoas com baixa instrução, sem dinheiro no banco, sem fama nem poder, mas que são absolutamente nutritivas, não conhece? Pois é. Educação formal, dinheiro no banco, fama e fortuna não são pré-requisitos para ser nutritivo. Gente nutritiva tem atitude na direção de valorizar o tempo das pessoas. E isso não dá para comprar com dinheiro.

Mantenha isso em mente da próxima vez que um cliente chegar até você. Ao recebê-lo, você estará sendo divertido? Informativo? Confiável? Articulado?

Se não, você tem um problema.

Lembre-se sempre que tempo é vida. Valorize a vida que os outros dão a você.