Iscas Intelectuais
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

622 – O Esfíncter Intelectual
622 – O Esfíncter Intelectual
Existe gente que não controla seu esfíncter intelectual ...

Ver mais

Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Em junho de 2018 realizamos o II Sarau Café Brasil, ...

Ver mais

Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
"Se começarmos a cercar com paredes aquilo que alguns ...

Ver mais

619 – LíderCast 9
619 – LíderCast 9
Neste programa apresentamos os convidados da Temporada ...

Ver mais

LíderCast 116 – Roberto Motta
LíderCast 116 – Roberto Motta
Empreendedor, professor, engenheiro, mestre em gestão, ...

Ver mais

LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
Professor, palestrante, uma das mentes mais divertidas ...

Ver mais

LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
Empreendedor, com uma história incrível de como o ...

Ver mais

LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
“Eu não tenho muros, só tenho horizontes” é a frase de ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

O elogio do vira-lata
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O elogio do vira-lata “Aquele que for somente um economista não tem condições de ser um bom economista, pois todos os nossos problemas tocam em questões de filosofia.” Friedrich von ...

Ver mais

É milagre, Crivella?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O Rio de Janeiro continua lindo Gil, e complicado; mais do que isso, espantoso. Não dá pra entender a razão pela qual os fluminenses elegem gente (latu sensu, ófi córsi) como Anthony Garotinho, ...

Ver mais

O despertador intelectual e a origem das ideias
Jota Fagner
Origens do Brasil
Possivelmente você teve uma pessoa que, em determinado momento de sua vida, acendeu a faísca da sua curiosidade sobre determinado assunto ou área do conhecimento. Talvez tenha sido mais de uma ...

Ver mais

Os caminhos para editar um livro
Isqueiro isqueiro
Muitas pessoas investem um tempo considerável colocando suas histórias e lições de forma escrita, para se perpetuarem na forma de livros. Mas, ao concluírem o texto, muitas vezes o guardam em ...

Ver mais

Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Você tem que ser capaz de gerenciar suas próprias ...

Ver mais

Cafezinho 89 – Manifesto
Cafezinho 89 – Manifesto
Quero um mundo melhor, igualzinho a você. Talvez ...

Ver mais

Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Não existem soluções novas. O que existe é ignorância velha.

Ver mais

Cafezinho 87 – O que consome seu tempo de vida
Cafezinho 87 – O que consome seu tempo de vida
Se você não avaliar cada processo que consome seu tempo ...

Ver mais

Pedido de ajuda

Pedido de ajuda

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Duas da manhã e o telefone toca. A voz desesperada não dizia muita coisa. Meio quieta, falando pouco, evasiva, tensa. Tensão no ar, misturando choro com desespero. Forte ansiedade expressa na fala rápida, na urgência de querer ajuda. Duas da manhã e a pessoa do outro lado diz que não aguenta mais, que não vê sentido na existência, que o mundo é cruel com quem está doente, que ninguém lhe entende e que  seria muito bom morrer…

Em um primeiro momento de intervenção em crise o que fazemos é acolher um paciente. Não importa sua história pregressa, de onde vem, o que passou para chegar a este estado. Neste primeiro momento de um tratamento o que fazemos é dar colo, ouvir, mostrar que vamos juntos encontrar uma solução para seu problema e que estamos juntos nesta jornada. Aqui não é espaço das teorias, mas do humano, do acolhimento, do olho no olho, da busca de serenidade.

Uma pessoa em crise normalmente está tensa, nervosa, nem sempre apresenta fala coerente, evidenciando um discurso truncado, podendo chorar e rir ao mesmo tempo. Dar colo, acolher pode salvar uma vida que em desespero faz besteira. Outro dia recebi um senhor de ar triste, que não dizia coisa com coisa, que não marcou horário e que passou e bateu na porta pedindo ajuda. Era dor e desespero, não sabia quem e o que buscava, ele  não aguentava mais o sofrimento em que vivia.

Nestes mais de 20 anos de prática profissional como analista e psicólogo clínico na lida diária com pacientes com depressão e outras doenças mentais, percebi que todos os pacientes avisam que estão com problemas e que a maior parte das pessoas ignora ou não leva a sério os avisos dados, e que muita coisa pior poderia ser evitada se as pessoas estivessem mais atentas a alguns sinais bem claros que descreverei:

A) quando a pessoa abandona as coisas que mais gosta de fazer. Quando deixa hábitos, o lazer ou o que lhe dava alegria e descontraia;

B) Fique atento a amigos que desaparecem, que somem sem explicações. A pessoa em crise tende a se isolar a evitar os outros;

C) Atenção a crises de irritabilidade, agressividade, apatia fora de contexto e ou fora de hora;

D) Extrema atenção caso algum conhecido comece a resolver coisas práticas da vida como fazer testamento, encerrar conta em banco, pedir demissão de emprego estável;

E) cuidado com quem fala muito de morte dizendo que ela não é tão ruim assim.

Estes são alguns pontos iniciais que juntos dão indicativo claro que a pessoa está com problemas e que necessita de ajuda urgente. Na dúvida não arrisque, procure ajuda de um profissional o mais rápido possível. E se quiser ajudar acolha com carinho. Um dia quem pode precisar é você!

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima