Iscas Intelectuais
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

601 – Alfabetização para a Mídia II
601 – Alfabetização para a Mídia II
Publicamos um videocast sobre Alfabetização para a ...

Ver mais

600 – God Save The Queen
600 – God Save The Queen
Café Brasil 600... Chegou a hora de comemorar outra ...

Ver mais

599 – Gastando tempo
599 – Gastando tempo
Quem ouve o Café Brasil há algum tempo sabe da minha ...

Ver mais

598 – O bovárico
598 – O bovárico
Madame Bovary é um livro clássico que nos apresenta a ...

Ver mais

LíderCast 97 – Michael Oliveira
LíderCast 97 – Michael Oliveira
Michael Oliveira, que é criador e apresentador do ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Mostrem essa coragem toda!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não há mais o que falar, esmiuçar ou palpitar sobre a intervenção federal na Segurança do Rio de Janeiro. Entre especialistas da área, especialistas do nada, gente se fingindo de especialista e ...

Ver mais

Como não combater a inflação
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Como não combater a inflação  O livro que, infelizmente, poucos leram “Os controles são profunda e intrinsecamente imorais. Substituindo o governo da lei e da cooperação voluntária no mercado ...

Ver mais

Como vencer um debate tendo razão
Bruno Garschagen
Ciência Política
O estrondoso sucesso do psicólogo canadense Jordan Peterson tem mostrado coisas extremamente interessantes sobre como parte da sociedade reage diante de alguém que sabe defender corajosamente as ...

Ver mais

O oitavo círculo
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Faz uns bons anos, no departamento de trânsito de uma pequena e pacata cidade do interior paulista. Um cliente sofreu alguns danos em seu carro, devido aos quebra-molas exagerados, muito acima ...

Ver mais

Cafezinho 48 – As reformas
Cafezinho 48 – As reformas
Reformas estruturais implicam em mudanças na forma como ...

Ver mais

Cafezinho 47 – Os poblema
Cafezinho 47 – Os poblema
Como as mídias sociais revelaram o tamanho do desastre ...

Ver mais

Cafezinho 46 – Experimente
Cafezinho 46 – Experimente
Experimente abrir uma empresa. Seja o dono.

Ver mais

Cafezinho 45 – O louco
Cafezinho 45 – O louco
Na semana passada, quase sete anos após a apresentação ...

Ver mais

Liderança pelo exemplo

Liderança pelo exemplo

ivan carlos witt - Iscas Horizontes -

goldfish jumping - improvement and career concept

Motive o seu time e busque o que ele tem de melhor

Líderes que buscam alinhamento de seus times sabem que para motivá-los precisam, acima de tudo, fazer o que dizem, conhecido como “walk the talk”. Muito tato e cuidado nessa hora, se você é um líder. Não seja demagogo nem menospreze a capacidade do seu pessoal. Eles saberão diferenciar suas intenções facilmente.Por isso incentive o feedback e torne-se permeável a ele. Escutar posições antagônicas requer treino. É preciso realmente ouvir. Evite rebater a informação ou propor mudanças imediatamente. Isso evidencia uma postura defensiva. Costumamos ser lenientes conosco. Achamos que somos participativos, mas não se engane meu amigo, você, eu e todo mundo temos mecanismos de defesa e os usamos sem parcimônia.

Siga o roteiro. Feedback tem que pedir, o que sinaliza que você o deseja, que é importante para você. Depois é preciso ouvir, de preferência anotar o que esta ouvindo. Na dúvida, pergunte. Mas atenção: não justifique nem iniba o interlocutor. Tente quantificar, peça exemplos, quanto mais específico melhor. Entenda que dar feedback acarreta risco e por isso, caso não exista a confiança necessária ao processo, melhor garantir o anonimato das pessoas envolvidas. Com tempo, reflita sobre o que foi dito, trace um plano de ação que culmine em melhorias na tratativa com o grupo e comunique oportunamente o que fará a respeito do que lhe foi informado.

Grande parte dos problemas pode ser resolvida com comunicação efetiva. Não basta tomar uma decisão. É preciso prestar conta dela para seu pessoal. Explique o porquê das coisas. Use sua posição, que lhe permite enxergar mais longe, para esclarecer ao seu time a razão das suas escolhas. Eles apreenderão com você e assim, como por mágica, as coisas começaram a fluir melhor, com pessoas alinhadas em torno de objetivos conhecidos.

Acostume-se também a oposição, seja por diferença de opiniões, seja pelo fogo-amigo, presente em todos os grupos sociais. Ninguém é obrigado a pensar como você, nem mesmo seus liderados. Ouça atentamente, deixe que outras pessoas do grupo exponham suas ideias. No fim, tome sua decisão levando em conta todos os ângulos e aspectos apresentados. Quando a escolha não tiver sido a melhor, e isso acontece para todos, assuma rapidamente a responsabilidade e busque outra alternativa. Não gaste tempo justificando-se. Esse tempo é precioso para a solução do problema. Tente outra vez, de outra maneira.

Busque no seu time a força da superação, a tenacidade de permanecer tentando até o problema ser resolvido. Mar calmo nunca forma bons capitães. Desenvolva em seu pessoal o gosto pelo novo, pelo desconhecido, pelo difícil, pelo impossível até. Grupos vencedores são, antes de tudo, resilientes e não desanimam diante de adversidades. Reconheça sempre o esforço de todos, promovendo os melhores, ajudando os demais a superarem seus bloqueios. Para finalizar, nunca, mas nunca mesmo, perca seu senso de humor e vá contra seus valores.

Não é fácil liderar, mas desenvolver a si mesmo e aos outros é uma das coisas mais recompensadoras que existem.

Boa sorte!

Ver Todos os artigos de ivan carlos witt