Iscas Intelectuais
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

O Irlandês
O Irlandês
O Irlandês é um PUTA filme, para ser degustado. Se você ...

Ver mais

700 – Girl Power
700 – Girl Power
Bem, você sabe que sempre que chegamos num programa ...

Ver mais

699- Um brasileiro
699- Um brasileiro
Como sabemos que muitos ouvintes do Café Brasil não ...

Ver mais

698 – A Mente Moralista
698 – A Mente Moralista
Somos criaturas profundamente intuitivas cujas ...

Ver mais

697 – O isentão
697 – O isentão
Quando você não tem político de estimação é muito bom ...

Ver mais

LíderCast 183 – Antonio Mamede
LíderCast 183 – Antonio Mamede
Ex-executivo de grandes empresas, hoje consultor e ...

Ver mais

LíderCast 182 – Alexis Fontaine
LíderCast 182 – Alexis Fontaine
Segunda participação do Deputado Federal do partido ...

Ver mais

LíderCast 181 – Christian Gurtner
LíderCast 181 – Christian Gurtner
Christian Gurtner – O homem que leva a gente para ...

Ver mais

LíderCast 180 – Marco Aurélio Mammute
LíderCast 180 – Marco Aurélio Mammute
Luciano Pires: Bom dia, boa tarde, boa noite. ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

A harpa elétrica
Chiquinho Rodrigues
Valdenir era um cara que acreditava piamente em reencarnação. Mas não era só isso… Acreditava também em vidas passadas, ufos e astrologia. Flertava com o candomblé, o budismo e era também ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Classificação dos Termos (parte 9)
Alexandre Gomes
Continuando os resumos depois de um belo fim de ano, vou continuar detalhando mais sobre os o que são os termos e suas variedades. Perceba que isso é muito mais uma base de compreensão lógica das ...

Ver mais

Primeiras impressões de 2020
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Primeiras impressões de 2020 “A economia compreende todas as atividades do país, mas nenhuma atividade do país compreende a economia.” Millôr Fernandes O ano está apenas começando, mas algumas ...

Ver mais

Lendas urbanas volume um
Chiquinho Rodrigues
Ademar e Ademir eram gêmeos siameses isquiópagos. Gêmeos siameses xifópagos (E não XiPófagos como alguns entendem) são aqueles unidos por um segmento físico. A nomenclatura provém de xifóide que ...

Ver mais

Cafezinho 247 – Compartilhe!
Cafezinho 247 – Compartilhe!
Sobre o hábito de compartilhar aquilo que vale a pena.

Ver mais

Cafezinho 246 – Setecentos
Cafezinho 246 – Setecentos
São 74 minutos de puro deleite.

Ver mais

Cafezinho 245 – Como censurar o Porta dos Fundos
Cafezinho 245 – Como censurar o Porta dos Fundos
Democracia é a liberdade de dizer “não”, mesmo que você ...

Ver mais

Cafezinho 244 – A bomba
Cafezinho 244 – A bomba
Os mais bobinhos vão acreditar na intenção que a ...

Ver mais

Democracia?

Democracia?

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Bandeira do brasil pegando fogo

 

Democracia?

 

Estes dias vi dois amigos discutindo sobre política. Eram no início da discussão amigos… depois de meia hora de contenda, os ânimos exaltados e a temática ficou acalorada. Mais dez minutos e a verborragia toma conta, impropérios, xingos, ofensas e o fim da amizade se consolida no desrespeito total e irrestrito. O fato que acabei assistindo tem me sido relatado em várias vezes em nossa atualidade. Passionalidade, o instinto que tomou conta, a razão obliterada, fanatismo, patrulhamento ideológico, intolerância, ataques, fofoca, maledicência. É proibido discordar, falar da realidade sem sofrer ataques ou perseguição.

 

Estecenário comum que hoje ocorre na sociedade tem início claro nas estratégias de campanha decretada pelos marqueteiros do horror. Dá audiência atacar, mostrar se truculento, agredir. Assim foi trucidada a candidata Marina no primeiro turno deste pleito. PT e PSDB desrespeitando a mulher, a candidata, a pessoa, a trajetória. E hoje ironicamente quem atacou sofre do mesmo mal feito a outrem.

 

Mas quem foi que falou que nossos políticos respeitam alguém? Acaso foi respeitada a população que foi as ruas em julho do ano passado pedir melhoria na área da educação e saúde? Não fez parte das estratégias dos políticos tirar a legitimidade dos movimentos sociais que queriam transformações? Quanto dinheiro não foi investido para classificar de arruaceiros, marginais os professores, os profissionais da saúde e educação que tinham reinvindicações objetivas? Eu que fui as ruas, que vi o povo querendo mudanças me vi silenciado, calado, amordaçado diante do discurso oficial e do jogo feito pela mídia.

 

Hoje vivemos uma ditadura que desrespeita a diversidade, a oposição, a democracia, o povo. Vivemos em uma ditadura velada que cerceia, que ataca, que é incapaz do debate e a construção de ideias a partir de pontos contraditórios, ou seja não existe consenso ou mediação. Isto para mim representa a falência de nosso sistema político e a falta total de habilidade de negociação dos futuros gestores de nossa nação. Sobra truculência, desrespeito, cinismo, ironia, mentiras, fofoca, e muito fanatismo de ambos os lados de uma polarização extremamente patológica.

 

As pessoas brigando nas redes sociais, nas ruas, com ofensas, humilhação são fiel retrato deste sistema, são o espelho da politica que pode ser traduzida em intolerância. Particularmente fiquei feliz ao ver que 46% de nossos políticos foram substituídos. Porém outros 54% ainda são os mesmos, muitos fundamentalistas, agressores, corruptos, moralistas de fachada.

 

Democracia é o jogo entre poder vigente e oposição em um sistema dialético. Isto é desconstruído em nossa atualidade que é permeada pela ideia de um poder eterno, vitalício e consequentemente burro.

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima