Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

A selhófrica da pleita
A selhófrica da pleita
Isca intelectual de Luciano Pires tratando do nonsense ...

Ver mais

579 – A arte de falar merda
579 – A arte de falar merda
Tenha um filtro, meu caro, minha cara. Para o bem do ...

Ver mais

578 – O Círculo de ouro
578 – O Círculo de ouro
Você já parou para pensar que talvez ninguém faça ...

Ver mais

577 – Dois pra lá, dois pra cá
577 – Dois pra lá, dois pra cá
Existe uma divisão política, social e cultural no ...

Ver mais

576 – Gratitude
576 – Gratitude
Gratitude vem do inglês e francês e significa que ...

Ver mais

LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 – Lúcia Helena Galvão Maya é diretora da ...

Ver mais

LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 – Tito Gusmão – Tito Gusmão é um jovem ...

Ver mais

LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 –Marcio Appel executivo à frente da ...

Ver mais

LíderCast 078 Leo Lopes
LíderCast 078 Leo Lopes
LíderCast 078 – Leo Lopes – Leo Lopes é uma referência ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Os jacobinos da “nova direita”
Bruno Garschagen
Ciência Política
Quando os antissocialistas mimetizam a mentalidade e a ação política do inimigo, tornam-se o espelho da perfídia.

Ver mais

A hora e a vez da criatividade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A hora e a vez da criatividade  Por que não no Brasil? “Eu olho para as coisas como elas sempre foram e pergunto: Por quê? Eu olho para as coisas como elas poderão vir a ser e pergunto: Por que ...

Ver mais

Cala a boca, Magdo!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Quem não se lembra do “Cala a boca, Magda”, repetido por Caco Antibes no Sai de Baixo? Magda, sua esposa, era de uma estupidez oceânica, e o bordão era gritado a cada asneira dita pela bela ...

Ver mais

Síndrome de Deus
Tom Coelho
Sete Vidas
“Existe uma força vital curativa com a qual o médico tem de contar. Afinal, não é o médico quem cura doenças: ele deve ser o seu intérprete.” (Hipócrates)   Dediquei-me nas últimas semanas ...

Ver mais

Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
O nome disso é livre mercado, goste você de Pimenta ...

Ver mais

Cafezinho 4 – A intolerância
Cafezinho 4 – A intolerância
Uma organização conhecida por investir em cultura ...

Ver mais

Cafezinho 3 – A inércia
Cafezinho 3 – A inércia
Issac Newton escreveu que “um objeto que está em ...

Ver mais

Cafezinho 2 – O bobageiro
Cafezinho 2 – O bobageiro
Quando se trata de falar bobagem, pesquisas já ...

Ver mais

519 – Café com coach

519 – Café com coach

Luciano Pires -

Fui convidado para participar do CoachCast, um podcast sobre coaching, para falar de certos pontos fortes que facilitam a busca de nossos objetivos e de nossos sonhos. Acabou se transformando numa conversa para muita reflexão.

Posso entrar?

Amigo, amiga, não importa quem seja, bom dia, boa tarde, boa noite, este é o Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Este programa chega até você com o apoio do Itaú Cultural e do Auditório Ibirapuera que, como sempre, estão aí, a um clique de distância. facebook.com/itaucultural e facebook.com/auditorioibirapuera.

E quem vai levar o exemplar de meu livro Me engana que eu gosto é a Dona Silvia, que tem uma vibe de menininha…

“Alô amigo, amiga, não importa quem seja! Bom dia, boa tarde, boa noite! Alô Luciano e sua equipe do Café Brasil. Parabéns por fazerem meus breakfasts todo dia mais divertidos e inspiradores. Eu sou Silvia, ou melhor, a dona Silvia, como alguns me chamam, pela minha idade ou talvez pelo respeito que esses alguns ainda tenham pelos mais velhos. Falo da Flórida onde eu moro como uma imigrante idosa, porém muito feliz. Pois é. estou quatro anos à sua frente, Luciano, tenho 64 e como dizem aqui, eu sou 64. Porém, não digo que é de idade, digo que é de muita experiência, de muitas histórias pra contar. Que bom! Mas, eu gosto de ter 64. Não me sinto idosa, não me sinto uma pessoa… como é que você falou, que tem um monte de anos, não sinto nenhuma angústia, sou feliz. Acabei de ouvir o seu Rocket man e imediatamente me coloquei como uma rocket woman. Achei legal Muito legal. Muito legal tudo que você falou sobre os idosos, sobre quem tem mais idade. Não acho que você é idoso. 60? Ainda é uma criança! Vamos nos sentir assim. Ok? Outra coisa que eu assumi também, foram os meus cabelos brancos. Não consegui me controlar. Deixei crescer brancos, branquinhos. E o pessoal me para na rua e diz: uau! Gostei dos seus cabelos! Pois é. Assumi. São bem branquinhos. Dizem que dou idosa. Mas, eu curto muito ser idosa, principalmente os privilégios que nos dão. Temos privilégios nas filas, nas lojas, nos cinemas, nos parques e também nos bancos. Aqui alguns privilégios são diferentes dos do Brasil, mas também temos privilégios. Outra coisa que não me faz sentir velha, idosa. Domino meu smartphone, meu laptop, eu acho que eu domino até bem. Bem melhor do que alguns menos idosos do que eu. Viajo bastante, ando pelas redes sociais, uso aplicativos, escuto seus podcasts. Também faço vídeos e estou participando de alguns grupos de discussão. Pois é, sou idosa. Sou idosa mas não me sinto velha. Imagine que três dias atrás fui a uma entrevista de emprego. Com 64 anos de idade. Pasme. Fui aprovada. nem eu acreditava que eu ia ser aprovada. Recebi um telefonema e me chamaram para ir aplicar os documentos. 64 anos, meu Deus! E ainda me sinto produtiva. Produtiva e feliz. Acho que ser rocket woman é legal. Legal mesmo. Então? ‘Bora ser! Rocket woman, rocket man, vamos ser idosos, vamos ser felizes, isso é o que importa. Felicidade está na nossa cabeça, não no número da nossa idade. Ok? Beijos, kisses para todos. Tchau.”

Que ótimo Silvia, rocket woman que aos 64 de idade parece estar mais ativa que muita garotinha por aí! Quer dizer que eu sou uma criança de 60 anos de idade? Que maravilha! Seu comentário é um sopro de esperança, viu? Fazendo acontecer, produtiva… Você parece focar a vida em seus pontos fortes, não é? Assim vai longe, viu? Muito obrigado pelo comentário!

Muito bem. Se a Silvia mandar um endereço aqui no Brasil, receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculino e feminino. PRUDENCE é a marca dos produtos que a DKT distribui como parte de sua missão para conter as doenças sexualmente transmissíveis e contribuir para o controle da natalidade.  O que a DKT faz é marketing social e você contribui quando usa produtos Prudence. facebook.com/daktbrasil

Vamos lá então! Lalá, cê viu só, hein? Sou um jovem com 60 anos, então hoje eu quero com potência, com energia!

Lalá – Na hora do amor, use Prudence.

Muito bem. O CoachCast é um podcast criado pessoas que se reuniram para tratar dos pontos fortes e fracos que nos impulsionam ou então nos impedem de conquistar nossos objetivos. Você já deve ter ouvido muito essa palavra, esse termo “coach”, não é? Ele está muito em moda, viu? Ele vem de Coaching, palavra em inglês que indica uma atividade de formação pessoal em que um instrutor (o coach) ajuda o seu cliente a evoluir em alguma área da sua vida. O conceito de coaching surgiu nas universidades norte-americanas para definir uma espécie de tutor particular. Quem está à frente do CoachCast é o Paulo Siqueira, que me propôs um bate-papo que foi bem interessante.  Ele achou minhas forças…  Aqui vai:

(Como em todos os programas especiais, não teremos a íntegra do texto)

E é assim então, ao som de O Barquinho, o clássico de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli com o violão de Aderbal Duarte, que vamos saindo de mansinho.

E aí, hein? Ficou curioso com essa história de coaching? É cara. Procura um aí que você vai ver que dá diferença, faz diferença.

Com o pensativo Lalá Moreira na técnica, a exuberante Ciça Camargo na produção e eu, este monte de fraquezas e de forças em permanente luta, Luciano Pires, na direção e apresentação.

Estiveram conosco a ouvinte Silvia, Aderbal Duarte e o Paulo Siqueira do Coachcast, que você pode conhecer acessando coachcast.com.br. Os links vão estar no roteiro deste programa.

O Café Brasil só chega até você porque a Nakata, também resolveu investir nele.

A Nakata, você sabe, é uma das mais importantes marcas de componentes de suspensão do Brasil, fabricando os tradicionais amortecedores HG. E tem uma página no Facebook repleta de informações interessantes para quem gosta de automóveis. Dê uma olhada lá, que vale a pena: facebook.com/componentesnakata.

Tudo azul? Tudo Nakata!

Este é o Café Brasil. Que chega a você graças ao apoio do Itaú Cultural e do Auditório Ibirapuera. De onde veio este programa tem muito mais. Visite para ler artigos, para acessar o conteúdo deste podcast, para visitar nossa lojinha no … portalcafebrasil.com.br.

Mande também um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E se você está fora do país: 55 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o canal Café Brasil.

Olha só: o Café Brasil abriu um negócio chamado Confraria, cara! É ali que se juntam pessoas interessantes e interessadas em trocar ideias, em discutir temas de uma forma que não tem agressão, você pode dizer o que quiser, ninguém vai te xingar, ninguém vai brigar com você. A gente está a fim de construir alguma coisa positiva, de crescer todo mundo junto. Se você quiser fazer parte acesse o portalcafebrasil.com.br e clique ali no banner que fala do cérebro tanquinho.

E para terminar, da escritora Rikki Rogers:

A força não vem daquilo que você consegue fazer. Ela vem da superação dos obstáculos que você um dia pensou que não conseguiria vencer.