Iscas Intelectuais
Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

670 – A nova Previdência
670 – A nova Previdência
No dia 12 de Junho fomos à Brasília e, no Ministério da ...

Ver mais

669 – Fora da Caixa 2
669 – Fora da Caixa 2
Você não precisa inventar a lâmpada para ser original. ...

Ver mais

668 – Fora da caixa
668 – Fora da caixa
Não é fácil hoje em dia ter uma ideia original, ...

Ver mais

667 – Ajuda, por favor
667 – Ajuda, por favor
Toda mudança implica em incomodação. Se não incomoda, ...

Ver mais

LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
Marcel Van Hattem é um jovem Deputado Federal pelo ...

Ver mais

LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
Aproveitando que o Everest está sendo discutido na ...

Ver mais

LíderCast Temporada 12
LíderCast Temporada 12
Vem aí a Temporada 12 do LíderCast, que será lançada na ...

Ver mais

LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
Servidor público de carreira, que a partir das ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – AMBIGUIDADE DA LINGUAGEM (parte 10)
Alexandre Gomes
Já que uma PALAVRA é um SÍMBOLO, um SIGNO ARBITRÁRIO ao qual é imposto um significado por convenção, é natural que esteja sujeita (a palavra) à AMBIGUIDADE. E isso pode surgir de alguns pontos: ...

Ver mais

O salário do professor brasileiro é um dos mais baixos do mundo
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Matéria de ontem no jornal O Globo nos lembra um fato que é amplamente reconhecido: os professores brasileiros estão entre os que recebem os menores salários no mundo inteiro. Em relação aos ...

Ver mais

As cigarras, as formigas e o tal do viés ideológico
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA.

Ver mais

Komsomol brasileiro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Um dos métodos mais eficazes para garantir a lavagem cerebral nos jovens de tenra idade (muitas vezes órfãos, vítimas da guerra ou dos pavorosos assassinatos em massa ordenados por Stalin) na ...

Ver mais

Cafezinho 188 – O coeficiente de trouxidão
Cafezinho 188 – O coeficiente de trouxidão
É seu coeficiente de trouxidão, com a suspensão ...

Ver mais

Cafezinho 187 – Quem merece seu tempo de vida
Cafezinho 187 – Quem merece seu tempo de vida
Meu tempo de vida está sendo enriquecido ou só desperdiçado?

Ver mais

Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Na definição dos dicionários, disciplina é o conjunto ...

Ver mais

Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Dê uma olhada nas pautas em discussão nas mídias. Veja ...

Ver mais

Liderança pelo exemplo

Liderança pelo exemplo

ivan carlos witt - Iscas Horizontes -

goldfish jumping - improvement and career concept

Motive o seu time e busque o que ele tem de melhor

Líderes que buscam alinhamento de seus times sabem que para motivá-los precisam, acima de tudo, fazer o que dizem, conhecido como “walk the talk”. Muito tato e cuidado nessa hora, se você é um líder. Não seja demagogo nem menospreze a capacidade do seu pessoal. Eles saberão diferenciar suas intenções facilmente.Por isso incentive o feedback e torne-se permeável a ele. Escutar posições antagônicas requer treino. É preciso realmente ouvir. Evite rebater a informação ou propor mudanças imediatamente. Isso evidencia uma postura defensiva. Costumamos ser lenientes conosco. Achamos que somos participativos, mas não se engane meu amigo, você, eu e todo mundo temos mecanismos de defesa e os usamos sem parcimônia.

Siga o roteiro. Feedback tem que pedir, o que sinaliza que você o deseja, que é importante para você. Depois é preciso ouvir, de preferência anotar o que esta ouvindo. Na dúvida, pergunte. Mas atenção: não justifique nem iniba o interlocutor. Tente quantificar, peça exemplos, quanto mais específico melhor. Entenda que dar feedback acarreta risco e por isso, caso não exista a confiança necessária ao processo, melhor garantir o anonimato das pessoas envolvidas. Com tempo, reflita sobre o que foi dito, trace um plano de ação que culmine em melhorias na tratativa com o grupo e comunique oportunamente o que fará a respeito do que lhe foi informado.

Grande parte dos problemas pode ser resolvida com comunicação efetiva. Não basta tomar uma decisão. É preciso prestar conta dela para seu pessoal. Explique o porquê das coisas. Use sua posição, que lhe permite enxergar mais longe, para esclarecer ao seu time a razão das suas escolhas. Eles apreenderão com você e assim, como por mágica, as coisas começaram a fluir melhor, com pessoas alinhadas em torno de objetivos conhecidos.

Acostume-se também a oposição, seja por diferença de opiniões, seja pelo fogo-amigo, presente em todos os grupos sociais. Ninguém é obrigado a pensar como você, nem mesmo seus liderados. Ouça atentamente, deixe que outras pessoas do grupo exponham suas ideias. No fim, tome sua decisão levando em conta todos os ângulos e aspectos apresentados. Quando a escolha não tiver sido a melhor, e isso acontece para todos, assuma rapidamente a responsabilidade e busque outra alternativa. Não gaste tempo justificando-se. Esse tempo é precioso para a solução do problema. Tente outra vez, de outra maneira.

Busque no seu time a força da superação, a tenacidade de permanecer tentando até o problema ser resolvido. Mar calmo nunca forma bons capitães. Desenvolva em seu pessoal o gosto pelo novo, pelo desconhecido, pelo difícil, pelo impossível até. Grupos vencedores são, antes de tudo, resilientes e não desanimam diante de adversidades. Reconheça sempre o esforço de todos, promovendo os melhores, ajudando os demais a superarem seus bloqueios. Para finalizar, nunca, mas nunca mesmo, perca seu senso de humor e vá contra seus valores.

Não é fácil liderar, mas desenvolver a si mesmo e aos outros é uma das coisas mais recompensadoras que existem.

Boa sorte!

Ver Todos os artigos de ivan carlos witt