Iscas Intelectuais
Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

A selhófrica da pleita
A selhófrica da pleita
Isca intelectual de Luciano Pires tratando do nonsense ...

Ver mais

579 – A arte de falar merda
579 – A arte de falar merda
Tenha um filtro, meu caro, minha cara. Para o bem do ...

Ver mais

578 – O Círculo de ouro
578 – O Círculo de ouro
Você já parou para pensar que talvez ninguém faça ...

Ver mais

577 – Dois pra lá, dois pra cá
577 – Dois pra lá, dois pra cá
Existe uma divisão política, social e cultural no ...

Ver mais

576 – Gratitude
576 – Gratitude
Gratitude vem do inglês e francês e significa que ...

Ver mais

LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 – Lúcia Helena Galvão Maya é diretora da ...

Ver mais

LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 – Tito Gusmão – Tito Gusmão é um jovem ...

Ver mais

LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 –Marcio Appel executivo à frente da ...

Ver mais

LíderCast 078 Leo Lopes
LíderCast 078 Leo Lopes
LíderCast 078 – Leo Lopes – Leo Lopes é uma referência ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Os jacobinos da “nova direita”
Bruno Garschagen
Ciência Política
Quando os antissocialistas mimetizam a mentalidade e a ação política do inimigo, tornam-se o espelho da perfídia.

Ver mais

A hora e a vez da criatividade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A hora e a vez da criatividade  Por que não no Brasil? “Eu olho para as coisas como elas sempre foram e pergunto: Por quê? Eu olho para as coisas como elas poderão vir a ser e pergunto: Por que ...

Ver mais

Cala a boca, Magdo!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Quem não se lembra do “Cala a boca, Magda”, repetido por Caco Antibes no Sai de Baixo? Magda, sua esposa, era de uma estupidez oceânica, e o bordão era gritado a cada asneira dita pela bela ...

Ver mais

Síndrome de Deus
Tom Coelho
Sete Vidas
“Existe uma força vital curativa com a qual o médico tem de contar. Afinal, não é o médico quem cura doenças: ele deve ser o seu intérprete.” (Hipócrates)   Dediquei-me nas últimas semanas ...

Ver mais

Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
O nome disso é livre mercado, goste você de Pimenta ...

Ver mais

Cafezinho 4 – A intolerância
Cafezinho 4 – A intolerância
Uma organização conhecida por investir em cultura ...

Ver mais

Cafezinho 3 – A inércia
Cafezinho 3 – A inércia
Issac Newton escreveu que “um objeto que está em ...

Ver mais

Cafezinho 2 – O bobageiro
Cafezinho 2 – O bobageiro
Quando se trata de falar bobagem, pesquisas já ...

Ver mais

Presente de Natal

Presente de Natal

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Artigo publicado no jornal Diário da Manhã em 20/12/2014

Existe neste período natalino um processo psíquico extremamente interessante no qual a energia psíquica naturalmente introverte. Natal é período de reflexão, de pensar, refletir, meditar. Quem sou, quem fui, quanto estou valendo?
Minhas memórias de natal são ambíguas. Dentro de mim existe o natal das festas, da alegria, dos presentes mas existe também o natal diferente…
Lembrei de uma vez quando era criança com uns sete anos de idade aproximadamente. Estava eufórico por que havia ganho um carrinho com sirene. No dia seguinte fui com o mesmo brincar com um amigo que tinha no prédio em que residia no Sumaré em São Paulo. A reação do garoto, sua cara nunca mais esqueci seu choro, pranto, desespero…era o filho de uma empregada que residia na casa de um patrão. Era um excluído que não havia ganho nada no natal apenas uma bola de plástico. Ali questionei quem era o sacana do Papai Noel que presenteava uns e em um mesmo lugar abandonava os outros. Por que desta injustiça?

Pra mim também o tal do Papai Noel era meio esclerosado. Em raros momentos entendia o que queria. Se pedia uma bola me dava um peão; se queria um carrinho me mandava um pijama. Ele era o rei da bola fora, do desacerto, da incoerência. Não entendia como criança como é que o capeta da vizinhança ganhava os melhores presentes, por que na vida era assim, com sacanas se dando bem (como nossos políticos) enquanto que os que ralavam e tentavam fazer as coisas certas por que eles eram ignorados pelo tal do Papai Noel?

Fui crescendo e o Natal com os anos ganhou outro significado. O da festa de família que podia ser interessante de um lado, mas do outro tinha a consequência de toda festa: discórdia, briga, bebedeira, aquela chata da prima que queria te ferrar o ano inteiro e depois vinha com sorrizinho desejando feliz natal, tudo de bom e espera que amanhã cedinho lhe ferro! Ai que Natal!

Estes dias montei a árvore de natal com meus pequenos e fui revendo como era pra mim na infância este momento mágico, a ilusão infantil que jamais nos deixa de querer ser validado, reconhecido, de receber algo.
Vi e revivi a euforia de sonhar com algo divino que jamais nos deixa, o acalanto, o colo a ternura de um bem querer que está nas entrelinhas do natal. Um sentimento que quando rompido gera desespero, tristeza profunda, melancolia, um vazio difícil de sondar e entender. Porque todos somos crianças independente de idade querendo um presentinho, uma risada, um abraço amigo um aperto de mão sincero. Lamentável mente todos nós, em nossa cultura consumista, confundimos isto com o valor do presente material ofertado o que é um erro. Mais que o presente o que vale e o coração aberto, a sinceridade a ruptura do egoísmo hoje vigente, a troca de afeto. Que você possa encontrar isto entre os seus na data em que comemoramos o nascimento de Jesus!
São meus votos e os de minha família a você que nos acompanha!

Jorge Antônio Monteiro de Lima
Analista, pesquisador em saúde mental, psicólogo e músico
MSC em antropologia social pela UFG.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jorge_Antonio_Monteiro_de_Lima

Instituto Olhos Da Alma Sã
Alameda Paranã, Nº 1203( Quadra 128, Lote 18) Cep: 74673-050
Setor Jaó – Goiânia – GO
Fone: 62 3204-2565
Telefone celular: 62  9187-5157
Email: [email protected]
Site: http://www.olhosalma.com.br
https://www.facebook.com/pages/Instituto-Olhos-Da-Alma-S%C3%A3/1463786597170967?fref=ts

Colaborador desde 2010 da webradio BQTE, comunidade virtual de música e humor:
http://www.bqte.com.br

Colaborador desde 1996 do Jornal Diário da Manhã: http://www.dm.com.br

Colaborador do Jornal Diário de Aparecida- Aparecida de Goiânia
www.diariodeaparecida.jor.br

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima