Iscas Intelectuais
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

636 – As duas éticas da eleição
636 – As duas éticas da eleição
Gravei um LíderCast da Temporada 11, que só vai ao ar ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

O ENEM e a (anti-)educação
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Nos dois últimos fins-de-semana, milhões de candidatos ao ensino superior realizaram as provas do ENEM. O vestibular é o telos do ensino fundamental e médio no Brasil. As escolas privadas assumem ...

Ver mais

Cafezinho 126 – Mais Médicos
Cafezinho 126 – Mais Médicos
- Mas eles estavam atendendo os brasileiros necessitados!

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

Descrença

Descrença

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Estes dias recebo uma carta de uma pessoa que se diz melancólica. Questiona o sentido da existência. Trabalha muito em três empregos, nos finais de semana estuda para tentar dar dignidade à sua família. É honesto e tenta pagar todos os impostos em dia. Em sua vida tenta ao máximo ser coerente e não gosta de jeito nenhum de coisas erradas. Mas atualmente se sente melancólico, descrente, para ele os valores da sociedade como  a política nada mais valem. Ele diz que perdeu a esperança e não consegue mais acreditar no que ai está…

Melancolia é um estado natural que ocorre quando rompemos com nosso destino. Quando a força  propulsora do espírito é silenciada. Quando a apatia se torna estilo de vida. Quando omitimos, silenciamos o bom senso que existe dentro de nós. Melancolia é este estado psicológico no qual as coisas perdem o sentido e a graça de existir. Por nossa conjuntura política, econômica, ideológica  rompida, milhares de pessoas vivem atualmente neste estado de que “está ruim mas está bom”… Não é a toa que reelegemos corruptos, falsários de ideologia, pessoas com ficha suja e agora assistimos promessas de campanha descumpridas e ignoradas em uma sacanagem geral e irrestrita. Pátria de otários?

O cenário social tem enorme influência na vida de um indivíduo. Especialmente quando lidamos com recessão, endividamento, ruptura de valores ao ver um país como o nosso arrecadar muito dinheiro destinado a corrupção. Faltar dinheiro pra saúde, educação, para os aposentados e melhoria da vida das pessoas, piorando o cenário a situação triste de ver que isto não vai mudar nem a curto nem a médio prazo. Ao contrário os mecanismos legislativos no Brasil dão garantia em conjunto com o judiciário para que a corrupção seja naturalizada, institucionalizada perpetuando isto por décadas. Projetos sociais como o ficha limpa, e agora  o da responsabilidade fiscal perdem a eficácia por manobras, lacunas mudanças propositais para manter acesa a chama da roubalheira. Assim o povo se mata de trabalhar para sustentar mordomia de políticos… que negociam milhões como se fosse o troco da padaria.

Esta descrença que é um fragmento da melancolia  faz parte hoje do relato de milhares de pessoas. Representou os 37% dos votos nulos e das abstenções na última eleição. É a cara de cansado do pai de família que luta pra tentar fechar as contas e não consegue.

Mas o cenário da descrença vai além. Hoje as pessoas que estão apáticas também tendem a um certo comodismo. Rotina em excesso, pouca criatividade, pouca flexibilidade, raro senso de aventura. E o pior de tudo não levar a própria vocação a sério. Estar longe, distante demais de um dom natural e do que se gosta de fazer é a ruína que paulatinamente retira da existência a alegria de existir. Leve a sério seu dom, o que gosta de fazer e lute pra conseguir algo na vida com paciência, criatividade  e perseverança.

Semana que vem continua…

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima