Iscas Intelectuais
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

640 – O monumento à incompetência
640 – O monumento à incompetência
É muito fácil e confortável examinar o passado com os ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

O MARXISMO É UMA RELIGIÃO POLÍTICA!
Carlos Nepomuceno
Na minha live de hoje fiz uma afirmação que se tornou verdade para mim nos últimos anos, mas hoje ficou evidente. Como lidar com meus amigos marxistas? Publicado por Carlos Nepomuceno em Segunda, ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

Cafezinho 126 – Mais Médicos
Cafezinho 126 – Mais Médicos
- Mas eles estavam atendendo os brasileiros necessitados!

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

Perdidos no Espaço

Perdidos no Espaço

Fernando Lopes - Iscas Politicrônicas -

Governar: Isso se faz com erros e acertos. Ninguém é santo ou perfeitinho quando se trata dessa atividade humana que remonta a milênios. Mas o Lulismo conseguiu transformar a possibilidade de erro na plena e total certeza de que, se há besteira a ser feita, ela o será, e de modo a prejudicar o máximo possível o Brasil, roubando o que se puder para os bolsos e cuecas de seus seguidores.

Em 2003 o lulismo pôs em prática uma nova modalidade de seu esporte favorito: Culpar os Estados Unidos por todos os males deste mundo… e de outros, perdidos pelo Espaço afora. Uni-vos, ETs companheiros, ante o imperialismo interplanetário! Avante, pequenos camaradas verdes do MMSE (Movimento dos Marcianos Sem Espaço)!

Até 2001, tínhamos um ótimo acordo para projetos espaciais com os EUA; nossos futuros astronautas, hiper-capacitados oficiais da Força Aérea, participavam de treinamento na NASA, com a melhor tecnologia do mundo. Fazíamos parte da Estação Espacial Internacional, satélites de comunicação e meteorologia estavam em pauta, e discutia-se a possibilidade de arrendamento da semi-falida Base de Alcântara, no Maranhão, para lançamentos espaciais conjuntos com os americanos, absorvendo lucro financeiro e tecnológico impressionantes para um País como o nosso, zerado de recursos desse tipo.

Óbvio que Lula e sua tropa guevarista-leninista não aceitaria acordo com o grande Satã do norte; cancelaram tudo sob a meia verdade (ou mentira inteira) que os EUA não transfeririam tecnologia. E arrumaram um novo parceiro espacial: A Ucrânia, então amiguinha dos russos.

Deu no que deu: Lula cancelou o programa espacial conjunto Brasil/EUA, mandou um turista plantar feijão no algodão num copinho com dinheiro público para colher um factóide, o primeiro “astronauta” brasileiro, ao custo de $ 20 milhões de dólares pelo passeio, mais garantia de entrega, a custo zero, da cobiçada base de Alcântara. Detalhe: Alcântara não é nenhuma maravilha tecnológica – sua importância resume-se à localização, próxima à linha equatorial, fator importantíssimo para lançamento de foguetes. E mais nada.

Resumo da Ópera do Doutor Smith: Fomos expulsos do projeto total da Estação Espacial Internacional; perdemos a possibilidade de ganhar tecnologia e dinheiro com os americanos; a Ucrânia entrou em guerra não-declarada com a Rússia, e está indo pro buraco (nosso governo apóia os russos, por razões tão empáticas quanto imbecis, claro); e não realizamos absolutamente NADA nesses doze anos, no que diz respeito ao uso de Alcântara. A única cria do lulismo espacial foi o terrível acidente de 22 de agosto de 2003, vitimando 21 engenheiros e técnicos aeroespaciais brasileiros. A nata de nossas cabeças pensantes e mão de obra na área. Uma perda irrecuperável para o País e para as famílias, que ainda não foram indenizadas. Esse é o “saldo” de mais uma das incontáveis imbecilidades lulistas. Lula afirmou que isso tinha seu lado positivo; “Há males que vêm pra bem”, disse o bolivariano-ex-atual-presidente-guevarista-cachacista-fidelista: http://correiodobrasil.com.br/noticias/brasil/alcantara-ha-males-que-vem-para-o-bem-diz-lula/29352/

Completando magistralmente mais um fracasso irremediável, Dilma rompeu unilateralmente o acordo com os ucranianos, proprietários de uma tecnologia flintstoniana, com um prejuízo de mais de um bilhão de reais. Como uma espécie de Rei Midas ao contrário, tudo que Lula e sua turma tocam vira lixo – ou coisa pior. Abril de 2015 é a data do óbito de mais essa ilusão estúpida, comedora de dinheiro público, propagandeada como sendo nossa redenção aeroespacial.

O mais incrível é que as mentes menos trogloditas do lulismo afirmam ter chegado a hora de admitir que os americanos são superiores nesse segmento, e que uma parceria com eles seria benéfica. Os lulistas radicais quase infartaram, e devem promover alguma aliança guevarista-sideral com a Coreia do Norte, Cuba, Venezuela ou algum outro importante centro stalinista aeroespacial a vapor. Tremei, imperialistas do Universo! Perigo, Will Robinson! De joelhos, Thundercats burgueses! Paredón no Espaço, o muerte.

Ver Todos os artigos de Fernando Lopes