Iscas Intelectuais
Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

701 – Sorte
701 – Sorte
E aí? Você se considera uma pessoa sortuda ou azarada? ...

Ver mais

700 – Girl Power
700 – Girl Power
Bem, você sabe que sempre que chegamos num programa ...

Ver mais

699- Um brasileiro
699- Um brasileiro
Como sabemos que muitos ouvintes do Café Brasil não ...

Ver mais

698 – A Mente Moralista
698 – A Mente Moralista
Somos criaturas profundamente intuitivas cujas ...

Ver mais

LíderCast 184 – Michelle Susan
LíderCast 184 – Michelle Susan
Uma lutadora, que sai do zero para trabalhar em ...

Ver mais

LíderCast 183 – Antonio Mamede
LíderCast 183 – Antonio Mamede
Ex-executivo de grandes empresas, hoje consultor e ...

Ver mais

LíderCast 182 – Alexis Fontaine
LíderCast 182 – Alexis Fontaine
Segunda participação do Deputado Federal do partido ...

Ver mais

LíderCast 181 – Christian Gurtner
LíderCast 181 – Christian Gurtner
Christian Gurtner – O homem que leva a gente para ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Minha despedida
Chiquinho Rodrigues
Como você bem sabe, sou músico e tenho uma produtora de vídeo aqui em São Paulo que é o Estúdio Bandeirantes. Atendemos clientes de quase todo o Brasil. Seja fazendo arranjos, produção de Cds, ...

Ver mais

Documentira
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Até anteontem, os Estados Unidos eram o império do mal, a síntese de tudo de ruim que há no universo; um inferno habitado por seres inumanos, que massacram sul-americanos por puro prazer sádico, ...

Ver mais

A harpa elétrica
Chiquinho Rodrigues
Valdenir era um cara que acreditava piamente em reencarnação. Mas não era só isso… Acreditava também em vidas passadas, ufos e astrologia. Flertava com o candomblé, o budismo e era também ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Classificação dos Termos (parte 9)
Alexandre Gomes
Continuando os resumos depois de um belo fim de ano, vou continuar detalhando mais sobre os o que são os termos e suas variedades. Perceba que isso é muito mais uma base de compreensão lógica das ...

Ver mais

Cafezinho 249 – Na vanguarda do atraso
Cafezinho 249 – Na vanguarda do atraso
Para que, daqui a 40 anos, os jovens que hoje têm ido ...

Ver mais

Cafezinho 248 – O meiostream
Cafezinho 248 – O meiostream
Sobre se considerar bem-sucedido sendo o que se é.

Ver mais

Cafezinho 247 – Compartilhe!
Cafezinho 247 – Compartilhe!
Sobre o hábito de compartilhar aquilo que vale a pena.

Ver mais

Cafezinho 246 – Setecentos
Cafezinho 246 – Setecentos
São 74 minutos de puro deleite.

Ver mais

Descrença

Descrença

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Estes dias recebo uma carta de uma pessoa que se diz melancólica. Questiona o sentido da existência. Trabalha muito em três empregos, nos finais de semana estuda para tentar dar dignidade à sua família. É honesto e tenta pagar todos os impostos em dia. Em sua vida tenta ao máximo ser coerente e não gosta de jeito nenhum de coisas erradas. Mas atualmente se sente melancólico, descrente, para ele os valores da sociedade como  a política nada mais valem. Ele diz que perdeu a esperança e não consegue mais acreditar no que ai está…

Melancolia é um estado natural que ocorre quando rompemos com nosso destino. Quando a força  propulsora do espírito é silenciada. Quando a apatia se torna estilo de vida. Quando omitimos, silenciamos o bom senso que existe dentro de nós. Melancolia é este estado psicológico no qual as coisas perdem o sentido e a graça de existir. Por nossa conjuntura política, econômica, ideológica  rompida, milhares de pessoas vivem atualmente neste estado de que “está ruim mas está bom”… Não é a toa que reelegemos corruptos, falsários de ideologia, pessoas com ficha suja e agora assistimos promessas de campanha descumpridas e ignoradas em uma sacanagem geral e irrestrita. Pátria de otários?

O cenário social tem enorme influência na vida de um indivíduo. Especialmente quando lidamos com recessão, endividamento, ruptura de valores ao ver um país como o nosso arrecadar muito dinheiro destinado a corrupção. Faltar dinheiro pra saúde, educação, para os aposentados e melhoria da vida das pessoas, piorando o cenário a situação triste de ver que isto não vai mudar nem a curto nem a médio prazo. Ao contrário os mecanismos legislativos no Brasil dão garantia em conjunto com o judiciário para que a corrupção seja naturalizada, institucionalizada perpetuando isto por décadas. Projetos sociais como o ficha limpa, e agora  o da responsabilidade fiscal perdem a eficácia por manobras, lacunas mudanças propositais para manter acesa a chama da roubalheira. Assim o povo se mata de trabalhar para sustentar mordomia de políticos… que negociam milhões como se fosse o troco da padaria.

Esta descrença que é um fragmento da melancolia  faz parte hoje do relato de milhares de pessoas. Representou os 37% dos votos nulos e das abstenções na última eleição. É a cara de cansado do pai de família que luta pra tentar fechar as contas e não consegue.

Mas o cenário da descrença vai além. Hoje as pessoas que estão apáticas também tendem a um certo comodismo. Rotina em excesso, pouca criatividade, pouca flexibilidade, raro senso de aventura. E o pior de tudo não levar a própria vocação a sério. Estar longe, distante demais de um dom natural e do que se gosta de fazer é a ruína que paulatinamente retira da existência a alegria de existir. Leve a sério seu dom, o que gosta de fazer e lute pra conseguir algo na vida com paciência, criatividade  e perseverança.

Semana que vem continua…

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima