Podcast Café Brasil com Luciano Pires
#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

579 – A arte de falar merda
579 – A arte de falar merda
Tenha um filtro, meu caro, minha cara. Para o bem do ...

Ver mais

578 – O Círculo de ouro
578 – O Círculo de ouro
Você já parou para pensar que talvez ninguém faça ...

Ver mais

577 – Dois pra lá, dois pra cá
577 – Dois pra lá, dois pra cá
Existe uma divisão política, social e cultural no ...

Ver mais

576 – Gratitude
576 – Gratitude
Gratitude vem do inglês e francês e significa que ...

Ver mais

LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LiderCast 082 – Bruno Soalheiro – Bruno criou a ...

Ver mais

LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 – Lúcia Helena Galvão Maya é diretora da ...

Ver mais

LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 – Tito Gusmão – Tito Gusmão é um jovem ...

Ver mais

LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 –Marcio Appel executivo à frente da ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Os jacobinos da “nova direita”
Bruno Garschagen
Ciência Política
Quando os antissocialistas mimetizam a mentalidade e a ação política do inimigo, tornam-se o espelho da perfídia.

Ver mais

A hora e a vez da criatividade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A hora e a vez da criatividade  Por que não no Brasil? “Eu olho para as coisas como elas sempre foram e pergunto: Por quê? Eu olho para as coisas como elas poderão vir a ser e pergunto: Por que ...

Ver mais

Cala a boca, Magdo!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Quem não se lembra do “Cala a boca, Magda”, repetido por Caco Antibes no Sai de Baixo? Magda, sua esposa, era de uma estupidez oceânica, e o bordão era gritado a cada asneira dita pela bela ...

Ver mais

Síndrome de Deus
Tom Coelho
Sete Vidas
“Existe uma força vital curativa com a qual o médico tem de contar. Afinal, não é o médico quem cura doenças: ele deve ser o seu intérprete.” (Hipócrates)   Dediquei-me nas últimas semanas ...

Ver mais

Cafezinho 6 – Celebrando o fracasso
Cafezinho 6 – Celebrando o fracasso
Sobre como aprender com nossos insucessos, ...

Ver mais

Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
O nome disso é livre mercado, goste você de Pimenta ...

Ver mais

Cafezinho 4 – A intolerância
Cafezinho 4 – A intolerância
Uma organização conhecida por investir em cultura ...

Ver mais

Cafezinho 3 – A inércia
Cafezinho 3 – A inércia
Issac Newton escreveu que “um objeto que está em ...

Ver mais

Café Brasil Curto 02 – A FORMATURA

Café Brasil Curto 02 – A FORMATURA

Luciano Pires -

Formatura da minha filha, num grande teatro em São Paulo, chega o momento mais importante da cerimônia: o juramento. Um aluno displicentemente lê o juramento inteirinho de uma vez só e olha para a turma, esperando que repitam. Todos caem na risada, gritos e bagunça. O coordenador pede que ele leia frase a frase, o que acontece num clima de risos e esculhambação. O sub-reitor então diz severamente: “Este juramento é um compromisso ético com a carreira e o futuro de cada um de vocês! Por favor, levem a sério este que é um dos momentos mais importantes em suas vidas.”

Deu para ouvir o silêncio de perplexidade, mas também um início de vaia, que acabou não se confirmando.

Depois fomos comemorar numa pizzaria. Eu era o mais velho à mesa. Alguém lembrou a fala do sub-reitor: “Onde já se viu? Estávamos em festa e aquele cara não tinha nada que ir lá dar aquela dura! Absurdo!” Eu disse que ele estava certo, que aquele momento era importante e que a zona da molecada apenas indicava que não estavam nem aí com compromissos. Só queriam saber da festa.

Quase fui expulso da pizzaria. Como era família, não fui chamado de “conservador”, “coxinha”,”fascista” e “preconceituoso”.

Aí vem o progressista com seu relativismo: “O que é bom pra você pode ser ruim pra mim”. E assim o juramento tanto pode ser um valor moral que merece reverência e respeito, quanto babaquice de gente velha, que têm de ser ridicularizada. Escolha.

A facilidade com que descartamos valores morais, basicamente por ignorância, apenas reforça a crença de que eles podem ser substituídos por objetos. E isso destrói qualquer compreensão sobre o que é bom e o que é ruim.

Quem vive seus valores agoniza diante de escolhas morais. Os que deixam esses valores apenas pairarem sobre suas vidas, nem percebem que essas escolhas precisam ser feitas.  E isso explica o Brasil de hoje.

Gostou? Venha praticar o fitness intelectual no www.cafebrasilpremium.com.br