Iscas Intelectuais
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 061 – Flavio Azm
LíderCast 061 – Flavio Azm
Hoje recebemos Flavio Azm que é cineasta, mas é muito ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Diferentes olhares
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Diferentes olhares Metade cheia e metade vazia do copo “Nós tivemos uma economia no ano passado caindo, e no ano anterior também, uma queda que se acentuou um pouco mais do que se estava ...

Ver mais

Não contrate um comunista
Raiam Santos
Só com esse título, já deve ter gente se coçando para buscar meu CPF e tentar me processar por incitação ao ódio e preconceito. Calma, meus amigos! Sou o tipo do cara que odeia discutir política, ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

O Buk apareceu!

O Buk apareceu!

Fernando Lopes - Iscas Politicrônicas -

Dilma Roskoff, a demitida, é imbatível – consegue ser ignorante em qualquer assunto, mesmo nos que ela diz dominar. Bom, nada a estranhar em alguém que falsificou o próprio currículo, inventando mestrados e doutorados que nunca existiram. Sem contar suas expressões em Dilmês, Portunhol e Portinglês de fazer chorar. Realiza a façanha de dizer asneiras em três dialetos que só ela entende.

Em 2014, no leste da Ucrânia, um jato comercial da Malaysia Airlines foi abatido por um míssil do sistema autopropulsado Buk, modelo M1 terra-ar, de fabricação russa, matando todos os 298 passageiros e tripulantes. Depois de anos de investigação, as suspeitas iniciais se revelaram corretas: O míssil foi disparado por separatistas ucranianos pró-Rússia; os russos simplesmente invadiram e ocuparam o leste da Ucrânia, armaram seus mercenários e tomaram posse daquilo como se fosse seu quintal.

Os ucranianos sofreram o diabo na ocupação; houve mortes, tortura, fome, tudo de ruim que a guerra traz. Culminou com o abate da aeronave civil. Detalhes do relatório do assassinato em massa: http://veja.abril.com.br/mundo/missil-russo-derrubou-o-voo-mh17-diz-relatorio-final/

Os russos, claro, sempre negaram tudo; imagina, não foi um míssil que derrubou o aviãozóviski, nyet, gentski. Devem ter aprendido com Lula.

Até aí, nada demais; soviéticos/russos sempre negaram todos os seus genocídios, desde os expurgos stalinistas, e mesmo a estreita sociedade com Hitler durante dois anos, com o pacto Ribbentrop-Molotov. Enfim: Putin e sua gangue seguem a cartilha de cinismo marxista-leninista que envenenou meio mundo. A diferença fundamental entre o atual governo russo e os demais países europeus invadidos pelo comunismo, é que nestes, mesmo em antigos componentes da ex-URSS, a cúpula criminosa (ditadores, polícias políticas, polícias secretas, órgãos repressores, campos de trabalhos forçados, locais de tortura, espiões do povo) foram julgados e presos. O sistema repressivo foi desmantelado em todos esses lugares, menos na Rússia. Não por acaso, o atual todo-poderoso lá, desde 1999, é um ex-agente do KGB, Vladimir Vladimirovitch Putin, amiguinho de Dilma.

Ah sim, Dilminha, a gênia: Cobrada pela imprensa internacional pelo silêncio obsequioso nos dias seguintes á tragédia, quando o mundo todo exigia explicações de Moscou, a demitida fez o impensável. Antes mesmo que os próprios russos começassem a inventar desculpas para o crime, a doida pulou na frente com uma teoria conspiratória de fazer paranoico chorar sentado na calçada: Ela, que não sabe diferenciar um estilingue de um canhão, começou a dar aula sobre sistemas de mísseis Buk a jornalistas estrangeiros, e levantou a suspeita de que, na verdade, fora uma tentativa frustrada dos maldosos ucranianos de matar covardemente Putin, visto que, segundo a comedianta, “o avião do prisidenti Púti tinha cabado di passá lá”. Crendeuspai. Pelamor. Taspariu. A insanidade foi motivo de riso para todos que usam o cérebro. O vídeo é imperdível: http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/a-espetacular-descoberta-de-dilma-o-missil-foi-disparado-pelo-governo-da-ucrania-para-derrubar-o-aviao-do-companheiro-putin/comment-page-2/

Lula, Dilma e sua corja nunca lucraram nada ao defender Putin; fazem-no pelo simples prazer sórdido de ser antiamericanos. Simplesmente ridículo.

O passado encontra o presente; da mesma forma que a Rússia não limpou seu governo de bandidos dos tempos soviéticos, no dia em que forem descobertos os verdadeiros responsáveis pelo assassinato dos 298 civis o resultado será exatamente o mesmo: Ninguém será julgado, ninguém responderá pelo crime.

Ao menos aqui estamos depurando o País da quadrilha lulista; a cadeia, a fila do desemprego, o ostracismo e a repulsa pública são o futuro dessa gente podre. Lá, a coisa vai continuar bem ruim. Parafraseando Garrincha, que perto de Dilma era PhD em antropologia e política internacional, faltou combinar com os russos. Até pra mentir.

Ver Todos os artigos de Fernando Lopes