Assine o Café Brasil
Iscas Intelectuais
A rã e o escorpião
A rã e o escorpião
Isca intelectual de Luciano Pires, dizendo que é como ...

Ver mais

Fake News
Fake News
Isca intelectual lembrando da teoria dos Quatro Rês, ...

Ver mais

Matrizes da Violência
Matrizes da Violência
Isca intelectual lembrando que os presídios brasileiros ...

Ver mais

Mudei de ideia
Mudei de ideia
Isca intelectual de Luciano Pires incentivando que você ...

Ver mais

544 – Persuadível
544 – Persuadível
Podcast Café Brasil 544 - Persuadível. Vivemos numa ...

Ver mais

543 – Desengajamento moral
543 – Desengajamento moral
Podcast Café Brasil 543 - Desengajamento moral. Como é ...

Ver mais

542 – Tapestry
542 – Tapestry
Podcast Café Brasil 542 - Tapestry. Em 1971 uma cantora ...

Ver mais

541 – A festa do podcast
541 – A festa do podcast
Podcast Café Brasil 541 - A festa do Podcast. ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

045 – Recuperando do trauma
045 – Recuperando do trauma
Quando terminar o trauma, quando o Brasil sair deste ...

Ver mais

Vem Pra Rua!
Vem Pra Rua!
Um recado para os reacionários que NÃO vão às ruas dia ...

Ver mais

44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
Apresentação de Luciano Pires no Epicentro em Campos de ...

Ver mais

43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
Gloria Alvarez, do Movimento Cívico Nacional da ...

Ver mais

Metamorfose ambulante
Tom Coelho
Sete Vidas
“Se hoje eu sou estrela amanhã já se apagou. Se hoje eu te odeio amanhã lhe tenho amor.” (Raul Seixas)   Foram necessários 18 séculos para que a teoria geocêntrica, segundo a qual a Terra ...

Ver mais

A verdade inconveniente da política atual
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca Intelectual de Bruno Garschagen, lembrando que o risco imediato para o futuro do mundo não é a desgraça do populismo: é o casamento incestuoso entre a degradação da política de hoje com a ...

Ver mais

A força da vocação
Tom Coelho
Sete Vidas
“Eu nunca quis ser o maior ou o melhor. Queria apenas desenhar.” (Mauricio de Sousa)   Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali. É quase impossível que estes personagens de histórias em quadrinhos ...

Ver mais

O caos no Rio de Janeiro tem muitos culpados. E uma explicação
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garschagen, lembrando que o que está acontecendo neste momento no Rio de Janeiro revela que a relação do carioca com a política não mudou muito desde o final do século 19.

Ver mais

Questão de honra

Questão de honra

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Por Adalberto Piotto

Quando vejo atletas brasileiros, que perderam ou erraram movimentos em suas provas ou lutas nos Jogos do Rio, dizendo sentir vergonha ou pedindo desculpas porque não avançaram, isso aumenta minha impressão que temos, sim, o ‘mea culpa’ como um sentimento integrante de nossa sociedade.

Poucos o praticam, é verdade, sobretudo políticos, ainda mais os que se acham enviados da divindade e, por isso, arrogantes, lobos que se apresentam cordeiros.

Mas volto ao caso dos atletas. É claro que a grandeza moral deles, de se desculparem e ainda a coragem de revelarem a própria “vergonha” por não terem ido adiante, provoca em nós o imediato e justo sentimento de: “O que é isso? Você é um lutador. Estamos orgulhosos de você. Cabeça erguida e vamos em frente. Haverá outras oportunidades. Estaremos sempre na torcida por vocês”.

Recusamos as desculpas e o sentimento de vergonha de gente honrada porque uma grandeza leva à outra. E o fazemos, como disse, automaticamente. Apoio e força a quem tem muito o que avançar ou fez muito para ir adiante.

É questão de nobreza. E é lindo ver isso aflorar na sociedade brasileira, desgastada por fatos ruins, é verdade, mas autocríticas, por vezes, exageradas.

Tenho por certo que assim se faz uma sociedade melhor.

Com honestidade nos sentimentos.

Ps.: Danielle Hippólito, da ginástica, que se desculpou, e Victor Penalber, do Judô, que disse ter sentido vergonha ao receber o carinho da torcida mesmo com a derrota, em frente, meninos! Vocês se dispuseram a estar na disputa em nome do país. Estamos com vocês!

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto