Iscas Intelectuais
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

586 – LiderCast 7
586 – LiderCast 7
E o LíderCast vai para a sétima temporada! No programa ...

Ver mais

585 – Tolerância e relativismo
585 – Tolerância e relativismo
Quando aceitamos o relativismo, cada pessoa tem direito ...

Ver mais

Café Brasil 584 – O muitos e o um
Café Brasil 584 – O muitos e o um
Que loucura é essa na qual embarcamos? As pessoas estão ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

LíderCast 086 – Gustavo Succi
LíderCast 086 – Gustavo Succi
Gustavo Succi, é especialista em empreendedorismo na ...

Ver mais

LíderCast 085 William Polis
LíderCast 085 William Polis
William é um daqueles empreendedores que a gente gosta: ...

Ver mais

LíderCast 084 Rodrigo Azevedo
LíderCast 084 Rodrigo Azevedo
LiderCast 084 – Rodrigo Azevedo – Rodrigo Azevedo é ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

A história secreta da criatividade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A história secreta da criatividade  Leitura com elevada agregação de conhecimento “Montar uma organização criativa é difícil, mas mantê-la criativa é muito mais. Por quê? Porque todo paradigma ...

Ver mais

Sobre uma incrível oportunidade que perdi na vida
Mauro Segura
Transformação
Nem sempre é fácil avaliarmos as oportunidades que a vida coloca diante de nós, principalmente quando somos muito jovens. Essa é uma história que nunca contei para ninguém, diz respeito a uma ...

Ver mais

Aplicando 5S na vida pessoal
Tom Coelho
Sete Vidas
“Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo, e fazer bem-feito.” (Pitágoras)   Em Administração, utilizamos um expediente importado lá do Oriente, mais precisamente do Japão ...

Ver mais

Irmãos cara de pau
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Tudo bem, o Brasil todo tá cansado de saber que ministério é apenas moeda de troca política; bons tempos em que servia só para alavancar os assuntos, prioridades e planejamento de cada pasta. ...

Ver mais

Cafezinho 20 – A professora
Cafezinho 20 – A professora
imagine se milhares, milhões de brasileiros pensassem ...

Ver mais

Cafezinho 19 – Mia Couto
Cafezinho 19 – Mia Couto
Mia Couto fala de umas coisas que têm sido esquecidas: ...

Ver mais

Cafezinho 18 – Indicativa x Impositiva
Cafezinho 18 – Indicativa x Impositiva
Indicativa x impositiva. Uma palavrinha muda tudo...

Ver mais

Cafezinho 17 – Oportunismo disciplinado
Cafezinho 17 – Oportunismo disciplinado
Oportunismo disciplinado. Mais que os 60% de ...

Ver mais

Você pensa que escolhe?

Você pensa que escolhe?

Labi Mendonça - Iscas Anarquiscas -

voce_acredita

Dezembro fecha o ano, mas abre a porteira da ilusão. Todo ano é praticamente igual. Bate uma falsa sensação de “irmandade” nas pessoas e quase todo mundo acha que sente uma humanidade maior correndo nas veias.  Tudo produto do marketing. As campanhas vão robotizando as emoções, os desejos, as intenções, as atitudes, a sensação de balanço geral emotivo, e quase todos que podem esquecem suas mazelas, as pessoas ocultam a sua crueldade cotidiana, para “vestir” a fantasia generosa do natal, aquele falso espírito que faz todos se sentirem obrigados a demonstrar bondade e gratidão. Mas não é genuíno. É tudo muito fabricado, mas você pensa que é seu livre arbítrio…

02014-8-09-2014-540d8998d54ca

Religião, festividades, tradições culturais se misturam, cada vez mais manipuladas pelo marketing e movimentam um período de grandes excessos e pouca consciência. E você pensa que escolhe tudo que faz ou decide… Não é isso.

Marketing-5

No fundo, quase todos desejam relaxar e esquecer sua própria dificuldade, fugir de uma possível mediocridade. E para isso embarcam no movimento natalino, tentando criar essa fantasia de que o mundo é bom e ainda tem conserto. Faz muito tempo que o marketing vai trabalhando e consolidando isso, no universo cultural dos povos, e aquilo que começou como uma data de confraternização universal se transforma no exagero do consumo, do interesse em parecer amigo, bom, solidário e grato. Ao mesmo tempo, bate aquela força incontrolável para comprar, consumir, trocar, renovar, já que é para isso que foram investidos os bilhões de recursos na propaganda. Uma coisa puxa a outra… Bilhões investidos são para fazer render muito mais… E se você não segue essa onda, fica com depressão, achando que está fora do barco ou inferiorizado.

Natal-1224679227666_f

O que mais me angustia é que quando eu falo isso, a primeira reação das pessoas, ao me ouvir ou ler, é contestar, sentindo-se ameaçadas, tentando defender seu apego ao movimento natalino, com medo de perder o encanto, a fantasia, que funciona como uma dose de narcótico ou estimulante nas endorfinas consumistas do pessoal. Ninguém quer parar para analisar isso, e verificar que está sendo apegado a uma coisa que foi fabricada pela indústria do consumo exacerbado e com o tempo, a cada ano deforma totalmente o espírito original. Vira uma catarse generalizada de consumo e alienação.

christmas-santa-car-babe-1

Em vez de aproveitar a época para fazer um balanço de nossas atividades ao longo do ano, verificar se melhoramos como pessoas, rever critérios e prioridades, ganhar mais autoconhecimento, as pessoas querem desligar, anestesiar, embarcar na onda de comprar e pensar que é feliz. Nem que seja para comprar aquela fantasia temporária.

Ceia-41

Reunir a família, parentes, confraternizar, com uma comida gostosa e aproveitar esse momento de fim anual deveria ser o foco, a grande prioridade. Mas, isso acaba sendo apenas o pano de fundo… O que fica mais evidente é uma espécie de loucura, uma euforia que se usa como se fosse uma máscara num baile à fantasia. No plano real a contradição violenta entre as propagandas que passam na TV e as notícias que passam nos telejornais e reportagens nos deixam mais desesperados para a fuga.

Vou repetir o que acontece todos os anos:

– Acidentes no trânsito aumentam e com vítimas fatais;

– Filas intermináveis nos hospitais sem condições de atendimento;

– Enchentes e gente desabrigada em cidades castigadas pela chuva;

– Em algumas cidades nem se lembram de que os desabrigados estão ali desde o natal anterior.

– Guerra suja entre bandidos e polícia que mata mais do que guerra civil;

– Economia brasileira com sinais graves de anemia (há anos), e o governo não sabe mais como reverter essa crise;

– Na política os mesmos corruptos de sempre, eleitos pelos mesmos eleitores que reclamam, se agridem, se acusam, criam CPIs, gastam nossos impostos com reuniões estúpidas, e nada muda para a maioria da nação;

Corta-aZysUWA

Na imprensa eles fazem uma “mistureba” com uma série de informações manipuladas, distorcidas, de maneira a deixar o público sem noção do que realmente ocorre. E ninguém é capaz de acreditar que o poder e a imprensa negociam antes as verbas que permitem definir o que vai ser noticiado e o que vai ser confundido.

ReformaPolitica

E as pessoas, ainda insistem em dizer que a escolha de suas vidas é dela…

Até que o ano chega ao fim, ninguém quer fazer o balanço real da situação e estragar a festa. Ano que vem a gente vê, agora vamos relaxar…

E com isso o mundo continua ameaçado, por atitudes e decisões de uma humanidade que diz uma coisa, acredita no que diz, mas faz outra coisa.

Imagens da semana 199 - http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=11629

E aumenta o acumulo de lixo, especialmente o atômico, dejetos contaminam nascentes, indústrias abusam de recursos naturais, queimam vegetação, desmatam, desertificam, jogam lixo em excesso no ar, no mar e na terra, regulam a indústria de medicamentos para alimentar a venda de remédios, consumimos excessivamente sem necessidade, bebemos álcool em demasia e dirigimos nossos bólidos automóveis falando ao celular, sem nenhum respeito à vida, às leis, e a nós mesmos, agredimos e abusamos de animais, torturamos e matamos crianças por falta de atitudes…

Você pensa que escolhe… é você a pessoa boa que acredita no Espírito do Natal? OK… Então eu sou o PAPAI NOEL.

Voce-acredita-em-tudo-que-le

Ver Todos os artigos de Labi Mendonça