Videocasts Café Brasil
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

635 – De onde surgiu Bolsonaro?
635 – De onde surgiu Bolsonaro?
O pau tá quebrando, a eleição ainda indefinida e nunca ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

LíderCast 128 – Leide Jacob
LíderCast 128 – Leide Jacob
Empreendedora cultural e agora cineasta, que ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Como reduzir as Fakenews?
Carlos Nepomuceno
Ontem, a ministra Rosa Weber lançou este desafio. Vejamos o que podemos contribuir para este debate. O primeiro passo é compreender o que está ocorrendo. Vejamos: Note que estamos vivendo um ...

Ver mais

Os 7 erros da Folha de São Paulo sobre o “escândalo do Fake News”.
Carlos Nepomuceno
Veja o vídeo aqui.

Ver mais

Marxistas brasileiros vivem espécie de alucinação coletiva recorrente
Carlos Nepomuceno
O jornal Folha de São Paulo publica um artigo feita por uma petista confessa: Ver aqui: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno/posts/10156853246303631 …sem nenhum fato, baseado em ...

Ver mais

Sempre, sempre Godwin
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O advogado Mike Godwin criou em 1990 a seguinte “lei” das analogias nazistas: “À medida que uma discussão online se alonga, a probabilidade de surgir uma comparação envolvendo Adolf Hitler ou os ...

Ver mais

Cafezinho 117 – Caem as máscaras
Cafezinho 117 – Caem as máscaras
Quando passar a alucinação coletiva saberemos com quem ...

Ver mais

Cafezinho 116 – Os demônios brochadores
Cafezinho 116 – Os demônios brochadores
O que vem por aí? Uma mudança ou nova brochada?

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 05

Videocast Nakata T02 05

Ciça Camargo -

REFLETINDO SOBRE A SATISFAÇÃO DO CLIENTE

Começo esta reflexão com uma pergunta:

O que você faz pela satisfação do cliente?

Antes que me responda, eu tenho uma fórmula para ter a satisfação do cliente na palma da sua mão!

A fórmula da satisfação do cliente

Sa = De – Ex

Satisfação (As) é igual a desempenho (De) menos expectativa (Ex).

Satisfação é o contentamento do cliente. É a realização daquilo que ele esperava ao entrar em contato com você.

Desempenho,  como já falamos em outras conversas, é o resgate do nosso empenho. Neste caso, é a capacidade de solucionar o problema do cliente.

Expectativa é a esperança do cliente apoiada em promessas. Ou seja: ele vai até você com uma expectativa gerada por inúmeros fatores, como uma propaganda, uma indicação etc.

Voltando à fórmula: Satisfação é igual a Desempenho menos Expectativa. Se o desempenho for maior que a expectativa, a satisfação é positiva. Se o desempenho é menor que a expectativa, a satisfação é negativa.

O ano é 2014. Estamos a caminho das finais da Copa do Mundo. O Brasil entra em campo contra a Alemanha. Nossa expectativa é de ganhar o jogo de goleada, e o que vemos é o inesquecível 7 a 1. Percebeu? Desempenho muito menor que a expectativa, satisfação negativa.

O x da questão é: como chegar ao resultado positivo da equação?

Com uma tarefa dividida em duas etapas.

Primeiro, gerenciar o desempenho. Isso significa ter controle sobre:

  • Cálculo de duração das tarefas e da capacidade de atendimento;
  • Capacitação dos funcionários;

Esses são apenas alguns exemplos de gerenciamento, no dia a dia, a partir do conhecimento que você possui sobre o próprio negócio, para ter a certeza de que você é capaz de cumprir o que será prometido.

A etapa seguinte, e que muitos juram ser impossível, é o gerenciamento da expectativa do cliente. Eu digo: é possível, sim!

Como gerenciar a expectativa do cliente

Veja o que aconteceu comigo e me ajuda a exemplificar a expectativa do cliente.

Fui a um bar, com um cliente e pedi uma caipirinha de vodca. Mas eu queria com minha vodca preferida, a Stolichnaya. A resposta do garçom?

– Não temos.

Pedi então com outra vodca que ele tinha. E em vez de limão, pedi com lima da pérsia. A resposta?

– Não temos.

Me conformei então com uma caipirinha de vodca comum com limão. E fiquei esperando, resignado. Alguns minutos depois chega o garçom com uma bandeja, e nela uma garrafa de vodca Stolichnaya e um copo com lima da pérsia e gelo!

Aquele garçom virou o herói da minha noite!

Depois que voltei pra casa, pensei… Mas se ele tinha a vodca que eu queria, e a lima da pérsia, por que disse que não tinha? Oras, porque o garçom era bom! Ele sabia que se atendesse o que eu pedi, entregando um desempenho igual à minha expectativa, apenas cumpriria sua obrigação. Eu ficaria satisfeito e nada mais aconteceria. Mas ele queria mais, e fez o quê? Gerenciou minha expectativa. Ao dizer que não tinha o que eu queria, jogou minha expectativa lá embaixo. E assim pode entregar um desempenho muito superior à minha expectativa, gerando uma satisfação muito positiva. Entendeu?

Viu como é possível gerenciar expectativas?

Mas o garçom só fez isso porque sabia que eu não iria embora, em busca da caipirosca em outro boteco. Eu disse que ele era bom!

O mesmo pode ser feito por você! Além de ter a capacidade de solucionar os problemas do cliente, você deve entender a expectativa dele e, assim, gerenciá-la. Quer um exemplo prático?

Sabe aquele serviço que você vai terminar na quarta feira? Prometa para o cliente entregar na quinta… e entregue na quarta!

Não parece uma bobagem? Pois é. Mas o efeito disso na construção de sua imagem como “o cara” que supera as expectativas é imenso.

Mas se é tão simples, por que é que quase ninguém faz?

Bem, quantos vendedores você conhece que são capazes de prometer menos do que podem entregar? Pouquíssimos, aposto. A maioria das pessoas, e isso é característica dos brasileiros, na ânsia de agradar, de impressionar, de não perder o negócio, promete mais do que pode entregar. Cria uma expectativa maior que a capacidade de entrega. Expectativa maior que o desempenho, satisfação negativa. Lembra da fórmula?

Satisfação é igual a desempenho menos expectativa.