Iscas Intelectuais
Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

679 – Será que acordamos?
679 – Será que acordamos?
Adalberto Piotto apresenta o programa Cenário Econômico ...

Ver mais

678 – Dominando a Civilidade
678 – Dominando a Civilidade
Vivemos uma epidemia de incivilidade que ...

Ver mais

677 – Teorias da Conspiração
677 – Teorias da Conspiração
Vivemos numa sociedade assolada por grandes ...

Ver mais

676 – Homem na Lua 2
676 – Homem na Lua 2
Cinquenta anos atrás o homem pousou na Lua. Mas parece ...

Ver mais

LíderCast 166 – Juliana e Abbey Alabi
LíderCast 166 – Juliana e Abbey Alabi
O Abbey é um imigrante africano, que chegou ao Brasil ...

Ver mais

LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
Um dos mais influentes profissionais de comunicação ...

Ver mais

LíderCast 164 – Artur Motta
LíderCast 164 – Artur Motta
Professor que fez transição de carreira e usa podcasts ...

Ver mais

LíderCast 163 – Amanda Sindman
LíderCast 163 – Amanda Sindman
Profissional de comunicação, jornalista e mulher trans. ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Resumo da Aula 2 do Curso On-line de Filosofia (COF)
Eduardo Ferrari
Resumos e Artigos
A segunda aula do COF, ministrada em 21 de março de 2009, teve a duração de 3h43min e foi resumida em menos de cinco minutos de leitura, com o objetivo de levar ao conhecimento do leitor uma ...

Ver mais

A quem interessa a divisão da sociedade?
Jota Fagner
Origens do Brasil
O atual estado de intolerância ao pensamento diferente, manifesto nas agressões que começam nas redes sociais e terminam em confrontos físicos no meio da rua, é o resultado de um processo de ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPÍTULO 3 – MORFOLOGIA CATEGOREMÁTICA (parte 2)
Alexandre Gomes
Depois de listar todas as CATEGORIAS DE PALAVRAS, de acordo com a Gramática Geral irei tratar com mais calma de cada categoria. Seguindo a lista da lição anterior, vamos começar pelo grupo das ...

Ver mais

Simples assim
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Simples assim Excelência em Educação Dia 10 de agosto, compareci a um evento muitíssimo interessante. Estimulado pela chamada do convite eletrônico – Avanços na educação pública: o que podemos ...

Ver mais

Cafezinho 205 – Agrotóxicos – melhor seria não usar V
Cafezinho 205 – Agrotóxicos – melhor seria não usar V
O problema do agrotóxico no Brasil não é dos ...

Ver mais

Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Ainda existe hoje uma cultura, muito estimulada por ...

Ver mais

Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Quem é o idiota que quer deliberadamente envenenar seus ...

Ver mais

Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Se não bastassem as dificuldades para comprar, ...

Ver mais

O Tempo dos Chefes Maus

O Tempo dos Chefes Maus

Suely Pavan Zanella - Iscas Comportamentais -

O TEMPO DOS CHEFES MAUS

chefemau

Suely Pavan Zanella

Cursos e mais cursos sobre Liderança e Gestão de Pessoas. MBAs e Coachs sobre o tema. Livros de diferentes tipos sobre o assunto. 29.400.000 resultados no Google hoje sobre o tópico Liderança e 16.900.000 à respeito de Gestão de Pessoas. Além de vídeos diversos no Youtube.

Acredito que nunca tenha se falado tanto no Brasil sobre Liderança e Gestão de Pessoas, mas o que mudou de verdade?

Já escrevi sobre gestores omissos e outros que não sabem gerenciar apesar dos 198 cursos, alguns até internacionais.

Sobre Assédio Moral, tema que empresário brasileiro tem verdadeiro horror, junto com Assédio Sexual, então, foram textos e mais textos além de divulgação de palestras e cursos, e nada!

Sanidade mental, apesar do Janeiro Branco, é tema nevrálgico nas empresas.
Não se toca nas feridas, e continua-se a falar de Liderança e Gestão de Pessoas, que virou uma espécie de empreendedorismo de palco, e só faz meia dúzia de gatos pingados ganharem rios de dinheiro com o assunto sem mudar absolutamente nada.

E quem sofre com isso?
São os funcionários, aqueles chamados eufemisticamente de colaboradores. Ah tá!
Engane quem quer ser enganado, mas antes vá conversar com os colaboradores e esteja disposto a ouvir. Se não quiser ouvir basta olhar. E esta tudo lá, em qualquer empresa. Qualquer um percebe! Basta querer ver.

Ou então faça um diagnóstico da saúde mental de sua empresa. Quantos diagnósticos seu RH ou consultores especializados (Psicólogos ou Psiquiatras) fizeram no ano passado?

Só vou contar um caso:
Outro dia fui ao supermercado e vi a caixa chorando. A mulher que estava na minha frente perguntou o que havia. Eu não ouvi direito. A moça soluçava e continuava a trabalhar.
Quando chegou a minha vez de ser atendida perguntei o que estava acontecendo. Ela me disse que uma cliente havia levado 50,00 dela. Não entendi direito as circunstâncias. Depois ela me disse que o problema não era o dinheiro, mas sim aquilo que ela seria obrigada a ouvir da chefe dela. Fiquei chocada, afinal estamos em 2017 e não em 1917! Ofereci-me para conversar com a chefe dela, disse que tinha experiência no assunto, mas ela recusou apavorada. Vi que iria piorar a situação, e o máximo que pude fazer foi lhe oferecer lenços e um copo da água.
Fiquei uns dois dias pensando na pobre da moça, e até hoje me lembro dela.
Ela é vítima de um perverso narcisista, como bem contextualiza a pesquisadora francesa, psiquiatra e psicanalista Marie-france Hirigoyen em seu livro Assédio Moral a Violência Perversa do Cotidiano. O assédio moral embora seja contemplado pela Lei brasileira, nem sempre é bem entendido e até identificado. Hirigoyen, por exemplo, como boa pesquisadora que é, não o enxerga apenas sob a ótica do trabalho, já que ele faz parte daquilo que nós psicólogos chamamos de violência psicológica. E pessoas vítimas de violência psicológica precisam se fortalecer através de psicoterapia, antes mesmo da denúncia.

É ingenuidade achar que basta denunciar e o problema estará resolvido, não está. Seria o mesmo que tentar curar o câncer apenas com suco de beterraba. Os mecanismos usados pelos perversos narcisistas são tão sujos e enfraquecedores que deixam suas vítimas absolutamente perdidas, e o pior, de tão vulneráveis é comum que encontrem como salvador justamente outro perverso narcisista. Portanto, é preciso fortalecer as vítimas. Porém, há uma ressalva importante a ser feita. É preciso que o psicoterapeuta entenda claramente como atua um perverso narcisista, senão a vítima corre o risco de sair ainda mais debilitada do processo, pois não foi acreditada.

Aprenderíamos muito mais sobre Liderança e Gestão de Pessoas, se professores de MBA, Coachs, Palestrantes e Escritores, ao invés de dourarem a pílula com a autoajuda empresarial, ou com discursos de frases feitas e inócuas, estudassem os autores franceses. São vários. Aí mecanismos como a falta de motivação e outros seriam entendidos. E, iríamos à causa, ao invés de tratar apenas os sintomas.
A nossa sociedade é narcisista, há centenas de estudos sobre isso. E chefes maus, apesar do todos os discursos vazios, são mais comuns do que se imagina.

[email protected]

Ver Todos os artigos de Suely Pavan Zanella