Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Palestra O Meu Everest
Palestra O Meu Everest
Meu amigo Irineu Toledo criou um projeto chamado ...

Ver mais

Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

692 – Jabustiça
692 – Jabustiça
Justiça... onde é que a gente encontra a justiça? Nos ...

Ver mais

691 – Os agilistas
691 – Os agilistas
Conversei com o Marcelo Szuster no LíderCast 175, um ...

Ver mais

690 – Vale quanto?
690 – Vale quanto?
Cara, você aceita pagar pelo ingresso de um show a ...

Ver mais

689 – A Missão
689 – A Missão
De quando em quando publicamos no Café Brasil a íntegra ...

Ver mais

LíderCast 179 – Varlei Xavier
LíderCast 179 – Varlei Xavier
Professor, que levou a figura do palhaço para a sala de ...

Ver mais

LíderCast 178 – Tristan Aronovich
LíderCast 178 – Tristan Aronovich
Ator, músico, escritor, diretor e produtor de cinema, ...

Ver mais

LíderCast 177 – Rodrigo Ricco
LíderCast 177 – Rodrigo Ricco
CEO da Octadesk, empresa focada na gestão de ...

Ver mais

LíderCast 176 – Willians Fiori
LíderCast 176 – Willians Fiori
Professor, podcaster e profissional de marketing e ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

O chamado da tribo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O chamado da tribo Grandes pensadores para o nosso tempo “O liberalismo é inseparável do sistema democrático como regime civil de poderes independentes, liberdades públicas, pluralismo político, ...

Ver mais

A chave de fenda
Chiquinho Rodrigues
Toninho Macedo era um daqueles músicos de fim de semana. Amava música e tocava seu cavaquinho “de brincadeira” (como ele dizia) aos sábados e domingos em uma banda de pagode ali do bairro onde ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Morfologia Sincategoremática (parte 6)
Alexandre Gomes
A MORFOLOGIA SINCATEGOREMÁTICA se refere a PALAVRAS que só tem significado quando associadas a outras PALAVRAS.   Bom, se tais palavras se referente a outras palavras, então as funções delas ...

Ver mais

Vilmoteca
Chiquinho Rodrigues
Ser músico e ter viajado por esse imenso Brasil são dádivas que agradeço todo dia ao Papai do Céu! Ter colecionado experiências e conhecido os mais variados tipos de malucos acabaram fazendo de ...

Ver mais

Cafezinho 230 – Onde começam as grandes causas
Cafezinho 230 – Onde começam as grandes causas
Você tem a força. Mas antes de colocá-la nas grandes ...

Ver mais

Cafezinho 229 – Manicômio Legal
Cafezinho 229 – Manicômio Legal
O manicômio legal no qual estamos presos.

Ver mais

Cafezinho 228 – O medo permanente
Cafezinho 228 – O medo permanente
Enquanto destruíam nosso sistema de justiça criminal ...

Ver mais

Cafezinho 227 – Paralisia por análise
Cafezinho 227 – Paralisia por análise
A falta de experiência e repertório dessa moçada ...

Ver mais

687 – A herança maldita

687 – A herança maldita

Luciano Pires -

Se você tem água infiltrando, se tem pintura manchando, se tem fungo pegando: saiba que isso tudo é umidade. E a umidade ela não perdoa. E com ela vem também várias doenças respiratórias. Se você tá brigando com a umidade, saiba que a maioria dos problemas são fáceis de resolver com a ajuda da SIKA – Líder Mundial de Impermeabilizantes.  Acesse @sika_brasil no Instagram e coloque lá suas dúvidas! Ou diga simplesmente,  que conheceu a SIKA através do Café Brasil!

SIKA – S.I.K.A. – @sika_brasil.

Salim Mattar, Secretário de Desestatização, fez uma completa e detalhada radiografia da situação do Estado brasileiro. Como diriam os gaúchos, é de cair os butiá do bolso pra quem se desespera. E é de animar quem acredita que estamos no rumo certo. E é indispensável para que todos saibam para onde os salvadores do futuro nos trouxeram.

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Posso entrar?

Salim Mattar é graduado em Administração de Empresas, foi um dos fundadores da Localiza Rent a Car e seu CEO desde a fundação até 2013. Na sequencia foi Executive Chairman até dezembro de 2018. Deixou o Conselho de Administração da Localiza para dedicar-se à causa pública, sendo nomeado secretário Especial de Desestatização do Governo Federal.

Cabe a ele uma tarefa quase impossível: privatizar tudo aquilo que não tem sentido pertencer ao estado. E nessa tarefa, ele teve de começar com um  levantamento para saber qual Brasil o novo governo recebeu. No dia 18 de Setembro de 2019, Salim Mattar fez a palestra de abertura do Minascom, encontro da indústria da construção, na sede do Sebrae Minas, e hoje eu vou mostrar pra você o áudio daquela palestra.

Em alguns momentos você sentirá falta da imagem, mas não se preocupe. Acesse o roteiro deste programa no portalcafebrasil.com.br, o vídeo está publicado lá.

Mas antes, vamos com o tradicional comentário de um ouvinte.

“Olá Luciano. Bom dia, boa tarde, boa noite. Aqui quem fala é o Iago, do município de Caranaíba, Minas Gerais.

Acompanhando essa história da Amazônia, eu vi que teremos muito trabalho, sabe? Porque eu sou funcionário público e o que que acontece? Eu comecei a acompanhar de perto como que decisões importantes são tomadas e quem que toma essas decisões. Que na maioria das vezes são pessoas despreparadas e com decisões tendenciosas e ouvindo a voz de uma maioria cega e que acredita em 80% do que essas pessoas falam. 

E cara: realmente está complicada a coisa, os pocotós estão nas administrações públicas, estão na  internet, estão na faculdade, estão nos conselhos, estão pra todo lado. É muita merda, é muita merda que eles jogam no ventilador, é muita coisa que… é um discurso que não condiz com a nossa realidade, saca? 

Aqui no nosso município, voltando a falar da Amazônia, eu vejo queimada a esmo. É queimada de eucalipto, é queimada de lixo, é queimada de lote e eu não vejo ninguém com essa mobilização,  com essa comoção e tal. 

E hoje,  eu abro o meu Facebook e são estudos da Amazônia, o Brasil vive, a Amazônia também e por aí vai. E realmente, isso me tirou um pouco do sério e acabou me dando um tapinha na cara pra eu criar coragem e começar a realmente, fazer a diferença. Que é fazendo a minha parte. Porque se não for assim, se a gente não procurar fazer a nossa parte, buscar, transmitir parte da verdade e colocar os fatos no contexto assim… digamos real, a coisa não vai andar, cara. A gente precisa fazer a nossa parte e é isso.

Agradecer por esse programa maravilhoso. Queria mandar um abraço pra todos do Café Brasil, Ciça, Lalá e aos demais ouvintes,  que querendo ou não, a gente é uma família e cara: tô ficando louco, tô ficando louco. 

Um abraço e até o próximo programa. Tchau tchau”.

Grande Iago, obrigado pelo comentário, viu? Pois é, meu caro, a gente fica focado nos figurões lá de Brasília, e esquece das figurinhas que estão aqui ó, no nosso quintal, tomando decisões que atrasam a vida do país. Ouça o programa de hoje e você verá para onde essas pequenas decisões nos trouxeram. Bola pra frente, meu caro. Louco é quem vê os absurdos e não se mexe.

Muito bem. O Iago receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculinos. Basta enviar seu endereço para contato@lucianopires.com.br.

Você já sabe, né? Que a DKT distribui as marcas Prudence, Sutra e Andalan, contemplando a maior linha de preservativos do mercado, além de outros produtos como anticonceptivos intrauterinos, géis lubrificantes, estimuladores, coletor menstrual descartável e lenços umedecidos. A causa da DKT é reverter grande parte de seus lucros para projetos nas regiões mais carentes do planeta para evitar gravidez indesejada, infecções sexualmente transmissíveis e a AIDS. Ao comprar um produto Prudence, Sutra ou Andalan você está ajudando nessa missão!

facebook.com/dktbrasil.

Vamos lá então!

Luciano – Lalá, dá uma dica aí pra gente simplificar a vida, vai?

Lalá – Ué? Na hora do amor, use Prudence!

(Como em todos os programas especiais não teremos a íntegra do texto)

A DTI Digital é um dos apoiadores do Café Brasil, e está ensinando a gente a ser…. ágil! é o que o Salim Mattar está tentando fazer no Brasil, né? A sua empresa é ágil, hein? Cada empresa precisa descobrir o seu próprio caminho para ser ágil! Não existe um único modelo, mas existem princípios, e é isso que os Agilistras trazem para você. Descubra por onde começar a ser ágil, ouvindo o podcast Os agilistas, que você encontra em todas as plataformas. E pode seguir pelo também pelo Instagram no @osagilistas. Ou então acessando a dtidigital.com.br.

Vai, meu, se mexe, vai! Seja ágil como um agilista!

Bem, o que eu quis fazer com este programa aqui foi levar para o maior número de pessoas as palavras de um administrador, um representante do setor privado, um não político, um técnico, falando de forma apaixonada sobre a situação em que recebeu o Brasil. Eu entendo a ênfase dele como uma revolta com o descompromisso, a desonestidade, a falta de responsabilidade, a incompetência dos sonháticos que pintam o futuro de azul e têm respostas prontas para tudo, prometendo o céu no futuro e provocando o inferno no presente.

Você ouviu os números, são fatos, não são opiniões. A palestra está publicada junto ao roteiro deste programa no portalcafebrasil.com.br.

Olha!Cabe a você acreditar ou não no que ouviu. Aprender ou não com isso. Parar ou não de acreditar nas promessas de quem não tem nada para apresentar além de um futuro utópico. E arregaçar ou não as mangas para ajudar quem está tentando consertar quase 30 anos de cagadas.

Acorda amor
Julinho da Adelaide
Chico Buarque

Acorda, amor
Eu tive um pesadelo agora
Sonhei que tinha gente lá fora
Batendo no portão, que aflição
Era a dura, numa muito escura viatura
Minha nossa santa criatura
Chame, chame, chame lá
Chame, chame o ladrão, chame o ladrão

Acorda, amor
Não é mais pesadelo nada
Tem gente já no vão de escada
Fazendo confusão, que aflição
São os homens
E eu aqui parado de pijama
Eu não gosto de passar vexame
Chame, chame, chame
Chame o ladrão, chame o ladrão

Se eu demorar uns meses
Convém, às vezes, você sofrer
Mas depois de um ano eu não vindo
Ponha a roupa de domingo
E pode me esquecer

Acorda, amor
Que o bicho é brabo e não sossega
Se você corre, o bicho pega
Se fica não sei não
Atenção!

Não demora
Dia desses chega a sua hora
Não discuta à toa, não reclame
Clame, chame lá, chame, chame
Chame o ladrão, chame o ladrão, chame o ladrão
(Não esqueça a escova, o sabonete e o violão)

E assim, ao som de Acorda amor, um dos clássicos de Chico Buarque, que encerramos mais esta edição do podcast Café Brasil.

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí ó, completando o ciclo.

De onde veio este programa tem muito mais, especialmente para quem assina o cafebrasilpremium.com.br, a nossa “Netflix do Conhecimento”. Cara! Se você gosta do conteúdo gratuito do podcast Café Brasil, você não faz ideia do que tem ali, onde você tem que pagar, cara! É uma delícia. É uma espécie de MLA – Master Life Administration. Então acesse cafedegraca.com e experimente o Premium por um mês, sem pagar.

O conteúdo do Café Brasil pode chegar ao vivo em sua empresa através de minhas palestras. Acesse lucianopires.com.br e vamos com um cafezinho ao vivo.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

Para terminar, uma frase de Salim Mattar comentando a tragédia de Brumadinho, que é meio que um retrato do Brasil. Olha só:

Nesse desastre terrível, estou vendo a sociedade sacrificando a Vale, quando deveriam ser sacrificadas as pessoas que tomaram as atitudes.