Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

679 – Será que acordamos?
679 – Será que acordamos?
Adalberto Piotto apresenta o programa Cenário Econômico ...

Ver mais

678 – Dominando a Civilidade
678 – Dominando a Civilidade
Vivemos uma epidemia de incivilidade que ...

Ver mais

677 – Teorias da Conspiração
677 – Teorias da Conspiração
Vivemos numa sociedade assolada por grandes ...

Ver mais

676 – Homem na Lua 2
676 – Homem na Lua 2
Cinquenta anos atrás o homem pousou na Lua. Mas parece ...

Ver mais

LíderCast 166 – Juliana e Abbey Alabi
LíderCast 166 – Juliana e Abbey Alabi
O Abbey é um imigrante africano, que chegou ao Brasil ...

Ver mais

LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
Um dos mais influentes profissionais de comunicação ...

Ver mais

LíderCast 164 – Artur Motta
LíderCast 164 – Artur Motta
Professor que fez transição de carreira e usa podcasts ...

Ver mais

LíderCast 163 – Amanda Sindman
LíderCast 163 – Amanda Sindman
Profissional de comunicação, jornalista e mulher trans. ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Resumo da Aula 2 do Curso On-line de Filosofia (COF)
Eduardo Ferrari
Resumos e Artigos
A segunda aula do COF, ministrada em 21 de março de 2009, teve a duração de 3h43min e foi resumida em menos de cinco minutos de leitura, com o objetivo de levar ao conhecimento do leitor uma ...

Ver mais

A quem interessa a divisão da sociedade?
Jota Fagner
Origens do Brasil
O atual estado de intolerância ao pensamento diferente, manifesto nas agressões que começam nas redes sociais e terminam em confrontos físicos no meio da rua, é o resultado de um processo de ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPÍTULO 3 – MORFOLOGIA CATEGOREMÁTICA (parte 2)
Alexandre Gomes
Depois de listar todas as CATEGORIAS DE PALAVRAS, de acordo com a Gramática Geral irei tratar com mais calma de cada categoria. Seguindo a lista da lição anterior, vamos começar pelo grupo das ...

Ver mais

Simples assim
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Simples assim Excelência em Educação Dia 10 de agosto, compareci a um evento muitíssimo interessante. Estimulado pela chamada do convite eletrônico – Avanços na educação pública: o que podemos ...

Ver mais

Cafezinho 205 – Agrotóxicos – melhor seria não usar V
Cafezinho 205 – Agrotóxicos – melhor seria não usar V
O problema do agrotóxico no Brasil não é dos ...

Ver mais

Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Ainda existe hoje uma cultura, muito estimulada por ...

Ver mais

Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Quem é o idiota que quer deliberadamente envenenar seus ...

Ver mais

Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Se não bastassem as dificuldades para comprar, ...

Ver mais

677 – Teorias da Conspiração

677 – Teorias da Conspiração

Luciano Pires -
Download do Programa

A água infiltrou? A pintura manchou? O mofo voltou? O fungo pegou? Pô, meu, a umidade não perdoa, viu? Pois é… e com a umidade não vem só os problemas estéticos, mas várias doenças respiratórias. Cê tá brigando com umidade, é? A maioria dos problemas de umidade são fáceis de resolver! Acesse o @sika_brasil no Instagram e coloque lá suas dúvidas! Ou simplesmente, diga que conheceu a SIKA através do Café Brasil!

SIKA, s, i k a. A líder em impermeabilização no no Brasil e no mundo.

@sika_brasil

Vivemos numa sociedade assolada por grandes acontecimentos. Acidentes, tragédias e guerras, dando origem a teorias da conspiração, que lidam com alguns de nossos desejos, medos e suposições mais profundos sobre o mundo. Ao acreditar que eventos são controlados por entes poderosos, as teorias da conspiração dão suporte para aquela nossa sensação de que grandes acontecimentos têm grandes causas. E ajudam a explicar o que acontece em torno de nós.

Mas tem quem exagera…

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Posso entrar?

Estes discos voadores me preocupam demais
Oliveira de Panelas

Essa gente pequenina
De viagem intergaláctica
Vem saber nossa gramática
Ou mudar nossa doutrina
Beber nossa gasolina
Que já é pouca demais
Desmantelar nossos cais
Engrenar nossos motores
Esses discos voadores
Me preocupam demais

Astronaves tripuladas
Nunca dormem, nem cochilam
Essas luzes que desfilam
Pelas altas madrugadas
Será que essas armadas
Das mansões celestiais
Vêm aqui nos trazer paz
Ou aumentar nossas dores
Esses discos voadores
Me preocupam demais

Da esfera marciana
Descem discos toda hora
Fazem pequena demora
No meio da raça humana
Talvez queiram ver a grana
Das multinacionais
Que estão botando pra trás
Os nossos trabalhadores
Esses discos voadores
Me preocupam demais

Seres de outras camadas
Voam num veloz transporte
Rússia e América do Norte
Já estão preocupadas
Será que esses camaradas
Lá das bandas siderais
Vêm torcer por generais
Ou apoiar senadores
Esses discos voadores
Me preocupam demais

Dentro da ufologia
Segundo o que eu entendo
Esses discos estão querendo
Falar de democracia
Cortar a demagogia
De quem fala e nada faz
Dos sabidões atuais
Enganando os eleitores
Esses discos voadores
Me preocupam demais

Ah que fantástico… você ouve o poeta pernambucano Oliveira das Panelas com ESSES DISCOS VOADORES ME PREOCUPAM DEMAIS , que ele gravou lá em 1981… No roteiro deste programa no Portal Café Brasil, coloquei a letra toda e o link para a canção. Na contracapa de seu disco O Perguntador, um poema diz assim:

“Ligado na certeza
Da existência de tudo…
Ouço tudo e fico mudo,
Esperando uma surpresa.
Sinto que a Natureza
Tem algo a nos ensinar.
Mas pra desacreditar,
Ó Deus, Vos peço licença.
Há momentos que a descrença
Faz a gente interrogar”

Ao som de Porta do Sol, com Renato Teixeira e Xangai,

lembro que somos diariamente bombardeados por acontecimentos que nossas mentes tentam desesperadamente compreender. E quanto mais espetaculares esses acontecimentos, mais longe nossa imaginação viaja. E é então que produzimos teorias da conspiração, para dar algum sentido aos acontecimentos.

A psicologia das teorias da conspiração nos dá uma ideia de como nossas mentes estão preparadas para aceitá-las, sem freios lógicos e morais. Essas teorias não são loucuras ou aberrações, mas um produto da forma como nosso cérebro funciona, misturando fragmentos de verdades com mentiras e imaginação, fazendo uma salada que torna as teorias irresistíveis. Sim, existem conspirações de verdade, e às vezes é bom ficarmos alertas, o que faz com que nem todos os adeptos das teorias da conspiração sejam gente maluca. Não são apenas malucos que acreditam no comando reptílico da sociedade, mas pessoas como eu e você, exercendo sua curiosidade e a desconfiança nossa de cada dia.

Somos naturalmente céticos, especialmente diante de explicações oficiais, de órgãos do estado ou entidades poderosas. E quando temos apenas informações superficiais sobre fatos e eventos, preenchemos os espaços em branco com nossas teorias e explicações, por mais criativas que sejam. E existe toda uma indústria de comunicação, que envolve livros, filmes, programas de televisão e palestras, que lucra com a falta de transparência das informações. E nossa criatividade para inventá-las.

Além disso, há a preguiça, não é? Preguiça de ir atrás das informações, de pesquisar, de acessar as fontes primárias. É mais simples emprestar a teoria de alguém, não é?

Toda família tem pelo menos um teórico da conspiração, que sabe das coisas que você, seu trouxa, não sabe!

Foram os filhos do Bolsonaro que armaram para ele levar a facada.

O Brasil vendeu a final da Copa do Mundo. Duas vezes.

O ET de Varginha está guardado num galpão secreto do Exército.

No fundo, no fundo, tudo é governado pela sociedade reptiliana. Ou pelos Illuminati.

Adolf Hitler morreu velhinho aqui na América do Sul.

A AIDS veio dos laboratórios do departamento de defesa dos Estados Unidos.

E o 11 de Setembro, hein? O assassinato de Kennedy? Paul McCartney está morto! E Elvis está vivo! E os hackers russos? E o avião do Teori? E o Celso Daniel, hein?

Todos eventos complexos que dão margem às mais absurdas teorias e que provavelmente jamais obterão uma unanimidade. E isso é bom para muita gente.

Adolf Hitler se valeu da teoria da conspiração do domínio dos judeus sobre a sociedade para perpetrar suas maldades.

Sempre existe um inimigo poderoso e malvado, que quer nos enganar para faturar dinheiro e poder. Ruáruáuráruáááááá´…

“Bom dia, Luciano Pires. Bom dia, boa tarde, boa noite. Sou Luiz Borges. Já escuto o Café Brasil há muito tempo e no episódio de hoje, o 670 que falou sobre a Previdência, achei muito interessante e fiz questão de ouvir no carro mesmo sem ter ouvido antes, fiz questão de ouvir no carro, pela primeira vez com a minha filha, que é universitária, estuda na Universidade de Brasília e está bem influenciada, vamos dizer assim, por umas ideologias aí que são contra a reforma e…você já sabe qual é, né? Não vem ao caso.

E fui, no caminho da universidade escutando com ela a gente mora, mais ou menos… foi um episódio inteiro, de casa até na faculdade e, não falei nada. Só entrei no carro, liguei o celular com o bluetooth do carro e coloquei pra ouvir. E fui ouvindo, não falei nada pra ela e, quando a gente chegou na UNB, ela foi descer do carro, ela me olhou e falou: é… eu não sabia que era desse jeito. Ou seja, a maioria do povo é contra, ou quem está sendo… a maioria não, mas quem está sendo contra, às vezes é contra sem saber o que está realmente acontecendo. o que realmente está sendo proposto.

Então, acho muito importante esse trabalho que você faz. Parabéns. E devagarzinho a gente vai convencendo as pessoas do que é melhor. Não é isso? Um abraço e vida longa ao Cafezinho”.

Olá Luiz, obrigado pelo comentário, viu? O programa de hoje trata exatamente disso, de quem acredita em ideias por questões diversas, muitas vezes completamente fora da realidade. E na maioria das vezes simplesmente por ignorar os fatos. Talvez o programa lhe dê algumas ideias para lidar com a sua filha…rarararar…

Muito bem. o Luiz  receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculinos. Basta enviar o seu endereço para [email protected].

A DKT distribui as marcas Prudence, Sutra e Andalan, contemplando a maior linha de preservativos do mercado, além de outros produtos como anticonceptivos intrauterinos, géis lubrificantes, estimuladores, coletor menstrual descartável e lenços umedecidos. A causa da DKT é reverter grande parte de seus lucros para projetos nas regiões mais carentes do planeta para evitar gravidez indesejada, infecções sexualmente transmissíveis e a AIDS. Ao comprar um produto Prudence, Sutra ou Andalan você está ajudando nessa missão!

facebook.com/dktbrasil.

Vamos lá então!

Luciano – Lalá, na hora do amor, qual é a única conspiração que você não pode fazer, hein?

Lalá – Ah, não posso deixar de usar Prudence…

Foi no final dos anos 1980 que especialistas começaram a atentar e estudar o fenômeno das Teorias da Conspiração. Até então, eram as disciplinas de História e Ciências Sociais que lidavam com elas, mais como curiosidade. E eram coisas de grupos extremistas, pouco tendo a ver com a explicação de eventos sociais. Mas a coisa foi crescendo, mais gente chegando… eu acho até que foi a Teoria da Conspiração sobre a descida do homem na lua que despertou a atenção dos pesquisadores. Por que tanta gente duvidando, hein?  E assim, as teorias da conspiração passaram a ser vistas como uma forma de explicação cada vez mais comum para compreender questões complexas, como o contexto político, a ameaça à privacidade proveniente do desenvolvimento da tecnologia ou o aumento do poder das corporações globais.

Teorias da Conspiração dão coerência a realidades não explicáveis. E estamos tão desesperados por essa coerência, que é só assistir uns vídeos da moçada terraplanista, que nos transformamos num deles.

Disco voador
Palmeira

Tomara que seja verdade,
Que exista mesmo disco voador
Que seja um povo inteligente,
Pra trazer pra gente a paz e o amor!
Se for pra bem da humanidade,
Que felicidade essa intervenção!
Aqui na terra só se pensa em guerra
Matar o vizinho é nossa intenção!

Se Deus, que é Todo Poderoso,
Fez esse colosso suspenso no ar,
Por que não pode ter criado
O mundo apartado da terra e do mar?
Tem gente que não acredita,
Acha que é fita os mistérios profundos:
Quem tem um filho, pode ter mais filhos
O Senhor também pode ter outros mundos!

Os homens do nosso planeta
Dão a impressão que já não têm mais crença:
Em vez de fabricar remédio,
Pra curar o tédio e outras doenças,
Inventam armas de hidrogênio,
Usam o seu gênio fabricando bomba
Mas não se esqueçam que, por mais que cresçam,
Perante Deus qualquer gigante tomba!

O nosso mundo é o espelho
Que reflete sempre a realidade:
Quem forma vinha colhe uva
E quem planta chuva colhe tempestade.
No tempo que Jesus vivia,
Ele disse um dia e não foi a esmo
Que, neste mundo em que a maldade infesta,
Tudo que não presta morre por si mesmo!

Você ouiu um clássico da música caipira com Diego Mulero e Sebastião Alves da Cunha, que formaram a dupla Palmeira e Biá. Essa é de 1955, composição de Palmeira chamada Disco Voador, que tem uma das letras mais fantásticas da música sertaneja…

Num estudo chamado “Teorias da Conspiração: significados em contexto brasileiro”, realizado por seis estudantes da Universidade da Paraíba, encontrei uma classificação interessante das Teorias da Conspiração. No roteiro deste programa, no Portal Café Brasil, publico o link para esse estudo.

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2019000101001

Existem as teorias sem embasamento científico, que vêm do senso comum, são ideias ou teses que a população leiga cria a respeito de decisões governamentais sem embasamento consistente, um conjunto de hipóteses mirabolantes sem comprovação alguma e que buscam explicações complexas para os eventos.

Existem as teorias sobre manipulação de grupos secretos, que afirmam a existência de grupos secretos que controlam a informação, a tecnologia e a economia para manter o mundo da forma que eles querem.

Existem as teorias para explicação da realidade social, que se referem à propensão de fornecer explicações causais para eventos sociais complexos.

Existem as teorias da contestação de fatos sociais, explicações alternativas que contradizem os fatos divulgados pela mídia e o governo e estão associadas à criação de interpretações que vão contra a versão oficial e politicamente correta de um determinado acontecimento.

E por fim, existem as teorias do controle da informação, que se referem ao fato de que muitas informações importantes, como a cura para o câncer, por exemplo, ou o assassinato de figuras importantes, não são repassadas para o público.

Naquele estudo, os estudantes concluíram que as palavras mais presentes durante a pesquisa foram “secreto, governo, manipular, pessoa, teoria, fato e controle”. Ou seja, existem grupos secretos, lá pelo lado do governo, que controlam e manipulam decisões importantes, buscando atender a seus interesses próprios.

Mas por que acreditamos em teorias da conspiração, hein? Porque ideias conspiracionais tendem a reduzir a complexidade da realidade. Fica muito mais fácil acreditar que aspectos políticos e sociais são organizados por indivíduos ou organizações secretas, não é? Coloque no cesto a dificuldade que a maioria das pessoas tem de exercer um julgamento crítico baseado em dados científicos e… pronto.

A terra ficou plana.

Bote mais um elemento… o apetite dos malvados capitalistas, representados pelas indústrias de medicamentos, multinacionais, bancos, montadoras de automóveis, grupos de comunicação… É claro que são eles que manipulam tudo.

Teorias da conspiração estão associadas a processos mentais que visam considerar o mundo como ordenado, compreensível e previsível.

Mas afinal, por que acreditamos nelas, hein?

Bem, antes de mais nada, porque diversas delas se tornaram realidade. Da afirmação de que o futebol americano causava lesões cerebrais às investigações secretas dos governos sobre discos voadores. Da manutenção de negros sofrendo de sífilis para propósito de estudos, à certeza que as empresas de tabaco têm de que o cigarro causa câncer. Da espionagem de cada um de nós na internet ao tráfico de armas para o Irã… Existem dezenas de teorias que se revelaram realidades. Se você tem cem teorias absurdas e uma delas se prova real, pronto. É o que basta pra deixar as barbas de molho…

Mas vamos a explicações mais, digamos, psicológicas.

Oh, my eyes, go looking for flying saucers in the sky. Tem de ter London London quando o assunto envolve dico voador, não é?…

OLha! Primeiro, acreditamos em teorias da conspiração porque buscamos certeza e compreensão dos eventos que nos rodeiam. Esse é um desejo natural humano, aquela pergunta insistente: por quê? POR QUÊ? Foi essa pergunta que nos fez evoluir até hoje, a curiosidade que alimenta o desejo de explicar o mundo. Mas não apenas fazemos perguntas… buscamos respostas, de forma rápida, mesmo que erradas. Uma resposta nos acalma, nos conforta, especialmente se se enquadrar em nossa visão de mundo.

Chove na hora do churrasco porque eu sou um puta dum cara azarado. Você não entende o que eu digo porque é burro. O Brasil não vai dar certo porque todo político é ladrão.

Você está vendo como as respostas rápidas e simples nos confortam?

Todos temos crenças, que não são necessariamente verdadeiras. Quando essas crenças são fruto da ignorância e não estamos atrelados emocionalmente a elas, é fácil mudá-las. Basta que uma evidência com os pés na verdade nos seja apresentada. Mas quando estamos emocionalmente ligados às crenças, não adianta a verdade. É o caso das teorias da conspiração: quem acredita nelas, quer que elas sejam a verdade. Pô meu, investiram um baita tempo assistindo os vídeos dos carinhas lá, lendo livros, pesquisando blogs que estavam de acordo com suas crenças! E assim aliviaram suas incertezas. E aí aparece você pra dizer que o homem pousou na lua, meu?

Porra, meu, vai pentear macaco!

A segunda causa de acreditarmos em teorias da conspiração, é porque queremos controle e segurança sobre nossas vidas. É quando desenvolvemos o raciocínio motivado, aquele viés na direção de decisões que suportam nossas crenças. E isso acontece sem que percebamos. Mudar essas crenças significa mudar comportamentos, o que é quase sempre doloroso. Preferimos atalhos e fazemos com que as explicações se adaptem a nossas conclusões. Por exemplo: é claro que é impossível que os homens tenham pousado na lua com a tecnologia rudimentar dos anos 60 e 70. Logo, a única conclusão possível é que eles nunca pousaram na lua. Pronto. Me agarro confortavelmente a uma realidade que dá suporte à minha crença.

O outro ponto que explica porque acreditamos em teorias da conspiração, tem a ver com nosso desejo de manter uma autoimagem positiva. Pesquisas demonstram que pessoas que se sentem socialmente marginalizadas têm mais tendências a crer em conspirações. Sentir-se parte de uma comunidade, dá a essas pessoas um senso de autoestima. Elas sentem que detêm informações privilegiadas, coisas que as outras pessoas não conhecem! A maioria de quem acredita que o homem pousou na lua ou que a terra é redonda, acredita porque confia em especialistas, cientistas e técnicos. Quando o tiozão do Whatsapp aparece com um monte de evidências sobre a terra plana, fica até difícil de argumentar. Em dois segundos a discussão passa a ser de crença contra crença, algo que não chega em lugar nenhum.

Em resumo… quem acredita em teorias da conspiração, o faz porque precisa compreender o mundo, precisa sentir-se seguro e em controle e precisa manter uma autoimagem positiva.

Mas será que teorias da conspiração ajudam a realizar esses três pontos, hein?

Olha!Eu tenho minhas dúvidas…

Sabe quem ajuda a tirar dúvidas? É a Nakata, que fabrica autopeças para veículos leves, pesados e motos e mantém um blog com dicas para ajudar você a cuidar bem do seu carro e economizar na manutenção. E também com dicas técnicas para o seu mecânico. Olha só. Se você se cadastrar no blog.nakata.com.br com um comentário dizendo que chegou lá pelo Café Brasil, concorrerá todo mês a um curso na Udemy.

A Udemy é um ambiente virtual para ensino e aprendizado, tem milhares de cursos muito legais lá. E se você for sorteado poderá escolher qualquer um, até o valo de R$250,00. A essa altura já são quatro ouvintes que já ganharam. Que tal?

blog.nakata.com.br. Bote um comentário lá, vai.

Tudo azul? Tudo Nakata.

[tec] ziggy stardust

Muito bem, o que fazer então com o tiozão do Whatsapp? Bem, podemos apresentar contra evidências, na tentativa de convencê-lo de que sua teoria da conspiração não está com nada. Mas é muito improvável que tenhamos sucesso. Nos comentários dos dois últimos podcasts Café Brasil, quando falei do pouso do homem na lua, tentei argumentar com alguns conspiracionistas, mas não tive sucesso. Para cada argumento, vídeo, blog ou evidência científica que eu apresentava, vinha um contra argumento seguido do kkkkkkkkk. Não adianta, cara. A única coisa que eu tenho para contrapor a quem está defendendo sua sensação de segurança e os investimentos que fez para se sentir bem sobre si mesmo, são fatos.

Não tem como ganhar….

Tá certo então? Acreditamos em teorias da conspiração porque elas dão explicações fáceis, tornando as complexidades do mundo muito mais simples e previsíveis. Quem acredita em teorias da conspiração é mais propenso a acreditar em pseudociências e fenômenos paranormais… e tem muita, mas muita gente ganhando com isso.

Lalá: Pô, Luciano, isso é teoria da conspiração, meu!

Ziggy Stardust
David Bowie

Ziggy played guitar
Jamming good with Weird and Gilly
And “The Spiders from Mars”
He played it left hand
But made it too far
Became the special man
Then we were Ziggy’s band

Ziggy really sang
Screwed up eyes and screwed down hairdo
Like some cat from Japan
He could lick ‘em by smiling
He could leave ‘em to hang
Came on so loaded man
Well hung and snow white tan

So where were the spiders
While the fly tried to break our balls
Just the beer light to guide us
So we bitched about his fans
And should we crush his sweet hands?

Ziggy played for time
Jiving us that we were voodoo
The kids were just crass
He was the nass
With God given ass
He took it all too far but
Boy, could he play guitar!

Making love with his ego
Ziggy sucked up into his mind
Like a leper messiah
When the kids had killed the man
I had to break up the band

Ziggy played guitar

Ziggy Stardsut

O Ziggy tocava guitarra
Arrasava junto com o Weird e o Gilly
E “As Aranhas de Marte”
Ele era canhoto
Mas foi longe demais
Virou o cara do momento
E aí viramos a banda do Ziggy

O Ziggy cantava pra valer
Revirava os olhos e desmanchava o penteado
Como um gato japonês
Ele os lambia com sorrisos
Ele os deixava pra lá
Chegava com tanto esplendor
Bem dotado e sem bronzeado

E onde estavam as aranhas
Quando a mosca tentava acabar com a nossa coragem?
Apenas o luminoso da cerveja a nos guiar
Então reclamamos de seus fãs
E devíamos esmagar sua doces mãos?

Ziggy tocou muito tempo
Nos dizendo que éramos uns abutres
A molecada era grosseira
Ele era o máximo
Com o traseiro que Deus lhe deu
Ele levou tudo muito a sério, mas
Cara, como ele tocava guitarra!

Fazendo amor com seu ego
Ziggy se fechou na sua própria mente
Como um Messias leproso
Quando os garotos mataram o cara
Eu tive que acabar com a banda

O Ziggy tocava guitarra

Bem, Eu tinha de terminar com um ET… É assim, ao som de Ziggy Stardust, com David Bowie, que encerramos mais esta edição do podcast Café Brasil.

Teorias da Conspiração são populares porque tocam nossas emoções. Preenchem lacunas. Criam mundos paralelos fascinantes. Cara, e se o Elvis estiver vivo, hein? E se houver um disco voador lá na área 51? E se houver um lugar onde existem dinossauros vivos? Fala a verdade meu, o mundo não fica infinitamente mais legal se essas coisas forem verdades, hein?

Pois é. Por isso tem tanta gente ganhando dinheiro com livros, sites, DVDs, assinaturas, ingressos para eventos e vídeos no Youtube.

Acreditamos nas conspirações porque precisamos acreditar nelas.

Se não for assim, o mundo fica muito chato.

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí, completando o ciclo….. ih! Parece que tem um verdinho chegando também, cara…

De onde veio este programa tem muito mais, especialmente para quem assina o cafebrasilpremium.com.br, nossa “Netflix do Conhecimento”, onde você tem uma espécie de MLA – Master Life Administration. OLhe! Acesse cafedegraca.com e experimente o Premium por um mês, sem pagar. A turma está curtindo, bicho.

O conteúdo do Café Brasil pode chegar ao vivo em sua empresa através de minhas palestras. Acesse lucianopires.com.br e vamos com um cafezinho ao vivo.

Para o resumo deste programa, acesse portalcafebrasil.com.br/677.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

Para terminar, uma frase do diplomata e político norte-americano Zbigniew Brzezinski

A história é muito mais um produto do caos do que da conspiração.