Iscas Intelectuais
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

640 – O monumento à incompetência
640 – O monumento à incompetência
É muito fácil e confortável examinar o passado com os ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

O MARXISMO É UMA RELIGIÃO POLÍTICA!
Carlos Nepomuceno
Na minha live de hoje fiz uma afirmação que se tornou verdade para mim nos últimos anos, mas hoje ficou evidente. Como lidar com meus amigos marxistas? Publicado por Carlos Nepomuceno em Segunda, ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

Cafezinho 126 – Mais Médicos
Cafezinho 126 – Mais Médicos
- Mas eles estavam atendendo os brasileiros necessitados!

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

Indiferença

Indiferença

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

        Indiferença

 

Uma cena que vivi no último domingo. Recebia um amigo analista de São Paulo Denis Canal Mendes para um curso sobre análise e saúde mental. Aula sexta à noite, sábado e folga ao domingo. Após o trabalho saímos pela cidade para comer, rir, conversar sobre as coisas da vida, espairecer.

Domingo saímos e fomos a um bar famoso na grande Goiânia cheio de pessoas, vários telões, reggae ambiente descontraído. Amigos reunidos e o amigo Denis percebe uma situação…

No meio das pessoas uma jovem chorando, pelo visto há muito tempo, sozinha, isolada, mal. Rosto inchado e lágrimas evidentes. O vazio no meio de tantas pessoas… “os bares estão repletos, de almas tão vazias” cantadas por Criolo ecoou fundo nesta hora. Ninguém presente se importava com ela.  Ela ali há horas… O que você faria? Qual seria sua atitude? Ali uma jovem mulher sofria e ninguém se incomodava sequer a reparavam. Muita roupa de marca, cabelos com estilo, muita tecnologia para dizer que se vive e nada de coração… Muito vazio…

Adorei a postura de meu amigo Denis que aproximou se da jovem, conversou com ela alguns minutos, a tranquilizou, voltando a nosso convívio assim que a percebeu mais serena. “você esta precisando de alguma coisa, posso te ajudar em algo”? Gentileza, carinho atenção ajudam em um momento de desespero. Mas por que vivemos uma sociedade regida pela indiferença?

Uma queixa comum que hoje é recorrente em meu consultório e no de vários colegas, e que muito incomoda é a frieza hoje existente, a apatia, a indiferença diante do sofrimento alheio.  Indiferença que esta em nossas instituições, na política, família, religião, judiciário, na violência urbana, no tiro certeiro do bandido que quer assaltar pra gastar o dinheiro na boite mais tarde; a mesma indiferença de todos que vão a um bar de classe média alta, que se sentam ao lado de quem sofre, e nada fazem. Nosso egoísmo pós-moderno, nossa solidão no meio de tantas redes sociais, é a solidão repleta que nada satisfaz que se compraz na ilusão… “bares tão repletos de almas tão vazias”…

A imagem da mulher e a situação daquele bar é um símbolo que incomoda, evidencia a solidão, a tristeza, a apatia das pessoas, a indiferença de nossos dias, cheio de pessoas apoderadas, narcisistas, egoístas, sem carinho, compaixão, ruinas vivas de sua própria afetividade desconstruída pelo orgulho e vaidade. Muito racionalismo, frieza, pessoas interesseiras, egoísmo a solta. O vazio de nossa pós-modernidade. O sofrimento habitual de boa parte das pessoas que vive a fragmentação da afetividade, a dificuldade de estar junto, amar, receber abraço e ser gentil. Muita rede social, sorriso de plástico, bebida e ao lado a agonia… E o que você faria ao ver alguém sofrendo na mesa ao lado? Você se importa comigo, com os que você diz amar, com os outros?

Fiquei muito feliz por ver a atitude de meu amigo Denis e seu exemplo para todos nós.  Com pequenos gestos podemos acolher quem sofre e mostrar nossa educação e humanidade com respeito ao próximo. Este é um caminho de crescimento espiritual, social, afetivo… obrigado Denis por esta maravilhosa lição!

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima