Iscas Intelectuais
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

Expectativas

Expectativas

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

O início de um novo ano chegou e no período de festas vivenciamos uma legião de expectativas que nos consomem. Quem não sonha com um futuro melhor e diferente? Do presente de natal, como vai ser a ceia, se vamos ter um momento animado, como vai ser o amigo secreto e a abertura dos presente, o que cada um vai ganhar. Na sequência em menos de uma semana vem a virada de ano, a retrospectiva do mal vivido, e a previsão do que vai ser a nova vida; criamos metas, planos, promessas; prometemos parar com vícios; que vamos cuidar melhor da saúde, da educação, que vamos viver melhor de formas alternativas. Tudo isto é muito bonito, mas como qualquer outro tipo de promessa perdura no máximo dois dias. A famosa amnésia dos políticos…

Expectativas e promessas andam juntas. A expectativa é o futurismo, o amanhã, o querer entender o depois pra imaginar se existe uma leve segurança, é prever, tentar aprisionar a intuição, é olhar no horizonte atrás de nuvens de chuva ou perceber se o dia vai ser ensolarado. A promessa é irmã inseparável da expectativa. Como o não sei que anuncia o inconsciente, as defesas da psique, prometer é apenas a verborragia que cobre um vazio. É o patético ato de falar para não ter de agir. Prometer não é um contrato, tampouco uma jura. Prometer não chega a ser a mentira deslavada, em alguns casos, mas a promessa muitas vezes recorre a amnésia de curto prazo, por não ser estrutural, recai nos descartes e o próprio individuo não a leva a sério. Um bom exemplo foram as promessas de campanha feitas na corrida eleitoral há dois meses… o que mesmo é que foi prometido? Que trabalhadores não teriam direitos revogados, que o atual governo não iria promover ajustes com o arrocho para a população, que não teríamos aumento de impostos… tudo que foi criticado no discurso da oposição agora é aplicado pela esquerda neo liberal. Os discursos foram promessas vazias, mentiras e omissão. Que tal a falta de reajuste na Receita Federal?

Quem vive de expectativas é frustrado, se torna melancólico, naturalmente triste, inseguro e sem fé. Viver de futuro é não encarar o dia a dia, o trabalho, é manter acesa a chama de uma ilusão que não se constitui. Várias pessoas com imensa imaturidade que não conseguem produzir vivem de futurologia, de previsão e pouca ou rara ação. Não fazem hoje por que seu amanhã é incerto, um traço de Senex em uma estrutura Pueril. E isto é vivenciado coletivamente neste período de fim de ano. Algumas pessoas estendendo isto por toda a vida. Pra que o esforço se amanhã posso ganhar na loteria? É um marcante traço de uma personalidade imatura.  Igualzinho a educação e o pré sal da Petrobras. Senta e espera! Para não necessitar prometer e ou viver de expectativas faça um planejamento pra sua vida para curto, médio e longo prazo. Faça isto com coisas palpáveis, claras objetivas, reais com pé no chão. Funciona bem se você for maleável e sincero com sua própria vida, se tiver um pouco de dedicação e persistência. Que tal levar sua própria vida a sério?

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima