Iscas Intelectuais
O desengajamento moral
O desengajamento moral
Isca intelectual de Luciano Pires sobre o ...

Ver mais

O ridículo
O ridículo
Isca intelectual de Luciano Pires pra incomodar: será ...

Ver mais

Quando um não quer.
Quando um não quer.
Isca intelectual de Luciano Pires com um exemplo de ...

Ver mais

Um bosta
Um bosta
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

549 – Os quatro compromissos
549 – Os quatro compromissos
Podcast Café Brasil 549 - Os quatro compromissos. Cara, ...

Ver mais

548 – O efeito borboleta
548 – O efeito borboleta
Podcast Café Brasil 548 - O efeito borboleta. Você já ...

Ver mais

547 – Sobre desigualdade
547 – Sobre desigualdade
Podcast Café Brasil 547 - Sobre desigualdade. O tema da ...

Ver mais

546 – Só por hoje
546 – Só por hoje
Podcast Café Brasil 546 - Só por hoje. Adicção é o ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 06
Videocast Nakata T02 06
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 06 Em seu dia a ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 05
Videocast Nakata T02 05
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 05 Começo esta ...

Ver mais

Desafiando a Zona de Conforto
Mauro Segura
Transformação
Como podemos superar os nossos receios de tomar riscos? Como podemos mudar o curso da nossa história? A decisão de mudar é meramente individual. Aqui Mauro Segura conta algumas histórias e dá ...

Ver mais

Especial é o seu bolso, não o cheque
Tom Coelho
Sete Vidas
“Você não fica rico com o que ganha; fica rico com o que poupa.” (Yoshio Teresawa)   Crédito de cheque especial lembra visita de parentes distantes. Eles chegam quase sem avisar para um ...

Ver mais

O que vi e vivi nos dias de terror no Espírito Santo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca Intelectual de Bruno Garschagen. O que aconteceu no Espírito Santo abre uma janela de oportunidade fabulosa para discutirmos temas fundamentais para a segurança da sociedade.

Ver mais

Carnaval: síntese da economia criativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Carnaval: síntese da economia criativa “A ‘Cadeia Produtiva do Carnaval’ pode ser traduzida num conceito formal de ‘Economia Criativa e Multidisciplinar’, pois lida com a interface entre ...

Ver mais

Homens Gentis

Homens Gentis

Suely Pavan Zanella - Iscas Comportamentais -

Homens Gentis

 

Suely Pavan Zanellaobamatrump

A repercussão nas Redes Sociais do tratamento dispensado por Obama à sua esposa Michelle em comparação ao de Trump junto à Melania, mostrou que as mulheres gostam mesmo é de homens gentis, educados e cavalheiros. E que homens também gostam de assim ser.

E gentileza, educação e cavalheirismo têm a ver com pequenos gestos como se pode ver nas fotos e vídeos existentes. Um abrir de portas, caminhos e colocar a mão para guiar passos. Além, é claro, de olhares cuidadosos. E uma interessante inclinação corporal de Obama em direção sempre à Michele, típica das pessoas que têm interesse real em outra. Este último gesto que vi em alguns filmes e que foi pouco comentado, para mim que sou psicóloga, foi um dos mais significativos, pois raramente pode ser falseado, já que é espontâneo.

Ou seja, é muito fácil perceber se um homem está ou não interessado em uma mulher. Até em alguns espécimes do sexo masculino em relação à fêmea este gesto de interesse genuíno é visto.

Como disse certa vez uma moça: Sabemos abrir e fechar a porta do carro, mas é muito bom quando um homem espontaneamente faz isso por nós.

Podemos ser independentes, feministas, e mesmo assim apreciarmos as gentilezas masculinas. As coisas não são incompatíveis. Mulher gosta, pelo menos a maioria, de ser bem tratada. E reclama muito também da grosseria de alguns machos.

Óbvio que há exceções! Algumas mulheres julgam atos gentis, cavalheiros e educados como mera objetificação e entendem estes gestos como algo assim: Ele só quer ser meu dono!

Particularmente acho que isso é um viés de pensamento e também de ação.

Por várias vezes supervisionei trabalhos de alunos que estavam trabalhando com o universo feminino atual, e não foram raras as cenas em que as mulheres dramatizavam as seguintes situações:

– Um rapaz se oferece para ir busca a participante do curso em sua casa, e ela na cena diz: Eu tenho carro, não preciso que ninguém me pegue em casa.

Como no Psicodrama (metodologia de ação) trabalhamos com diferentes técnicas, sendo uma delas a inversão de papéis, minha supervisionanda verifica que ao se colocar no lugar do rapaz, e só desta forma, a moça percebe sua grosseria. E obviamente depois se descobrem através de uma investigação diagnóstica as razões que fazem a moça que reclama de solidão dar uma resposta tão estereotipada quando esta. Percebe-se que é ela que generaliza os homens, e por assim pensar trata este da mesma forma. E o mais interessante, e graças à sessão com o método psicodramático, é que ela também percebe isso.

– Outra participante, em outra cena de outro curso, ao ir jantar com um rapaz e ao vê-lo tentar pagar a conta faz o seguinte: Tira todos os cartões da bolsa, e os espalha pela mesa e diz: Eu tenho dinheiro, portanto, sou plenamente capaz de pagar a minha parte!

Essa infelizmente, durante a inversão de papéis, não conseguiu colocar-se no lugar do rapaz. E só percebeu o motivo real de sua solidão ao final do curso.

Da minha parte acredito piamente que mulheres gostam de ser bem tratadas e conquistadas sempre. Minha experiência e pesquisas com o Universo Feminino desde 1998 prova isso. O mitólogo Joseph Campbell vai mais longe e diz que mulheres precisam ser reverenciadas. E talvez este seja o principal diferencial de Obama junto à sua esposa, diferentemente de Trump que tratou a esposa como uma espécie de assessório ou ornamento.

Ver Todos os artigos de Suely Pavan Zanella