Iscas Intelectuais
A “Netflix de Conteúdo”
A “Netflix de Conteúdo”
Surge o Café Brasil Premium, uma espécie de "Netflix do ...

Ver mais

OrgulhoDeSerCorrupto
OrgulhoDeSerCorrupto
Isca intelectual de Luciano Pires. Neste Brasil ...

Ver mais

O moço do Uber
O moço do Uber
Isca intelectual de Luciano Pires relatando uma ...

Ver mais

A terceirização e os brontossauros
A terceirização e os brontossauros
A terceirização e os brontossauros. Isca intelectual de ...

Ver mais

558 – O Café Brasil Premium
558 – O Café Brasil Premium
Podcast Café Brasil 558 - O Café Brasil Premium. No ...

Ver mais

557 – Três princípios para falar de Justiça
557 – Três princípios para falar de Justiça
Podcast Café Brasil 557 - Três princípios para falar de ...

Ver mais

556 – Certos abraços – Revisitado
556 – Certos abraços – Revisitado
Podcast Café Brasil 556 - Certos abraços - Revisitado. ...

Ver mais

555 – Uma proposta para reforma da Previdência
555 – Uma proposta para reforma da Previdência
Podcast Café Brasil 555 - Uma proposta para transformar ...

Ver mais

LíderCast 065 – Antonio Carlos Sartini
LíderCast 065 – Antonio Carlos Sartini
Hoje recebo Antonio Carlos de Moraes Sartini, Bacharel ...

Ver mais

LíderCast 064 – Luiz Henrique Romagnoli
LíderCast 064 – Luiz Henrique Romagnoli
Hoje recebo o Roma, Luiz Henrique Romagnoli, que faz ...

Ver mais

LíderCast 063 – Diogenes Lucca
LíderCast 063 – Diogenes Lucca
Hoje converso com Diogenes Luca, fundador e ex-comando ...

Ver mais

LíderCast 062 – Felipe Pires e Katiusca Carvalho
LíderCast 062 – Felipe Pires e Katiusca Carvalho
Hoje recebemos Felipe Pires e Katiusca Carvalho. O ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Champagne a 21 mil dólares: como funciona a melhor balada de Hollywood
Raiam Santos
Se você tá chegando agora nesse humilde site, bem vindo! Meu nome é Raiam Santos, vivo de escrever livros, não levo minha vida muito a sério e gosto de fazer uns “experimentos ...

Ver mais

Uma nova vida em dois anos
Tom Coelho
Sete Vidas
“Semeia um pensamento, colhe um ato; semeia um ato, colhe um hábito; semeia um hábito, colhe um caráter; semeia um caráter, colhe um destino.” (Marion Lawense)   A vida me tem sido um ...

Ver mais

Quando sucesso e dinheiro não resolvem teu problema
Raiam Santos
Esse aqui é um post que foge um pouco da pegada recente aqui do MundoRaiam.com. Hoje não tem Fiverr, não tem audiolivros, não tem viagem pra Ásia e nem experimento social. Acho que nunca escrevi ...

Ver mais

Duas listas diferentes
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Já assistiu A Lista de Schindler? Não? Assista, é excelente. Já viu? Veja de novo. Uma das cenas mais tocantes é a da elaboração da lista de pessoas que o protagonista pretende “comprar” do ...

Ver mais

Perdão

Perdão

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

“Aquele que não perdoa destrói a ponte sobre a qual ele mesmo deve passar”. George Herbert

As duas maiores prisões da mente humana estão na raiva e na falta de perdão. A magoa, o rancor, não esquecer, remoer e a obstinação por vingança ou “justiça” estão na pauta da prisão mental que culmina com o apodrecer de toda vida social e espiritual. Quem não sabe perdoar e relevar os tombos da vida invariavelmente se fecha, isola e não vive nutrindo a raiva como forma essencial para existir. Alegria só a terceirizada…

Há alguns anos atendi um senhor que não perdoava sua filha que a revelia da vontade do pai se casou com o filho de um inimigo da juventude. “Ela me traiu” era o mote de seu infortúnio. Eu achei que o ocorrido havia sido  recentemente, mas para minha surpresa o fato havia se consumado há 35 anos. E o senhor se mantinha irritado, algoz, raivoso como se o fato houvesse ocorrido ontem. A teimosia, orgulho, vaidade, arrogância construíram o calabouço no qual o homem habitava. Alma penada e sofrida, vagava em lamentações. Não foi no casamento da filha, não viu o nascimento dos netos, nem sabia da bisneta e sua sina. Ele a vítima, rigoroso, ríspido, seco, eternamente magoado. Se dizia rei da certeza, da justiça e todos os outros eram os traidores. Pra que sorrir na existência se a corrente pode ser pesada?

A rigidez da personalidade, a falta de flexibilidade, tem na neurose sua morada. A autonomia de um complexo e seu teor obsessivo dão a este tipo de caso sua consistência. Se anula a compaixão, o servir, a criatividade, e outros focos para a existência, e a pessoa subsiste como um disco de vinil arranhado, de mágoa, rancor e frustração. Não existe perdão para quem não sabe perdoar.

No roteiro do existir é perceptível quem subsiste no drama. Ser vítima é gratificante, necessário, nesta forma decadente. O lamento de Orpheu ou como o melodrama do tenor em uma ópera. Quem não perdoa faz do choro sua alegria.

Em minha prática profissional como analista e psicólogo clinico percebo claramente que tão importante quanto perdoar os outros é o se perdoar. Existem muitas pessoas que se transformam em carrasco de sua própria fraqueza. Novamente chegamos a rigidez, a intolerância, a crítica exacerbada, a inflexibilidade. O indubitável holocausto entre raiva  e o ato de se fazer de vítima. Paralisado para onde se vai? A consequência deste lamento está na hipertensão arterial, AVC, câncer, em doenças que ocorrem de uma atitude mental recorrente. Este é o preço do martírio que o próprio individuo se impõe e que obstinadamente não quer largar, se contorcendo. Vale a pena pagar este preço eterno?

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima