Iscas Intelectuais
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

O Irlandês
O Irlandês
O Irlandês é um PUTA filme, para ser degustado. Se você ...

Ver mais

700 – Girl Power
700 – Girl Power
Bem, você sabe que sempre que chegamos num programa ...

Ver mais

699- Um brasileiro
699- Um brasileiro
Como sabemos que muitos ouvintes do Café Brasil não ...

Ver mais

698 – A Mente Moralista
698 – A Mente Moralista
Somos criaturas profundamente intuitivas cujas ...

Ver mais

697 – O isentão
697 – O isentão
Quando você não tem político de estimação é muito bom ...

Ver mais

LíderCast 183 – Antonio Mamede
LíderCast 183 – Antonio Mamede
Ex-executivo de grandes empresas, hoje consultor e ...

Ver mais

LíderCast 182 – Alexis Fontaine
LíderCast 182 – Alexis Fontaine
Segunda participação do Deputado Federal do partido ...

Ver mais

LíderCast 181 – Christian Gurtner
LíderCast 181 – Christian Gurtner
Christian Gurtner – O homem que leva a gente para ...

Ver mais

LíderCast 180 – Marco Aurélio Mammute
LíderCast 180 – Marco Aurélio Mammute
Luciano Pires: Bom dia, boa tarde, boa noite. ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

A harpa elétrica
Chiquinho Rodrigues
Valdenir era um cara que acreditava piamente em reencarnação. Mas não era só isso… Acreditava também em vidas passadas, ufos e astrologia. Flertava com o candomblé, o budismo e era também ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Classificação dos Termos (parte 9)
Alexandre Gomes
Continuando os resumos depois de um belo fim de ano, vou continuar detalhando mais sobre os o que são os termos e suas variedades. Perceba que isso é muito mais uma base de compreensão lógica das ...

Ver mais

Primeiras impressões de 2020
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Primeiras impressões de 2020 “A economia compreende todas as atividades do país, mas nenhuma atividade do país compreende a economia.” Millôr Fernandes O ano está apenas começando, mas algumas ...

Ver mais

Lendas urbanas volume um
Chiquinho Rodrigues
Ademar e Ademir eram gêmeos siameses isquiópagos. Gêmeos siameses xifópagos (E não XiPófagos como alguns entendem) são aqueles unidos por um segmento físico. A nomenclatura provém de xifóide que ...

Ver mais

Cafezinho 247 – Compartilhe!
Cafezinho 247 – Compartilhe!
Sobre o hábito de compartilhar aquilo que vale a pena.

Ver mais

Cafezinho 246 – Setecentos
Cafezinho 246 – Setecentos
São 74 minutos de puro deleite.

Ver mais

Cafezinho 245 – Como censurar o Porta dos Fundos
Cafezinho 245 – Como censurar o Porta dos Fundos
Democracia é a liberdade de dizer “não”, mesmo que você ...

Ver mais

Cafezinho 244 – A bomba
Cafezinho 244 – A bomba
Os mais bobinhos vão acreditar na intenção que a ...

Ver mais

Militares de ouro do Brasil

Militares de ouro do Brasil

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Por Adalberto Piotto

Por que a maior parte da imprensa esconde que a judoca Rafaela Silva, o primeiro ouro nacional nos Jogos do Rio, é sargento da Marinha do Brasil e faz parte do programa de desenvolvimento de atletas de alto nível das Forças Armadas?

Porque é imprecisa sobre os fatos e, mesmo estando em 2016, preconceituosa com os militares ao não reconhecer o trabalho bem feito em nome do país, neste caso dos militares, que são igualmente brasileiros e somam medalhas para o Brasil.

A maioria dos colegas das redações se esmera ao lembrar da origem humilde da atleta, o que é um fato, mas erra ao não citar e valorizar o meio como ela, com sua competência e dedicação, se superou. Este também um fato, mas desta vez ignorado.

Chega do coitadismo disfarçado de benemerência com desinformação conveniente.

Ressalte-se o sucesso pela competência dela e da estrutura a que teve acesso. Reconheça-se isso.

Em algum momento, o Brasil acertou com ela.

Este é um modelo a ser seguido.

A sargento Rafaela Silva, a primeira medalhista de ouro, foi grandiosa por si, pela sua superação depois de Londres, e pelos meios que a permitiram se desenvolver.

Ela é o exemplo a ser seguido.

É talento de uma brasileira de sempre e um êxito do Brasil contemporâneo.

__________________________________________________________________

Matéria publicada em http://www.cbj.com.br/militar/

judocas

Com o objetivo de fortalecer a equipe brasileira para a 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares, realizada em 2011, no Rio de Janeiro, o Ministério da Defesa em parceria com o Ministério do Esporte criou em 2008 o Programa de Incorporação de Atletas de Alto Rendimento às Forças Armadas Brasileiras. O Exército e a Marinha foram os primeiros a aderir ao programa. Mais tarde, em 2014, a Força Aérea Brasileira (FAB) também passou a fazer parte do projeto, que visava também à preparação dos atletas para as Olimpíadas de Londres 2012 e do Rio 2016.
A Confederação Brasileira de Judô participa do Programa desde 2009, tendo, atualmente, 30 atletas da seleção que são também militares: 12 na equipe masculina e 18 na equipe feminina. Desses 30 atletas, 12 alistaram-se no Exército e 18 na Marinha.

O alistamento é feito de forma voluntária e o processo de seleção leva em conta os resultados dos atletas em competições nacionais e internacionais. Dessa forma, as medalhas já conquistadas na carreira transformam-se em pontuações nos concursos para preenchimento das vagas de sargento e marinheiro, por exemplo.

Na prática, a função dos atletas é defender o Brasil em competições militares como os Jogos Mundiais, que em 2015 acontecerão na Coréia do Sul. Em contrapartida, o atleta recebe instruções militares para uma formação básica com um treinamento que dura, em média, três semanas. A partir daí, ele passa a receber o soldo, tem direito à assistência médica e pode utilizar todas as instalações esportivas militares.

Jogos Mundiais Militares

O resultado do Programa foi notório, sobretudo na última edição dos Jogos Mundiais Militares, em 2011. O país ficou em primeiro lugar no quadro geral, conquistando 114 medalhas: 45 ouros, 33 pratas e 36 bronzes. Esse foi o melhor desempenho da história do Brasil na competição. Na edição anterior, em Hyderabad, na Índia, o país havia ficado apenas com a 31ª colocação no quadro geral.

O judô foi uma das modalidades fundamentais nessa campanha, apresentando também um resultado excelente com recorde de medalhas na competição. Ao todo, foram doze pódios: cinco ouros, quatro pratas e três bronzes. Os campeões foram os judocas Luciano Corrêa, Maria Portela e Leandro Guilheiro no individual. Na disputa por equipes, o Brasil levou a melhor tanto no feminino, quanto no masculino. As pratas ficaram com Sarah Menezes, Andressa Fernandes, Ketleyn Quadros e Maria Suelen Altheman. Leandro Cunha, Bruno Mendonça e Rafael Silva conquistaram o bronze.

Veja abaixo a lista de atletas da seleção sênior de Judô que integram os quadros Militares:
Masculino
Felipe Kitadai – Exército
Eric Takabatake – Exército
Charles Chibana – Exército
Bruno Mendonça – Marinha
Alex Pombo – Exército
Leandro Guilheiro – Exército
Victor Penalber – Exército
Tiago Camilo – Exército
Eduardo Santos – Marinha
Luciano Corrêa – Exército
Rafael Silva – Exército
Walter Santos – Marinha

Feminino
Sarah Menezes – Marinha
Gabriela Chibana – Exército
Nathália Brígida – Marinha
Érika Miranda – Marinha
Raquel Silva – Marinha
Eleudis Valentim – Exército
Rafaela Silva – Marinha
Ketleyn Quadros – Marinha
Flávia Gomes – Exército
Mariana Barros – Marinha
Mariana Silva – Marinha
Katherine Campos – Marinha
Maria Portela – Marinha
Nádia Merli – Exército
Bárbara Timo – Marinha
Mayra Aguiar – Marinha
Maria Suelen Altheman – Marinha
Claudirene Cézar – Marinha

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto