Podcast Café Brasil com Luciano Pires
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

596 – A complicada arte de ver – revisitado
596 – A complicada arte de ver – revisitado
“A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o ...

Ver mais

595 – A empatia positiva
595 – A empatia positiva
Se você construir uma linha emocional imaginária, numa ...

Ver mais

594 – Sultans of Swing
594 – Sultans of Swing
Láááááá em 1977 uma obscura banda inglesa começou a ...

Ver mais

593 – Chororô
593 – Chororô
Uma das reações mais lindas do ser humano tem sido ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

LíderCast 93 – Max Oliveira
LíderCast 93 – Max Oliveira
Max Oliveira, empreendedor que fundou a Max Milhas, uma ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

País de Santos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Há dias um assunto artificialmente inflado ocupa sites e jornais: A posse interrompida da ex-quase-futura ministra do Trabalho, deputada federal Cristiane Brasil (PTB/RJ), filha do conhecido ...

Ver mais

Jonatan, o Tolo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Jonatan é o tolo cuja credulidade fantasiosa corrompeu qualquer traço de inocência

Ver mais

Projeções econômicas do Brasil para 2018
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Projeções econômicas do Brasil para 2018[1] Com uma sólida formação humanista, um economista pode afirmar que quanto menor a intervenção do Estado na economia de mercado, mais rico será este país ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas
Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas
Num cafezinho anterior falei sobre a importância de ...

Ver mais

Cafezinho 38 – A agarra
Cafezinho 38 – A agarra
Basta implantar uma dúvida, uma agarra... e pronto! A ...

Ver mais

Cafezinho 37 – Sobre críticas
Cafezinho 37 – Sobre críticas
Saber avaliar as críticas é fundamental, mas saber ...

Ver mais

Cafezinho 36 – Velhos problemas
Cafezinho 36 – Velhos problemas
O Brasil não tem problemas novos.

Ver mais

510 – LíderCast III

510 – LíderCast III

Luciano Pires -

apoio dkt

Este é um programa especial para explicar a você o que teremos na terceira temporada do LíderCast, nosso podcast que conversa com gente que faz acontecer sobre liderança e empreendedorismo.  E também para falar das mudanças que faremos no sistema de distribuição do LíderCast. Ó! Tem coisa nova aí, hein?

Posso entrar?

Amigo, amiga, não importa quem seja, bom dia, boa tarde, boa noite, este é o Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Este programa chega até você com o apoio do Itaú Cultural e do Auditório Ibirapuera que, como sempre, estão aí, a um clique de distância. facebook.com/itaucultural e facebook.com/auditorioibirapuera.

E quem vai levar o exemplar de meu livro ME ENGANA QUE EU GOSTO é o Dionizio Moretti, de Valinhos

“Bom dia, boa tarde, boa noite, equipe do Café Brasil. Meu nome é Dionizio Moretti, falo de Valinhos no estado de São Paulo e ontem fiquei andando de bicicleta e por duas horas escutando no LíderCast a entrevista com o Ozires Silva. Pô! Foi uma paulada, viu! Eu conheço o Ozires Silva de maneira publica né, nos noticiários, na história dele. Eu tenho 53 anos de idade, na minha adolescência eu, como um apreciador da aviação, sempre acompanhava as notícias da evolução da EMBRAER, através da revista FLAP que é editada até hoje sobre aviação e eu sempre fui fã do Ozires Silva. Sempre. O que ele fez, foi uma construção assim, única no Brasil, uma empresa brasileira. E ontem eu ouvi na entrevista que você nos proporcionou, que vai ficar no meu arquivo histórico, eu vi o lado humano do Ozires Silva. Eu vi a liderança nas palavras dele, porque a gente só tem notícia da imprensa né, de uma maneira pública e ontem, aquele senhor falando de toda trajetória, toda a busca por um sonho… Olha! Em vários momentos, como vi vocês mesmo na entrevista, eu me emocionei. Brilhante viu Luciano. Muito brilhante. Continue sempre trazendo essas personalidades que são os verdadeiros brasileiros que estão inscritos na história deste país. Um abraço. Não perco um Café Brasil nem o LíderCast.”

Caro Dionizio, você acertou na mosca, viu: foi uma paulada. A entrevista com Ozires Silva, que está na segunda temporada do LíderCast talvez seja a mais importante e completa que eu já fiz. E me fez sentir um privilegiado. Mas tem de ouvir para saber do que que a gente tá falando, viu?

Muito bem. O Dionizio receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculino e feminino. PRUDENCE é a marca dos produtos que a DKT distribui como parte de sua missão para conter as doenças sexualmente transmissíveis e contribuir para o controle da natalidade.  O que a DKT faz é marketing social e você contribui quando usa produtos Prudence. facebook.com/dktbrasil

Vamos lá então! Lalá! Hoje eu quero como um verdadeiro líder.

Na hora do amor

Lalá – Use Prudence!

Muito bem! Olha só. O LíderCast é um é um bate papo. Não é uma entrevista, é uma conversa com mais ou menos 80 minutos de duração, que eu decidi fazer não só com empresários ou com líderes ou com o pobre que virou milionário, sabe. Esse modelo é legal, tem uma série de histórias mas, eu botei outra coisa na minha cabeça. Eu queria conversar com gente que faz acontecer. E não me interessa quanto dinheiro ela tem no banco, não me interessa se ela é famosa, se ela é bem sucedida… Me interessa o seguinte: qual o propósito que move essa pessoa pra fazer aquilo que ela faz? Por isso a gente traz aqui todo tipo de gente.

E a terceira temporada que acaba de ser lançada conta com 20 entrevistas, nesta ordem:

Slide17

LíderCast 25 –Sandro Magaldi que está à frente do MeuSucesso.com, um projeto que tem impactado a vida de muita gente.

Hoje eu lidero uma plataforma de conhecimento. Nós temos mais de 150 horas de conteúdo, mais de 80 aulas, muito mais, são 140 aulas hoje. Muitas vezes uma pessoa chega e manda uma pergunta pra mim: Sandro, sou novo aqui na plataforma. Por onde eu começo? Que que ele tá querendo dizer isso, por onde eu começo, Luciano? Sabe qual é a minha resposta? Por onde você quiser…

paulo rabelo

Lidercast 26 – Paulo Rabello de Castro um dos coordenadores do Movimento Brasil Eficiente.

Se o seu condomínio é um “balança mais não cai”, como eu chamo o condomínio do Brasil, você tem um condomínio pra parte da manhã, um condomínio pra parte da  tarde, um condomínio pra parte da noite, pra pagar funcionários que devem aparecer de manhã, de tarde e de noite, sendo que metade deles não aparece, tem vazamento por tudo quanto é lado e quando se chama o elevador, ele não vem. Esse é um pouco o caos que o Brasil vive, ou seja, existem os gastos mas, os gastos não correspondem em qualidade de serviço praquilo que você imaginava e eles já passam o valor do aluguel do prédio onde você mora. Ou seja, o condomínio e quando você fala na tal carga tributária, 40% do PIB, o PIB seria o aluguel.

MAX

Lidercast 27 – Meu amigo Max Gehringer, escritor e palestrante, um daqueles mentores que nos ajudam a enxergar em meio ao nevoeiro.

Eu já tinha tido que explicar, na área industrial, como é que eu conseguia ser diretor industrial sem ser engenheiro. Agora eu vou pra venda – você nunca fui vendedor – dá licença, né? É tudo a mesma coisa, é gente. Com necessidade, com vontade, com queixa, com desespero, esse tipo de coisa. Falei: junta todo mundo aqui. Tem três ou quatro que são mais experientes aqui, tem dois ou três aí que eu já desconfiei da cara deles, o resto parece tudo gente legal, falei: gente! Escuta! É resultado!

Slide15

Lidercast 28 – Roberta Omeltech, que está à frente de uma empresa de educação corporativa, atuando nas áreas de liderança, vendas e educação financeira.

O que eu mais vejo, a grande maioria das pessoas, numa sociedade mascarada e aí todos esses problemas ficam lá quietinhos. Ninguém quer andar no meio da Paulista e falar: estou super endividado, estourei no cartão e tal, tal tal. Pode ser má administração financeira, pode ser falta de conhecimento. mas, pelo que eu estudo e pela experiência das pessoas que eu venho atendendo, é completamente comportamental. Como que é a sua relação com o dinheiro. Como que você foi educado. Então assim: o cara não tinha nada, saiu do buraco, ele começou a ter grana, pronto! eu vou torrar!

LEANDRO

Lidercast 29 – Meu amigo Leandro Martorani, um empreendedor inquieto que, a partir de uma visão sempre em busca de oportunidades, criou empresas que inovam em seus segmentos.

Eu tinha ali um negócio interessante porque, a maioria dos meus amigos não são empreendedores né, então meu amigos não funcionavam. O meu pai não é empreendedor. Ele é um executivo carreirista que trabalha com uma coisa que não tem nada a ver com comunicação, então pra ele também não funcionava. Só que eu tinha trabalhado com um cara que eu admiro demais até hoje e é, informalmente, o meu mentor profissional, que é o Daniel Viunisk, que é o gerente de marketing lá da Webmotors, que é um cara pouquíssimo mais velho que eu, mas tecnicamente muito mais preparado. 

Slide5

Lidercast 30 – Confucio Moura, médico, político, governador de Rondônia, que está aos poucos revolucionando seu estado e colocando-o à frente de importantes índices de desenvolvimento no Brasil.

Nunca vi nada igual. O pessoal fala assim: mas, está havendo  muita corrupção hoje. Mas, eu creio que no passado tinha mais. … mais corrupção, porque naquele tempo o político realmente não era fiscalizado de jeito nenhum. Tava tudo escondido. Então agora, aqueles coronéis que tocavam a política, usavam tudo pra se eleger, famílias, né, agora não. Hoje é tudo muito transparente, tudo é vasculhado pela Polícia federal, tudo é grampeado, tudo é visto na Controladoria Geral da União, tem acesso aos processos, qualquer denúncia, mesmo anônima, é objeto de apuração. Então eu creio que nessa marcha que tá andando o Brasil, entre vinte anos pra frente, a cinquenta anos, o país ele… você vai ter dificuldade de achar quem queira candidatar. 

Slide3

Lidercast 31 – O grande Bruno Garschagen, escritor, podcaster, um jovem intelectual brasileiro com uma visão cristalina sobre política social e os desafios para o Brasil chegar lá.

Esse amigo meu e aí vem a parte excêntrica da história, me fez o favor de morrer na minha casa, ele morreu no meu apartamento. O que é uma coisa extremamente deselegante né, pra usar outro eufemismo inglês…

Luciano – …que sujeito folgado…

… pois é né… tanto amigo pra ele escolher, foi… escolheu… enfim: morreu na minha casa, teve um infarto de madrugada e eu acordei e ele estava na minha sala morto. Bom. Ele morreu, foi uma tragédia e tal, nao cabe aqui ficar contando os detalhes. A morte dele me fez refletir sobre a brevidade da vida e aquela coisa de você escolher prioridades e não se deixar levar por um certo conforto de, por exemplo, você ter um salário fixo pra pagar as contas, que era o que eu tinha.

Slide1

Lidercast 32 – Andrea Sebben, psicóloga intercultural que tem uma visão fascinante sobre o jeito de ser do brasileiro e os desafios de integração entre as culturas deste mundo globalizado.

Vou te dar um exemplo: estou com engenheiros britânicos e brasileiros, o britânico chega para o brasileiro e diz: tu vais entregas as peças no prazo? E o brasileiro diz: não, fica tranquilo, se Deus quiser, o mês que vem ta aí. O britânico olhou pra mim e disse: eu não entendi: Deus trabalha na empresa? Então, essas formas se chocam o tempo todo. Eu vou falar só desses dois: mas, quem é Brasil: coação ou controle? ]

Luciano – …o Brasil é coação…

… coação, … ele é coação…

Slide6

Lidercast 33 – Edrey Momo, proprietário de diversos restaurantes conhecidos pela qualidade do serviço e da culinária e que tem uma história fascinante sobre liderança e empreendedorismo.

Se eu tivesse hoje 20 anos, eu seria um avião de trabalhar. Pra mim nao tem problema de trabalho. trabalho muito até hoje. E eu vejo que eles tem preguiça, realmente. Pra mim, o grande problema hoje é que a gente está criando uma sociedade preguiçosa. … Eu vejo pelos meus pais enfim, tudo que vem pra trás da gente, são histórias de gente que ralou mesmo, tipo ralou mesmo. Minha mãe trabalhava na Cetesb, saia da Cetesb e ia pra pizzaria, trabalhava na pizzaria, nos primeiros anos. Sábado, domingo, feriado, o dia inteiro. Antes de trabalhar na Cetesb, quer dizer, quando ela começou a trabalhar na Cestesb, resolveu fazer faculdade. Tinha dois filhos. Quando a pessoa dorme, né? Meu pai também dava aula em nove escolas, tinha a orquestra sinfônica, tinha mais não sei o que e ia pra pizzaria à noite. Os exemplos que eu tive, foi assim pô, esses caras ralam muito. Se eu quiser ter alguma coisa, eu tenho que ralar. 

MADIA

Lidercast 34 – Francisco Madia, um dos pioneiros do marketing no Brasil, que é uma enciclopédia viva e tem uma visão fascinante sobre o mundo dos negócios, da propaganda e do marketing.

Todas as empresas de telefonia saíram alucinadas pra pegar 12%, 15%, 20%, era isso. Elas não tinham nenhuma política de fidelização, de fazer com que o cliente tivesse um serviço legal, que continuasse. O problema…. depois a gente resolve isso. Primeiro vamos colocar pra dentro e depois a gente resolve isso. Mas, esqueceram de fechar a porta dos fundos e ….. isso acabou induzindo uma cultura. Já deveriam ter resolvido isso há muito tempo. Todos os sistemas hoje deveriam contemplar um atendimento de excepcional qualidade, não é? Porque é de uma burrice atroz você ficar conquistando e perdendo clientes. Mas, essa cultura de início, essa cultura de desespero de ocupar espaço, acabou impregnando toda uma atividade e você tem dificuldade de tirar ela. Então, quando você vai analisando os diferentes setores de atividade, você vai encontrando diferentes estágios culturais, diferentes características de cultura que leva a isso.

Slide11

Lidercast 35 – Nonô Figueiredo, piloto de competição com uma história de vitórias e sucesso e uma visão saborosa sobre nossa capacidade de julgamento e tomada de decisão.

Sempre o que me moveu Luciano, é colocar objetivos. Quando eu vi que eu não ia chegar na Fórmula I, eu falei: eu quero ser o melhor piloto do mundo de carros de turismo, né. Isso assim, eu conversando com você, eu vou resgatando essas memórias. Eu vou ser o melhor piloto do mundo de carros de turismo. Que que eu tenho que fazer para ser o melhor piloto do mundo de carros de turismo? Primeiro: começar a correr em carros de turismo. Depois, ir para a Inglaterra que é lá que está o melhor campeonato do mundo, é a Formula I dos carros de turismo. Eu fui e cheguei e corri. 

Slide15

Lidercast 36 – Rodrigo Buchiniani, ele é advogado e empreendedor do terceiro. Setor. Rodrigo é do circo cara e tem uma história fascinante relacionada à arte da rua.

Entrei na faculdade de direito em 2001 e já estava no circo, então primeira semana de faculdade eu andei de perna de pau no pátio da faculdade. Festas universitárias, jogos jurídicos eu sempre fui e levei os malabares, cuspia fogo, andava de perna de pau. Então, nesse sentido eu consegui muita abertura com os alunos e com a faculdade. No entanto, quando eu abri a boca e defendi a liberdade de minoria, de qualquer um, a livre possibilidade de emitir opinião, romper paradigmas, buscar, exigir do professor explicação melhor, então os alunos não me entendiam em muita coisa. Os meus colegas de sala. E até hoje né. Me taxavam de coisas que… preconceituosas, coisas do século passado, né. 

Slide12

Lidercast 37 – Ricardo Marques, alto executivo vice-presidente da Unilever, com uma conversa enriquecedora sobre o papel das lideranças para fazer acontecer.

A minha primeira função de liderança relevante foi quando eu fui pra vendas. Então, eram duas quebras de paradigma muito grande. Primeiro que eu realmente não tinha tido uma equipe grande antes e no caso de uma equipe comercial são muitas pessoas, então eram três gerentes que eram muito sêniors, tinham muita experiência, eu já falei, eles tinha basicamente a idade do meu pai e aí você tinha coordenadores de vendas, vendedores espalhados por nove estados, era o nordeste, então promotores, então você tinha uma equipe de cento e cinquenta pessoas, por baixo.

Luciano – Você estava comandando essa equipe?

Essa equipe. Com 27 anos. 26 pra 27. E eu não sabia o que fazer. 

Slide14

Lidercast 38 – É a Barbara Stock, empreendedora serial, que está desenvolvendo um projeto de empreendedorismo para crianças.

Nunca tenha uma bica te dando água. Porque se faltar água nessa bica, você passa sede. Sempre tenha mais de um negócio. E eu cresci desde 14 anos com essa coisa na cabeça. E eu, como filha de pai empresário, eu já vi meu pai passar altos e baixos e muitos baixos. Aqui no Brasil, um empresário passa muitos baixos. Dizer que são flores, é mentira. Todo mundo sabe que não. É muito difícil empreender aqui. Seriamente é muito difícil. Então eu acreditava que o erro do meu pai… eu sempre acreditei que o erro do meu pai era justamente esse. Só ter uma bica. 

Slide16

Lidercast 39 – Ronny Clayton D´Ajuda, pastor batista que desenvolve um trabalho social na África. Uma conversa sobre fazer acontecer mesmo com poucos recursos.

Às nove horas da manhã eu cheguei na loja, nome limpo, renda compatível, declaração de imposto de renda, tudo certinho. Escolhi o carro, um Gol 2004. Já era um avanço pra quem tinha um Fiat 88. E aí eu falei: tudo certinho? Fizemos lá, preenchi a papelada, tudo certo, nenhum problema. Deu 10 horas, 11 horas, meio dia, fui almoçar num shopping perto, com a minha esposa, voltei, 3 da tarde a mulher falou assim: Rony, é o seguinte. Sem o fiador você não vai conseguir. Eu falei: mas, por que? Ela falou: olha. Eu vou falar a verdade pra você. Quando eu coloco aqui pastor, não aprova. 

LEO

Lidercast 40 – Leo Lins, comediante que decidiu um dia que seria comediante. E estudou para isso cara, inclusive escrevendo dois livros a respeito.

As histórias, algo que o stand up trouxe também é muito verdadeiro. Outra frase que tem é que o stand up é a coisa mais próxima da verdade que tem. Ali… você pode… o Chico Anísio tem uma piada de arma, ele ganhou uma arma, era a única criança do bairro que tinha uma arma … depois… a piada é que ele matou outras crianças com a arma, é isso. É obviamente que ele não fez isso. O stand up até permite, óbvio, você pode… parte da graça da piada é um exagero, essa é uma ferramenta até. A hipérbole. Mas, o stand up, ele é muito próximo da verdade, sabe. Se eu… eu não vou mudar de time ou de religião pra agradar uma platéia. Eu não vou. Eu sou Botafogo. Eu não vou… fazer um … se eu ver que tem muito corintiano aqui, a maioria é Corinthians, então eu vou falar que eu sou Corintihans hoje. Você não pode fazer isso. Você não é um personagem. 

Slide4

Lidercast 41 – É o Cassio Politi, especialista em marketing digital e criação de conteúdo, para uma conversa sobre o futuro. Pra onde vai esse mundo digital, hein?

… por culpa do jornalista. Porque o jornalista é… e eu sempre… fui um pouco diferente nesse ponto, o que não me faz melhor, não me faz um jornalista melhor, talvez só me conduzisse para um outro caminho, que é assim: eu nunca tive muito aquele pensamento do jornalista, o ranço do jornalista, que eu acho que é o grande mal da profissão. Que é aquela coisa de você ser meio sindicalista, ser meio mal humorado e… você pode ser tudo isso, se você se aprofundar, né? Se você for um cara que conteste, mas conteste com estudo, com base, com… aí OK. Você no fundo vai discordar pra contribuir. O jornalista não. Ele se sente muito poderoso, ele foi poderoso por um momento, diminuiu muito agora. E eu comecei dentro dessas empresas… você ganha um salário miserável,lembrar assim… eu tenho um pouco de saudade de redação, eu lembro do hollerith, não tenho nenhuma saudade. A saudade passa rapidinho. 

Slide19

Lidercast 42 – Roberto Tranjan, educador de líderes, o homem que criou o conceito da Metanóia e que fala de liderança com foco no ser humano.

Eu notava que tinha empresários que… então eu ia na parte da manhã numa empresa e o cara tava reclamando da vida, e tá difícil, tá desempregando e tem que mandar gente embora, muito parecido com isso que a gente vê. E na parte da tarde eu ia numa outra empresa, num outro bairro em São Paulo e era o contrário. Abrindo filial, expandindo, importando máquina. E eu falava: o que é que tem de diferente do empresário da manhã para o empresário da tarde. É tudo igual. A mesma economia, a mesma taxa de juros, a taxa de câmbio… eu falei…o que que tem de diferente. Bom. Aí vem algumas respostas mais simplistas. O ramo de atividade, todos falavam  pra mim: no meu ramo de atividade você não conhece, é muito predatório, a concorrência é braba. Então eu não. Deve ter algo  que faz uma diferença que não é o ramo de atividade, que não é a economia e aí eu .. e sim, o que faz a diferença aqui, não é a economia, aqui não é o ramo de atividade. É uma qualidade de olhar  que o da manhã tem que o da tarde não tem. Ou melhor, que o da tarde tem que o da manhã não tem. É uma qualidade de olhar. Tem alguma coisa do lado de dentro, que não é do lado de fora já que o lado de fora é igual pra todo mundo. Só pode fazer a diferença alguma coisa do lado de dentro. E esse lado de dentro é o olhar através do qual você enxerga a realidade. 

Slide2

Lidercast 43 – Claudio Tomanini, meu amigo, professor, consultor, palestrante e invocado, cara! Tomanini é um quebrador de regras que fala aquilo que precisamos ouvir.

Aí eu subi, eu estava tomando café e aí você escuta: fogo, fogo, fogo, fogo, fogo, o anjinho da guarda diz o seguinte: tá. Espera pra ver o que dá. Espera pra ver o que dá.

Luciano – você estava em que andar. O sétimo?

… no sétimo. Mas o curioso é que o incêndio  começou no sétimo andar. E aí, vai vai vai, não vai, no resumo da história, quando ele começou a invadir o sétimo andar, que era de baixo pra cima, mas ele subiu muito rápido, eu sai. E fui uma das últimas, talvez a última pessoa a sair. O bombeiro me pegou, achando que eu estava com alguma coisa… não tenho nada, tá tudo bem…Obviamente na minha passagem entre o carro do bombeiro até o carro da ambulância, só pra ver se eu estava bem,  colocaram oxigênio e tal, caiu pelo menos uns dois corpos do meu lado. Corpos não. Pessoas. Eu lembro que a impressão que tinha, sabe bexiga quando você joga com água, o barulho é igual e a situação é muito igual. 

Slide18

E encerrando a temporada, o Lidercast 44 com Diogo Portugal, um dos pioneiros da stand up comedy no Brasil, a ovelha negra da turma que tinha tudo pra dar errado… e deu certo.

Eu estou sujeito a isso cada vez que eu entro no palco. Esses dias eu fiquei um tempão, teve férias e quando eu voltei a trabalhar eu tava enferrujado. Eu entrei no palco e eu falei: caramba! Eu estou sem pegada nenhuma. Eu preciso retomar essa plateia, que que tá acontecendo! E aí, eu fui me encontrando… E essas horas é complicado, aí que eu acho que a experiência vem com você, né. Porque você fala assim, quanto mais eu forçar a barra, menos eles vão me aceitar. Eu vou tentar deixar mais orgânico assim, ficar mais à vontade com eles e aí fui retomando o ritmo do show e a partir da metade do show pra frente foi perfeito assim. Mas no começo eu estava… não sei se a plateia estava dura comigo ou eu que estava duro com a plateia, sabe. Tem isso também. 

As temporadas I e II do LíderCast foram lançadas de uma vez só. Todos os programas disponibilizados ao mesmo tempo. A terceira temporada também será assim mas preste atenção, olha só: somente quem for assinante da Confraria Café Brasil terá acesso à temporada completa. Os vinte programas de uma vez só. Para os não assinantes a temporada será disponibilizada com a publicação de um episódio por semana. Gratuitamente no feed atual do programa. Os não assinantes portanto, levarão vinte semanas para ouvir todos os programas. Os assinantes podem baixar tudo de uma vez e ouvir numa paulada só. Segura as pontas cara: devem ser umas 26 horas de conteúdo.

Além disso, os 24 primeiros programas anteriores, das temporadas I e II, vão ser transferidos para a Confraria. E a ele terão acesso apenas os assinantes. Vai ser uma espécie de arquivo onde só assinante tem acesso.

A Confraria Café Brasil foi criada para dar acesso a conteúdos exclusivos para pessoas que ao enxergar valor no trabalho que a gente faz aqui, estão dispostas a pagar por ele. Fazendo a assinatura, você terá acesso a uma área exclusiva no Portal Café Brasil e receberá um feed individual através do qual vai receber os conteúdos específicos. Você entendeu? Vai ter um feed só seu. Além disso você fará parte de um grupo também exclusivo no Telegram, onde trocamos ideias, conteúdos e fazemos uma interação muito diferente da troca de ofensas que hoje impera nas mídias sociais.

Estamos construindo um negócio diferente aí com a Confraria. E sabe qual é o custo mensal pra fazer parte da Confraria, hein? Dez reais. Isso mesmo. Dez reais: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10. É mais barato que aquela cerveja quente que você toma na balada e depois mija ela fora. É mais barato que aquela meia hora de estacionamento no centro da cidade. R$10,00 – dez reais.

Pra fazer parte da Confraria acesse o portalcafebrasil.com.br e clique no banner FITNESS INTELECTUAL PRA QUEM QUER CÉREBRO TANQUINHO. E além disso, você pode cancelar a assinatura no momento que quiser.

Vou resumir então: você que já assina o feed do LíderCast, não vai perder nada, tá? Você vai receber os programas toda vez, uma vez por semana, todos os vinte programas. Vai levar vinte semanas pra ouvir toda sequência da terceira temporada. Você que assinar a Confraria pagando R$ 10,00 – dez reais por mês, terá acesso imediato a todos os vinte programas da terceira temporada. E além disso ao arquivo com os programas anteriores, além de uma série de outros mimos aí, que olha: valem muito, mas muito mais que dez reais.

É isso então. Bem-vindo ao LíderCast, onde você aprende com a experiência de quem está fazendo acontecer.

É assim então, ao som da trilha do LíderCast, que este Café Brasil vai saindo de mansinho.

Com o curioso Lalá Moreira na técnica, a empreendedora Ciça Camargo na produção e eu, o agitado, Luciano Pires, na direção e apresentação.

Estiveram conosco…bom, toda a turma do LíderCast III, né?

O Café Brasil só chega até você porque a Nakata, também resolveu investir nele.

A Nakata, você sabe, é uma das mais importantes marcas de componentes de suspensão do Brasil, fabricando os tradicionais amortecedores HG. E tem uma página no Facebook repleta de informações interessantes para quem gosta de automóveis. Dê uma olhada lá, que vale a pena: facebook.com/componentesnakata.

Tudo azul? Tudo Nakata!

Este é o Café Brasil. Que chega a você graças ao apoio do Itaú Cultural e do Auditório Ibirapuera. De onde veio este programa tem muito mais. Visite para ler artigos, para acessar o conteúdo deste podcast, para visitar nossa lojinha no … portalcafebrasil.com.br.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E se você está fora do país é: 55 11 96429 4746. E também estamos com um canal no Viber, o canal Café Brasil.

E olha só. Você que curte o Café Brasil e quer contribuir aliás, quer dividir com a gente, quer compartilhar o nosso propósito, agora pode participar da Confraria Café Brasil.  Você acessa o portalcafebrasil.com.br e clica no banner que está lá em cima tá escrito ASSINE. O lugar onde o seu cérebro vai praticar o FITNESS INTELECTUAL PRA FICAR TANQUINHO. E participando da Confraria você vai ter um grupo no Telegram, vai ter um monte de gente interessante trocando ideias e custa a bagatela de R$ 10,00, dez reais por mês, pra ter um conteúdo que você vai carregar pro resto da vida.

Muito bem. E para terminar, uma frase de Warren Buffet:

Preço é o que você paga. Valor é o que você obtém.