Iscas Intelectuais
#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Ao longo de 2018 o Café Brasil Premium decolou e ...

Ver mais

#Retrospectiva PodSumários
#Retrospectiva PodSumários
Comece 2019 praticando o Fitness Intelectual. A barriga ...

Ver mais

648 – Ethos, Logos, Pathos e o Diálogo Aberto
648 – Ethos, Logos, Pathos e o Diálogo Aberto
Neste cenário onde até “bom dia” leva patada, o que é ...

Ver mais

647 – Father Hunger
647 – Father Hunger
Quanta gente perdida e desorientada, quanta carência, ...

Ver mais

646 – Harry Nilsson
646 – Harry Nilsson
Mais um daqueles especiais musicais que você gosta ...

Ver mais

645 – O Brasil e a demanda por dar certo
645 – O Brasil e a demanda por dar certo
Estamos em período de mudanças ou apenas nos preparando ...

Ver mais

LíderCast 139 – Nívio Delgado
LíderCast 139 – Nívio Delgado
De carinha do Xerox a Diretor Superintendente da maior ...

Ver mais

LíderCast 138 – Ricardo Abiz
LíderCast 138 – Ricardo Abiz
Empreendedor também, um pioneiro em diversas áreas de ...

Ver mais

LíderCast 137 – Pedro Pandolpho
LíderCast 137 – Pedro Pandolpho
Empreendedor, sócio da Pronto Light, outro típico ...

Ver mais

LíderCast 136 – Paulo Farnese
LíderCast 136 – Paulo Farnese
Empreendedor, fundador da agência EAí?, envolvido com ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Liberte-se de sua profissão
Mauro Segura
Transformação
A profissão é uma espécie de carimbo, que nos identifica como profissional e sela nosso reconhecimento. Por outro lado, o carimbo de uma profissão pode ser extremamente limitante, fechando portas ...

Ver mais

Da cor do Racismo Espanhol 2: a luta por justiça continua…
Jota Fagner
Origens do Brasil
E a minha amiga, a professora que foi discriminada na Espanha, continua seu relato. Por: Stella da Silva Lima   Uma professora espanhola viaja até o Brasil para visitar a irmã, também ...

Ver mais

O que move o ser humano é o desejo de não se mover um dia
Henrique Szklo
Tudo o que o homem criou e que deu certo desde o tempo em que vivíamos em cima das árvores, ou seja, desde os primórdios de nossa existência, está relacionado ao desejo de conquistar mais ...

Ver mais

Biografias para começar bem o ano
Mauro Segura
Transformação
Período de férias é sempre bom para ler livros. Aqui você encontra dezenas de recomendações de livros de biografias que foram referendados pelos usuários do LinkedIn.

Ver mais

Cafezinho 143 – 13 dias
Cafezinho 143 – 13 dias
É pra descer a lenha mesmo, cobrar o que está errado, ...

Ver mais

Cafezinho 142 – Renan Não
Cafezinho 142 – Renan Não
Eu não sei o que você está fazendo aí, cara, mas eu ...

Ver mais

Cafezinho 141 – Os cães de Pavlov
Cafezinho 141 – Os cães de Pavlov
Como cães de Pavlov, estamos condicionados a babar.

Ver mais

Cafezinho 140 – A Espiral do Silêncio
Cafezinho 140 – A Espiral do Silêncio
Não enxergar o que Temer fez de bom foi uma escolha à ...

Ver mais

O que esperar das lideranças em 2015?

O que esperar das lideranças em 2015?

Waleska Farias - Iscas Liderança -

Um novo ano, velhas demandas e a esperança de um novo perfil de líderes como solução.

As últimas eleições e relatos da mídia evidenciaram que a falta de preparo e decoro de um líder, independente do segmento onde atue, pode resultar em desmotivação e indignação.
No mercado corporativo a dinâmica não é muito diferente.

Nas empresas os problemas de sempre: sobram vagas, faltam líderes e perdem-se pessoas. Líderes e liderados se revezam no papel de culpado e vítima, contracenando o indigesto “quem pode manda quem tem juízo obedece” frente à dificuldade de estabelecer uma interface honesta que garanta a sustentabilidade da relação líder/colaborador.

É necessário o entendimento de que a liderança não se reduz apenas à convenção de um título ou posição, mas, sim, à soma de determinadas habilidades exercidas por alguém que – por nutrir interesse genuíno por pessoas – através do próprio exemplo, exerce influência, conquista admiração e respeito e desperta o desejo de ser seguido.

Um líder por princípio deve ser honesto na qualidade de ser verdadeiro e leal com aqueles a quem se dispôs liderar. Fica cada vez mais óbvio que a credibilidade das lideranças organizacionais está pautada nos valores e princípios daqueles que tomam pra si a missão de liderar pessoas. Talento e experiência podem ser desenvolvidos. Já ética e caráter é outra história.

Quantos líderes sendo simples são sábios, enquanto outros tão bem formados e informados mostram-se simplórios na condição de liderar pessoas. Nenhum diferencial de estudo ou chancela acadêmica fará de alguém um líder integral sem que ele tenha as qualidades naturais de um e o firme propósito de estreitar pontes e diminuir distâncias, promovendo o desenvolvimento contínuo e o engajamento de seus liderados.

Alguém que queira tornar-se um bom líder entende que a sua capacidade de realização vai além das suas chancelas e do seu conhecimento técnico, pois depende muito mais da sua habilidade em apoiar e integrar as pessoas. Afinal, estratégias são ótimas ideias, mas sem pessoas para executá-las jazem na memória. Pessoas são essenciais, portanto desenvolve-las deve ser a prioridade do gestor e a uma ação consistente da empresa.

O bom ser humano necessariamente precede o bom líder. Trata-se de uma consciência a ser conquistada no processo de gestão de pessoas. Não se pode pretender dividir o indivisível. Na condição humana é impossível dissociar o ser pessoal do ser profissional. Diante de uma pessoa, independente da sua posição ou profissão, é preciso enxergá-la como tal. “Quer tornar-se um bom líder? Comece por tornar-se uma pessoa melhor.”

Waleska Farias
Coaching, Gestão de Carreira & Imagem

 

Ver Todos os artigos de Waleska Farias