Iscas Intelectuais
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

Esgoto

Esgoto

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

 

Após receber milhares de comentários sobre a crise hídrica, da água potável no Brasil, resolvi dar meu pitaco sobre o tema, especialmente por que percebo uma bela manipulação da opinião pública sobre o assunto, com reprodução a exaustão de opiniões que não falam o cerne da questão.Vamos iniciar fazendo contas.

Em minha conta de água pago em cima de seu valor total metade deste como taxa de esgoto. Assim se pago 100 reais de conta de água, 50 reais referem se a taxa de esgoto. Moro e trabalho no mesmo local em um setor de classe média. Se no bairro/setor em que moro todas as casas pagassem o mesmo valor teríamos a cifra aproximada de 500 mil reais/mês em apenas um bairro. Uma cidade como Goiânia teria uma arrecadação aproximada de 8 milhões mensais. Detalhe que estou fazendo contas sem números exatos, sendo esta arrecadação maior que a que fiz estimadamente. Tudo vai para empresas públicas que cobram, multam e que impõe ao cidadão estes valores.

Porém você, eu e toda sociedade pagamos por um serviço que não é cumprido há décadas. O esgoto é coletado mas não é tratado em quase todo território nacional. Na falácia dos políticos existe o discurso de que nosso esgoto é tratado, que existem obras sendo feitas, mas na prática basta chegar perto de um rio que rapidamente é perceptível que não existe tratamento do esgoto urbano. O dinheiro arrecadado, cobrado e que nós pagamos é desviado para outros fins. Obras são superfaturadas, empreiteiras lucram muito, políticos enriquecem e a verba com um fim específico some entre o nada e lugar nenhum.

Isto atinge municípios, estados e a nação como um todo. A água que poderia ser tratada e voltar a natureza potável é desperdiçada.

Um algo indizível surge desta realidade que se multiplica em várias frentes. Quantos impostos não são por aqui desviados de seu fim específico? Para que serve o judiciário? Para que existe o código de defesa do consumidor? Hoje a máquina pública é especialista em cobrar, extremamente ágil e punitiva contra o cidadão. Mas quem a pune quando desvia quando torna a corrupção parte de sua estrutura operacional? Psicologicamente vivemos uma era na qual existe a certeza da impunidade junto ao crime organizado em especial quando ele está presente à estrutura política. Algo que sobrevive em nosso imaginário e que nos envolve entre a apatia, raiva e a alienação.

A crise política gerada pelo problema da água não é regional ou estadual mas de todo Brasil. Reflete ainda todo desmatamento recorde feito nos últimos anos após a reforma florestal com o descumprimento de todos os tratados internacionais assinados na última década. O problema não é falta de chuva mas nossa política e políticos sua falta de planejamento e os desvios bilionários, nosso esgoto!

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima