Iscas Intelectuais
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

Eles Não Querem Vender

Eles Não Querem Vender

Suely Pavan Zanella - Iscas Comportamentais -

ELES NÃO QUEREM VENDER!vendasbaixas

Por Suely Pavan Zanella

Crise, crise, crise…É a palavra que mais ouvimos na TV e lemos em diferentes portais.

Porém, na vida real, o que se vê em shoppings, lojas de rua e supermercados, são pessoas que não querem vender, e até sentem um prazer quase orgástico ao dizer “Não” para o cliente. São mal selecionadas para os cargos e extremamente mal treinadas.

Se antigamente a toda a vez que um vendedor ouvia um não como resposta isso significava venda perdida, hoje a impressão que tenho na maioria dos casos, sem fazer nenhum tipo de generalização, é que pouco importa se a venda é efetuada ou não.

E não é à toa que na maioria das vezes preferimos comprar via Internet, mesmo que tenhamos problema futuros. Como boa compradora pela Internet posso dizer que os prazos para a entrega na maioria das lojas aumentaram, e há uma quase escassez de produtos. Ou seja, se gastam rios de dinheiro em propaganda para absolutamente nada. Imagino até, que ao contrário do que dizem as notícias sobre a crise, os donos de lojas e supermercados estão pouco se lixando sobre o fato de venderem ou não.  Se apenas leem números ao invés de irem a campo não conseguirão detectar o problema do desatendimento e a falta de vontade em vender.

Compraram a tal crise como um produto da moda, ao invés de tomarem providencias assertivas e reforçarem sua força de vendas através de processos seletivos exemplares (a base de qualquer boa empresa) , bons treinamentos de vendas e atendimento ao cliente, e claro, acompanhamento acirrado por parte dos gestores através de processos e liderança (aquele ingrediente que anda em falta na maioria das empresas).

Na profecia de autorrealização, números e não sintomas são analisados, a crise finalmente vencerá. Faltam produtos nas lojas, embora hajam pessoas com desejo de comprar. Faltam também funcionários nos caixas o que gera descontentamento por parte dos clientes, e principalmente gente gabaritada para atender e vender.

Ontem tive o desabor de constatar mais uma vez este processo de não vendas por parte das lojas do shopping. É a semana que antecede o Dia da Criança. Comprar brinquedos pela Internet significava que o mesmo chegaria 3 ou 4 dias após a data. Lá fui eu ao shopping. Estresse na certa!

Mas, não pense você que isso aconteceu apenas nesta data, desde o ano passado tenho alertado para este problema. No Natal conversei com clientes, por exemplo, e o descontentamento com maus vendedores e atendentes era geral, além da falta de produtos que ocorreu também na Copa do Mundo, como já relatei em outros textos.

Quem quer saber o que acontece tem que ir pra rua, ao invés de ficar em escritórios, esta é a regra básica de vendas.

Mas, quem quer vender? É melhor mesmo acreditar em crise. Quando era uma das sócias da Natura dona Yara do Amaral Pricolli costumava dizer nas reuniões de vendas: Tirem a bunda da cadeira!

Hoje sobram bundas sentadas nas cadeiras assistindo TV e vendo notícias sobre a crise na Internet. Vender que é bom, nada!

Ver Todos os artigos de Suely Pavan Zanella