Iscas Intelectuais
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

LíderCast 057 – Alexandre Borges
LíderCast 057 – Alexandre Borges
Hoje recebemos Alexandre Borges, publicitário, escritor ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Não contrate um comunista
Raiam Santos
Só com esse título, já deve ter gente se coçando para buscar meu CPF e tentar me processar por incitação ao ódio e preconceito. Calma, meus amigos! Sou o tipo do cara que odeia discutir política, ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

E agora, Tony?
Mauro Segura
Transformação
Representando a JBS nos últimos quatro anos, agora é hora de Tony Ramos assumir publicamente a sua posição de defensor da marca.

Ver mais

Sua Santidade, o papa humano

Sua Santidade, o papa humano

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Por Adalberto Piotto

Francisco, o papa, não faz revoluções.

Estas costumam ser idiossincráticas, personalistas, contraditórias e com efeitos desastrosos porque, não raro, se baseiam em emoções exacerbadas e autoindulgências dos revolucionários. Dão errado.

Sua Santidade olha ao redor e faz, sim, concessões ao contemporâneo sem perder as sagradas referências antropológicas de quem somos e como chegamos até aqui.

Sensato que é, tem plena consciência que não há vida sem o presente. Corajoso que é, sabe perfeitamente que sem tradições não há humanidade.

A liberdade absoluta é o reino antagônico do castelo do preconceito. Ambos se orientam pela estupidez e arrogância.

O bom senso continua sendo a alma da inteligência.

Por isso, o papa recomenda uma vida de aceitação ao outro quando se abre à comunhão aos divorciados – ou casados novamente – ou abre a igreja aos homossexuais.

Não dá aceitação absoluta a ninguém nem autoriza o absolutismo de que grupo for. A vida em comunidade é um exercício de respeito recíproco e intenso.

As ponderações, com citações a contemporâneos como o ativista americano Martin Luther King, o escritor conterrâneo Jorge Luis Borges e ao filme dinamarquês “Festa de Babette”, de Gabriel Axel, estão no documento divulgado hoje “Amoris Laetitia” (a Alegria do Amor), de 260 páginas.

Ao conceder direitos aos católicos “imperfeitos”, Francisco desconstrói a lógica da suposta perfeição que exclui, sem diminuir deveres de ninguém, mas inclui outros aos direitos.

O papa não é craque. Craque quer fama e nenhuma contestação.

O papa é só humano.

E ele faz questão de se bastar só com isso.

 

http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/papa-pede-que-igreja-acolha-divorciados-e-homossexuais

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto