Iscas Intelectuais
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

Depende de você

Depende de você

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Manifestação

Por Adalberto Piotto

Será que os brasileiros irão às ruas no domingo?

Você tem a resposta. Se for, fomos milhões que estivemos lá. Se não for, não fomos.

Na verdade, nós, os outros, que não você que não for, diremos que fomos. Mas seria melhor que você também fosse e fizesse parte desse “fomos” coletivo e comprometido com o Brasil.

Não há mais razão para alguém terceirizar seus anseios e desejos de fazer deste país uma nação ao esperar que outros façam por ele o que ele deveria fazer. De ir às ruas dar um basta definitivo às mazelas, aos absurdos e aos reinados da hipocrisia e corrupção que pretensos líderes se dão ao se imaginarem salvadores da pátria. Porque não existem, não salvam, não protegem nada além de seus escusos interesses em detrimento do bem-estar social de milhões.

Por isso, vá.

Eles precisam do seu imobilismo e da sua ignorância para se perpetuarem no poder ou se acharem acima da lei, mesmo quando convocados a dar simples depoimentos.

Eles querem morar em sítios cinematográficos, coberturas e triplex de frente ao mar, mas não gostam de trabalhar para conquistar. Para eles, favores de amigos são sempre bem-vindos, até porque estes amigos foram beneficiados por outros favores ilícitos antes de se aventurarem na “bondade” ao patriarca da “gentileza” com o alheio.

Esses pretensos líderes de pelotões de sindicalizados e de movimentos sociais de manipulados precisam que você, um cidadão do bem e honesto, fique em casa, ignore seus compatriotas e se mantenha reclamando sem nada fazer.

É o que eles precisam: do seu nada para que eles possam tudo…contra você e seu país.

Já mostraram que podem e conseguem.

Por isso, temem algo que os tire da liderança do atraso que pune você e do avanço da riqueza inescrupulosa que os privilegia. Só a  eles.

Querem que você seja eternamente alguém que de tudo reclame, porque lhes dá argumentos para promessas irresponsáveis, e nada faça, porque não lhes tira o poder de sempre prometer e enganar sob e sobre tudo.

Então vá às ruas no domingo, dia 13.

Se outros irão também e seremos milhões?

A resposta você tem.

Se for você for, seremos.

Ps.: Eu, Adalberto Piotto, brasileiro, irei à avenida Paulista no dia 13, domingo. Como fui nos outros. Não consigo imaginar um privilégio maior de poder dar meu apoio ao meu país.

 

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto