Iscas Intelectuais
#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

579 – A arte de falar merda
579 – A arte de falar merda
Tenha um filtro, meu caro, minha cara. Para o bem do ...

Ver mais

578 – O Círculo de ouro
578 – O Círculo de ouro
Você já parou para pensar que talvez ninguém faça ...

Ver mais

577 – Dois pra lá, dois pra cá
577 – Dois pra lá, dois pra cá
Existe uma divisão política, social e cultural no ...

Ver mais

576 – Gratitude
576 – Gratitude
Gratitude vem do inglês e francês e significa que ...

Ver mais

LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LiderCast 082 – Bruno Soalheiro – Bruno criou a ...

Ver mais

LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 – Lúcia Helena Galvão Maya é diretora da ...

Ver mais

LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 – Tito Gusmão – Tito Gusmão é um jovem ...

Ver mais

LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 –Marcio Appel executivo à frente da ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Sorte? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Chamam a atenção frases do tipo… “Não me inveje, trabalhe!”. Costuma enfeitar vidros traseiros e para-choques de caminhão. E o motivo é simples: Pode não decorar um luxuosíssimo Bugatti ...

Ver mais

Os jacobinos da “nova direita”
Bruno Garschagen
Ciência Política
Quando os antissocialistas mimetizam a mentalidade e a ação política do inimigo, tornam-se o espelho da perfídia.

Ver mais

A hora e a vez da criatividade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A hora e a vez da criatividade  Por que não no Brasil? “Eu olho para as coisas como elas sempre foram e pergunto: Por quê? Eu olho para as coisas como elas poderão vir a ser e pergunto: Por que ...

Ver mais

Cala a boca, Magdo!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Quem não se lembra do “Cala a boca, Magda”, repetido por Caco Antibes no Sai de Baixo? Magda, sua esposa, era de uma estupidez oceânica, e o bordão era gritado a cada asneira dita pela bela ...

Ver mais

Cafezinho 6 – Celebrando o fracasso
Cafezinho 6 – Celebrando o fracasso
Sobre como aprender com nossos insucessos, ...

Ver mais

Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
O nome disso é livre mercado, goste você de Pimenta ...

Ver mais

Cafezinho 4 – A intolerância
Cafezinho 4 – A intolerância
Uma organização conhecida por investir em cultura ...

Ver mais

Cafezinho 3 – A inércia
Cafezinho 3 – A inércia
Issac Newton escreveu que “um objeto que está em ...

Ver mais

Empoderamento do quê?

Empoderamento do quê?

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -
Por Adalberto Piotto
Parado no semáforo, vejo o motorista do carro da frente abrir a janela e arremessar a bituca do cigarro pra fora. Afinal, suponho que este motorista acha que seu carro precisa ficar limpo. A cidade de todos nós…
Logo no semáforo seguinte, emparelho meu carro por consequência da disposição natural do trânsito. Olho do lado e o motorista sujismundo é uma mulher.
Lembro-me de episódio semelhante na semana passada em que, daquela vez, eu, apenas um pedestre, vi um homem motorista jogar pela janela algum papel que acabara de amassar. Estar atento apenas pra se proteger no trânsito inclui olhar pro motorista pra tentar adivinhar o que este vai fazer. Acaba-se vendo outras coisas, como o sujão em questão.
Claro que os fanáticos dos “empoderamentos” ficariam irritados comigo se eu parasse minha história no caso da sujismunda. Mas como contei o do sujão também, deveria isso gerar em todos uma sensação de absolvição geral e irrestrita de gênero?
Não. Definitivamente, não!
Pelo contrário, aponta os dedos sem dó para ambos. E a convicção que gênero não é garantia de qualidade. Nem de cidadania.
O que existe é gente educada e gente mal educada.
Colocar o gênero como qualificador de cidadania não passa de vaidade individualista e nenhuma preocupação coletiva. Nem o é de competência.
Vir com a balela sexista pra se achar melhor que o outro do sexo oposto é, insisto, uma balela.
E muito mal-intencionada.

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto