Iscas Intelectuais
Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

701 – Sorte
701 – Sorte
E aí? Você se considera uma pessoa sortuda ou azarada? ...

Ver mais

700 – Girl Power
700 – Girl Power
Bem, você sabe que sempre que chegamos num programa ...

Ver mais

699- Um brasileiro
699- Um brasileiro
Como sabemos que muitos ouvintes do Café Brasil não ...

Ver mais

698 – A Mente Moralista
698 – A Mente Moralista
Somos criaturas profundamente intuitivas cujas ...

Ver mais

LíderCast 184 – Michelle Susan
LíderCast 184 – Michelle Susan
Uma lutadora, que sai do zero para trabalhar em ...

Ver mais

LíderCast 183 – Antonio Mamede
LíderCast 183 – Antonio Mamede
Ex-executivo de grandes empresas, hoje consultor e ...

Ver mais

LíderCast 182 – Alexis Fontaine
LíderCast 182 – Alexis Fontaine
Segunda participação do Deputado Federal do partido ...

Ver mais

LíderCast 181 – Christian Gurtner
LíderCast 181 – Christian Gurtner
Christian Gurtner – O homem que leva a gente para ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Minha despedida
Chiquinho Rodrigues
Como você bem sabe, sou músico e tenho uma produtora de vídeo aqui em São Paulo que é o Estúdio Bandeirantes. Atendemos clientes de quase todo o Brasil. Seja fazendo arranjos, produção de Cds, ...

Ver mais

Documentira
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Até anteontem, os Estados Unidos eram o império do mal, a síntese de tudo de ruim que há no universo; um inferno habitado por seres inumanos, que massacram sul-americanos por puro prazer sádico, ...

Ver mais

A harpa elétrica
Chiquinho Rodrigues
Valdenir era um cara que acreditava piamente em reencarnação. Mas não era só isso… Acreditava também em vidas passadas, ufos e astrologia. Flertava com o candomblé, o budismo e era também ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Classificação dos Termos (parte 9)
Alexandre Gomes
Continuando os resumos depois de um belo fim de ano, vou continuar detalhando mais sobre os o que são os termos e suas variedades. Perceba que isso é muito mais uma base de compreensão lógica das ...

Ver mais

Cafezinho 250 – O lobo e o cordeiro
Cafezinho 250 – O lobo e o cordeiro
Monteiro Lobato tem um livro precioso chamado Fábulas, ...

Ver mais

Cafezinho 249 – Na vanguarda do atraso
Cafezinho 249 – Na vanguarda do atraso
Para que, daqui a 40 anos, os jovens que hoje têm ido ...

Ver mais

Cafezinho 248 – O meiostream
Cafezinho 248 – O meiostream
Sobre se considerar bem-sucedido sendo o que se é.

Ver mais

Cafezinho 247 – Compartilhe!
Cafezinho 247 – Compartilhe!
Sobre o hábito de compartilhar aquilo que vale a pena.

Ver mais

Números reveladores

Números reveladores

Luiz Alberto Machado - Iscas Econômicas -

Números reveladores

“Para aumentar a performance de um país, é preciso investir na base, pensar em políticas e estratégias para que os mais vulneráveis aprendam. Não adianta fazer com que os poucos que estão no topo melhorem.”

Ricardo Henriques

(Superintendente do Instituto Unibanco)

No dia 3 de dezembro, vieram a público revelações relevantes sobre dois aspectos de grande interesse para os brasileiros.

Uma dessas revelações refere-se ao desempenho da economia brasileira. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o crescimento do produto interno bruto (PIB) no terceiro trimestre do ano foi de 0,6% e de 1,2% na comparação com o ano de 2018. Tais números foram superiores à maior parte das expectativas e indicam que o País continua apresentando alguma recuperação, insuficiente, porém, até para neutralizar o péssimo desempenho dos anos de 2015 e 2016, em que houve crescimento negativo de 3,5% em cada um deles.  De qualquer maneira, trata-se de um dado positivo e renova as esperanças de um crescimento mais robusto em 2020, cuja estimativa, atualmente, é de 2 a 2,3%.

Outra revelação diz respeito aos resultados da principal avaliação internacional de educação, conhecida como PISA. Realizada a cada três anos pela Organização para o Crescimento e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o exame compara o desempenho de estudantes de 15 anos de 79 países em três áreas do conhecimento: leitura, matemática e ciências. Embora o Brasil tenha apresentado ligeira melhora em relação à avaliação anterior, os dados estão longe de entusiasmar e retratam indicadores que merecem especial atenção, não apenas das autoridades, mas de qualquer pessoa interessada num futuro melhor para o País.

Das conclusões que os resultados do PISA permitem tirar, três me parecem essenciais: (i) repete-se na educação o mesmo quadro de acentuada desigualdade existente no Brasil como um todo, uma vez que o desempenho dos estudantes das regiões sul, sudeste e centro-oeste é muito superior ao dos estudantes das regiões norte e nordeste; (ii) existe também acentuada desigualdade entre o desempenho dos estudantes das escolas privadas e públicas, observando-se, inclusive, que os estudantes de escolas privadas de elite conseguem desempenho equivalente ao de estudantes de países que ostentam as primeiras colocações no ranking; (iii) quando se compara o desempenho do Brasil com o de países que lideram o ranking, percebe-se claramente a diferença com que a educação é tratada, em especial nos anos iniciais, compreendendo a educação infantil e o ensino fundamental, quando o retorno do investimento é mais elevado, como mostram as pesquisas de inúmeros especialistas, incluindo James Heckman, ganhador do Prêmio Nobel de Economia em 2000. Deficiências adquiridas nessas etapas tendem a se reproduzir por toda a vida.

Considerando as revelações do desempenho da economia, representado pelo crescimento do PIB, e do desempenho da educação, representado pelos resultados do PISA, fico com a convicção de que só teremos um desempenho consistente e sustentável do crescimento econômico no longo prazo se melhorarmos significativamente nosso desempenho na educação. Sem isso, estamos condenados a continuar com níveis de crescimento oscilantes e inferiores às necessidades de um país que permanece com níveis alarmantes de desigualdade social e regional.

Iscas para ir mais fundo no assunto

Referências bibliográficas e webgráficas

CAFARDO, Renata; PALHARES, Isabela. Escolas privadas de elite do Brasil superam Finlândia no Pisa; rede pública vai pior do que Peru. O Estado de S. Paulo, 4 de dezembro de 2019. Disponível em https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,escolas-privadas-de-elite-do-brasil-superam-finlandia-no-pisa-rede-publica-vai-pior-do-que-peru,70003112767.

WEINBERG, Monica. James Heckman e a importância da educação infantil. Veja, 22 de setembro de 2017. Disponível em https://veja.abril.com.br/revista-veja/james-heckman-nobel-desafios-primeira-infancia/.

Ver Todos os artigos de Luiz Alberto Machado