Iscas Intelectuais
Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

705 – Empreendedor: Meu malvado favorito
705 – Empreendedor: Meu malvado favorito
Meu, como tem empreendedor no Brasil, não é? Parece que ...

Ver mais

704 – 45 Minutos do Primeiro Tempo
704 – 45 Minutos do Primeiro Tempo
Patrick Santos é um jornalista que tem uma trajetória ...

Ver mais

703 – Fogo no Hall
703 – Fogo no Hall
Já fizemos diversos programas tratando da liberdade de ...

Ver mais

702 – Saindo da Bolha
702 – Saindo da Bolha
O Saindo da Bolha se anuncia como um podcast para quem ...

Ver mais

LíderCast 187 – Rabino Ventura
LíderCast 187 – Rabino Ventura
Um homem de fé, um rabino, com uma história fascinante ...

Ver mais

LíderCast 186 – Jorge Cury Neto
LíderCast 186 – Jorge Cury Neto
Radialista, um estudioso do impacto da voz humana na ...

Ver mais

LíderCast 185 – Sérgio Victor
LíderCast 185 – Sérgio Victor
Jovem Deputado Estadual do partido Novo por São Paulo, ...

Ver mais

LíderCast 184 – Michelle Susan
LíderCast 184 – Michelle Susan
Uma lutadora, que sai do zero para trabalhar em ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Todas mesmo?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Levado pelos ventos da modinha do movimento americano Me too, nascido da hipocrisia e do revanchismo de gente (genta, Dilma?) que não admite seu passado arrivista e joga para a plateia enquanto ...

Ver mais

Lendas urbanas volume um
Chiquinho Rodrigues
Ademar e Ademir eram gêmeos siameses isquiópagos. Gêmeos siameses xifópagos (E não XiPófagos como alguns entendem) são aqueles unidos por um segmento físico. A nomenclatura provém de xifóide que ...

Ver mais

A tolerância nos faz mais criativos
Henrique Szklo
Iscas Criativas
Neste momento em que uma indigesta polarização abraça o mundo, temos ouvido as pessoas de aparente bom senso propagarem por aí que é preciso tolerar as ideias diferentes das nossas. Bravo! Não ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Extensão e IntenSão* dos Termos (parte 10)
Alexandre Gomes
* Antes das piadas com o S no título, explico: a palavra “intensão” existe e é mais clara que “compreensão” (que poderia ter sido usada) por dois motivos: 1) a semelhança/oposição com a palavra ...

Ver mais

Cafezinho 256 – Mundos Morais
Cafezinho 256 – Mundos Morais
Talvez vivamos em mundos morais diferentes e nenhum ...

Ver mais

Cafezinho 255 – Melhores Inimigos
Cafezinho 255 – Melhores Inimigos
Queremos é o barraco

Ver mais

Cafezinho 254 – Morda a Isca
Cafezinho 254 – Morda a Isca
Quem morde a isca, aprende.

Ver mais

Cafezinho 253 – Brasiliência 2
Cafezinho 253 – Brasiliência 2
E a brasiliência, que poderia ser a nossa maior ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Extensão e IntenSão* dos Termos (parte 10)

Trivium: Capítulo 3 – Extensão e IntenSão* dos Termos (parte 10)

Alexandre Gomes -

* Antes das piadas com o S no título, explico: a palavra “intensão” existe e é mais clara que “compreensão” (que poderia ter sido usada) por dois motivos: 1) a semelhança/oposição com a palavra “extensão” e 2) em Lógica, o significado de “intensão” nem sempre coincide com o de “compreensão”. Veja o original inglês: intension = intensão, intention = intenção. Agora, vencida a piada fácil, vamos ao tema de hoje.

 

A EXTENSÃO e a INTENSÃO dos termos têm suas raízes na referência dupla do fantasma que é a IMAGEM mental dos objetos (referências extensionais), da qual o intelecto deriva o conceito (referência intensional).

Perceba que:

À medida que um termo CRESCE em INTENSÃO decresce em EXTENSÃO.

À medida que um termo CRESCE em EXTENSÃO decresce em INTENSÃO.

A Árvore de Porfírio (ilustração no alto do texto) ilustra a relação inversa entre a extensão e a intensão dos termos. Bem como a RELAÇÃO entre estas e a definição e a divisão.

A árvore é uma divisão progressiva, essencial e dicotômica, que vai da substância do SUMMUM GENUS até a INFIMA SPECIES homem.

No topo está o SUMMUM GENUS (a classe mais alta), que é a Substância. Note que não há mais nada acima no universo, que não possa ser descrito pelo termo “substância”, pois não há gênero ACIMA e do qual possa ter com parte sua o que seja chamado de substância. Enquanto que na base está o INFIMA SPECIES (a forma mais baixa) que é a mais baixa e menor das espécies. Na ilustração lá no topo do texto, na base da árvore você vê a palavra “HOMO” (homem, em latim), que se divide em dois grupos: SORTES e PLATO. Pois bem, PLATO é Platão, o filósofo; e SORTES (grande quantidade, em latim) significa todos os outros homens que não são Platão.

Dada a estrutura apresentada na figura lá de cima, não há mais como descer abaixo dessa divisão. Há Platão (homem individual) e todos os outros indivíduos no mundo. Qualquer outra divisão além dessa irá desfazer a definição de HOMO (homem). E, por favor, entenda que não estou excluindo as mulheres, elas estão ali no SORTES, pois fazem parte de todos os outros indivíduos. Enfim, Platão é o INFIMA SPECIES que não pode tornar-se um gênero por divisão subsequente em espécies ESSENCIALMENTE DIFERENTES.

A divisão que emana do SUMMUM GENUS até a INFIMA SPECIES é, portanto, uma série completa: não pode ser continuada ACIMA daquela primeira, nem seguir ABAIXO desta última. Vamos a outro exemplo! Veja esse esquema abaixo, um outro exemplo da Árvore de Porfírio:

Note que cada termo entre o SUMMUM GENUS (substância) e a INFIMA SPECIES (homem) pode ser tanto um gênero quanto uma espécie. Isso ocorre porque eles estão entre os dois limites apontados no começo desta frase. E por conta disso, são relativos. Ou seja, o termo é um gênero daqueles ABAIXO dele, e uma espécie daqueles que estão ACIMA dele. Por exemplo: “Animal” é o gênero próximo de “Homem” (está logo acima dele no eixo principal, ou tronco da árvore); “Corpo” é uma espécie de “Substância” (pois está abaixo deste último). E antes que você pergunte se existe alguma outra espécie de substância que não seja “Corpo”, eu digo “alma” é outra espécie de “Substância”. Pois “alma” é uma espécie de Substância IMATERIAL.

Importante! Veja que a linha tracejada mostra um caminho específico da classe mais alta Substância até a forma mais baixa Homem. Demonstrando que quanto mais descemos na árvore, mais específico se torna o objeto.

Assim sendo, você nota que a Árvore de Porfírio ilustra a lei de relação inversa entre a EXTENSÃO e a INTENSÃO dos termos: à medida que é aumentada a intensão da substancia (pela adição dos atributos material, animado, sensível e racional), sua extensão é diminuída. Ou seja, quanto mais eu defino, intensifico os detalhes sobre algum objeto, menos espaço eu tenho (menos extensão) para acumular objetos diferentes dentro do mesmo grupo (termo).

Em outras palavras, quando eu digo que José nasceu no Brasil, mesmo essa limitação é vaga. Ou seja, o termo “brasileiro” ainda tem bastante extensão. Mas basta eu acrescentar que José é Recifense, que esse acréscimo intensificou mais o significado da naturalidade dele, pois agora eu e você sabemos que José é brasileiro porque ele nasceu em Recife.

 

Por hoje é só. Volte por aqui em quinze dias para mais!

Ver Todos os artigos de Alexandre Gomes