Iscas Intelectuais
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

618 – No Toca Fitas Do Meu Carro – Scary Pockets
618 – No Toca Fitas Do Meu Carro – Scary Pockets
Mais um programa musical. E daqueles, cara. Você sabe ...

Ver mais

617 – O Clube da Música Autoral
617 – O Clube da Música Autoral
Uma das coisas mais fascinantes de quem se dispõe, como ...

Ver mais

616 – Na média
616 – Na média
Num ambiente construído para que as pessoas fiquem “na ...

Ver mais

615 – Fake News? Procure o viés
615 – Fake News? Procure o viés
Nova Iorque, madrugada de março de 1964. No bairro do ...

Ver mais

LíderCast 112 – Paulo Rabello de Castro
LíderCast 112 – Paulo Rabello de Castro
Professor, consultor, com vasta experiência no setor ...

Ver mais

LíderCast 111 – Tiemi Yamashita
LíderCast 111 – Tiemi Yamashita
LíderCast 111 - Hoje conversamos com Tiemi Yamashita, ...

Ver mais

LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 - Hoje conversamos com Rafael Baltresca, ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Lições de viagem 11 – Santa Catarina
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Lições de viagem 11 Santa Catarina e seus diferenciais  Percebi que me encontrava num estado diferenciado na primeira vez que estive em Santa Catarina, em 1980, quando fui ministrar aulas em dois ...

Ver mais

Solidão em rede: estamos cada vez mais solitários
Mauro Segura
Transformação
Vivemos a "cultura do estresse", de não perder tempo e usar cada minuto para sermos mais produtivos. Mas isso tem um preço.

Ver mais

1936, 1984, 1918
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A guerra civil espanhola (1936-1939) foi assustadora, cruel, mas teve seus lances tragicômicos. Um deles era a eterna bagunça entre as muitas facções que formavam as Forças Republicanas, ...

Ver mais

Região de conflito duplamente em foco
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Região de conflito duplamente em foco “Fronteiras? Nunca vi uma. Mas ouvi dizer que existem na mente de algumas pessoas.” Thor Heyerdahl Não é sempre que alguns dos focos mais controvertidos das ...

Ver mais

Cafezinho 82 – Paciência
Cafezinho 82 – Paciência
O que uma árvore frondosa precisa para se manter firme ...

Ver mais

Cafezinho 81 – A Confederação
Cafezinho 81 – A Confederação
A Confederação mais eficiente do Brasil é a dos bandidos.

Ver mais

Cafezinho 80 – A Copa que era nossa
Cafezinho 80 – A Copa que era nossa
Ao contrário do que acreditam coxinhas e petralhas, o ...

Ver mais

Cafezinho 79 – Desengajados Ativos
Cafezinho 79 – Desengajados Ativos
Engajamento vem do francês engager, que quer dizer “se ...

Ver mais

Jonatan, o Tolo

Jonatan, o Tolo

Bruno Garschagen - Ciência Política -

vídeo que o brasileiro Jonatan Diniz gravou dos Estados Unidos, no conforto e segurança que o país lhe oferece, foi um escarro na face de cada um dos brasileiros que se mobilizou pela sua libertação. Na semana passada, quando o brasileiro não se comunicava com a família havia três dias, escrevi que ele era preso político do regime socialista venezuelano. Pela justificativa do governo de Nicolás Maduro, Jonatan era, de fato, preso político, acusado que foi de trabalhar para a CIA para derrubar o regime.

E o que fez Jonatan, o Tolo, depois de solto e, repito, a partir do conforto e segurança oferecidos pelo país onde vive, os Estados Unidos?

“Aqui é Jonatan, o rapaz que foi preso (risadinha) pela ditadura (risadinha)… Não vou falar ditadura porque esse é um apelido dado pela oposição e os dois lados estão errados, e eu não estou aqui para defender nenhum dos lados e não vou me envolver em política. O que eu vou falar aqui é bomba e mensagem positiva.”

Bom, da mensagem positiva só ficou a bomba, que explodiu na mão de todos os que de boa fé se preocuparam com o destino do “rapaz que foi preso (risadinha) pela ditadura (risadinha)” que ele não ousa chamar pelo nome.

No vídeo de pouco mais de cinco minutos, Jonatan reclamou da imprensa, que, segundo ele, ficou perguntando da prisão, da tortura, em vez de falar das crianças venezuelanas. “Não foquem em notícia ruim, não falem que eu fui torturado, não falem que o regime é ruim, foquem em notícia boa!” Mesmo que Jonatan só cite a imprensa, o que ele diz afeta a todos os que compadeceram do que achavam ser um drama.

Pois bem:

Jonatan, o Tolo, acha que os problemas do mundo resolvem-se se focarmos nas coisas boas.

Jonatan, o Tolo, acha que, se não chamarmos as coisas pelos nomes, a realidade será magicamente transformada.

Jonatan, o Tolo, acha que, se falarmos que não existe crise humanitária na Venezuela, crianças, adultos e velhos venezuelanos não passarão mais fome nem serão presos, torturados ou mortos.

Jonatan, o Tolo, acha que, se todo mundo só falar das crianças e das pessoas que salvam as crianças, o regime socialista de Nicolás Maduro deixará de violentar as crianças e o povo venezuelano.

Jonatan, o Tolo, é incapaz de perceber a ligação entre as ações do regime socialista de Maduro e as suas consequências diretas na vida da população, dentro da qual as crianças são tão vítimas quanto todos os venezuelanos.

Jonatan, o Tolo, acha que é possível salvar as crianças venezuelanas e ao mesmo tempo manter o regime socialista que faz delas parte de suas vítimas.

Jonatan, o Tolo, é incapaz de perceber que, se não fosse o regime que ele não ousa chamar pelo nome, seu trabalho de ajudar crianças talvez não fosse tão necessário e ele poderia ajudar crianças aqui no Brasil.

Jonatan, o Tolo, parece ignorar que tenha sido preso político mesmo tendo admitido que foi lá “para ser preso” e com isso chamar a atenção para a sua causa.

Jonatan, o Tolo, parece ignorar que as ditaduras prendem as pessoas que tentam expor a brutalidade do regime.

Jonatan, o Tolo, acha que os “fins justificam os meios”, declaração de princípios maquiavélica com a qual Nicolás Maduro e seus asseclas concordariam em gênero, número e grau.

Jonatan, o Tolo, como nos versos de Augusto dos Anjos, fez da “Ingratidão — esta pantera” a sua “companheira inseparável”. Ao ser apoiado em seu país, respondeu com escarro e apedrejou as mãos que o afagaram.

Jonatan, o Tolo, acha que, se ignorarmos a maldade, o bem vencerá.

Jonatan é o tolo cuja credulidade fantasiosa corrompeu qualquer traço de inocência

Ver Todos os artigos de Bruno Garschagen