Iscas Intelectuais
#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

582 – Sobre transgressão
582 – Sobre transgressão
Alguns fatos recentes trouxeram à tona a discussão ...

Ver mais

581 – Carta aos jornalistas
581 – Carta aos jornalistas
Advogados erram. Treinadores erram. Mecânicos erram. ...

Ver mais

580 – O esquecimento do bem
580 – O esquecimento do bem
O Brasil continua de pé, apesar de todos os tropeços e ...

Ver mais

579 – A arte de falar merda
579 – A arte de falar merda
Tenha um filtro, meu caro, minha cara. Para o bem do ...

Ver mais

LíderCast 085 William Polis
LíderCast 085 William Polis
William é um daqueles empreendedores que a gente gosta: ...

Ver mais

LíderCast 084 Rodrigo Azevedo
LíderCast 084 Rodrigo Azevedo
LiderCast 084 – Rodrigo Azevedo – Rodrigo Azevedo é ...

Ver mais

LíderCast 083 Itamar Linhares
LíderCast 083 Itamar Linhares
Itamar Linhares é médico-cirurgião na cidade de ...

Ver mais

LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LiderCast 082 – Bruno Soalheiro – Bruno criou a ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

O pior dos pecados
Tom Coelho
Sete Vidas
“A conduta é um espelho no qual todos exibem sua imagem.” (Goethe)   Um renomado palestrante é contratado para fazer uma apresentação em um evento de uma multinacional. Porém, apenas uma ...

Ver mais

Gênese da corrupção
Tom Coelho
Sete Vidas
“(…) que os criminosos fiquem em terra de meus senhorios e vivam e morram nela, especialmente na capitania do Brasil que ora fiz mercê a Vasco Fernandes Coutinho (…) e indo-se para ...

Ver mais

Analfabetismo funcional
Tom Coelho
Sete Vidas
“Só a educação liberta.” (Epicteto)   O índice de reprovação no exame anual da Ordem dos Advogados do Brasil, em São Paulo, tem atingido a impressionante marca de 90%. Realizado em duas ...

Ver mais

De Marceline para o mundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
De Marceline para o mundo  Encantamento como objetivo   “Gosto do impossível porque lá a concorrência é menor”. Walt Disney O título deste artigo integra o título completo de um livro lançado em ...

Ver mais

Cafezinho 13 – A sociedade da confiança
Cafezinho 13 – A sociedade da confiança
Quem confia nas leis não precisa quebrá-las.

Ver mais

Cafezinho 12 – Os tortos e os direitos
Cafezinho 12 – Os tortos e os direitos
Eu sou direito. Quero tratamento diferente dos tortos.

Ver mais

Cafezinho 11 – Vergulho e Orgonha
Cafezinho 11 – Vergulho e Orgonha
Se tenho orgulho de meu país? Sim. Mas também tenho vergonha.

Ver mais

Cafezinho 10 – Legítima defesa
Cafezinho 10 – Legítima defesa
Quatro anos e 240 mil assassinatos depois, a única ...

Ver mais

De olhos bem fechados

De olhos bem fechados

Labi Mendonça - Iscas Anarquiscas -

VAMOS ANALISAR UMAS COISAS…

Não quero chover no molhado. Faz mais de uma semana que só se fala em manifestação, as revistas estampam capas e tecem verdadeiros teoremas para explicar a onda de indignação.

A maioria das pessoas já formou uma opinião e seu julgamento dos fatos, e muitos acreditam que o tal do gigante adormecido agora está de pé e marchando. Eu sou sempre muito frio com todas essas coisas, porque já vi muito, já aprendi como se fabricam os movimentos, e também estudei como se provocam situações para um determinado efeito.

Muito bem. Hoje convido os leitores para uma análise simples de alguns aspectos que “pesquei” no quadro geral da situação.

  • Uma semana inteira de mobilização popular – que nasceu “aparentemente” de forma espontânea (como em outras partes do mundo, não é incrível?);
  • Do nada as ruas transbordam de gente, que bota pra fora sua insatisfação. Como se fosse geração espontânea. Nada disso vem sendo articulado, dizem os analistas. Não creio;
  • Alguns baderneiros e depredadores sempre muito bem articulados, no momento oportuno, e nos locais estratégicos, provocaram vandalismo, quebradeiras e violência, justamente para dar o clima de revolta;
  • Além de “elevar” o nível de questionamento da sociedade, e criar a impressão de que o País “acordou” de fato, esses movimentos sem um “engajamento político específico”, na mão “livre” da sociedade e embalados pelas redes sociais (classe média) criaram uma “pauta” de reivindicações, que ficou no ar e no desejo das massas. A bola quicando na área e só esperando a pessoa certa para chutar em gol;
  • Depois de mais de uma semana de agito, e se for bem verificado onde os prefeitos são mais populistas, alguns Estados e Capitais recuam, reveem os preços das tarifas de transporte público, e dão a sensação de que as mobilizações das ruas deram resultado. O povo sente coragem para sair de novo e forçar mais. A semana chega ao fim com a sensação de que o Brasil Está MUDANDO;
  • Aí, entra em cena a Presidente Dilma, faz um pronunciamento muito bem articulado, se coloca como porta-voz do descontentamento, a favor de mudanças, e capitaliza para si essa imagem de coerência e de “piloto” do que parece que será uma cruzada de mudanças no País. Ela vai capitanear perante os governadores uma pauta de debates e mudanças;
  • Querem apostar no resultado? Querem apostar que se ela conseguir fazer aprovar algumas das medidas que anunciou, será reeleita em 2014?
  • Não sei de vocês, mas eu achei que ela agiu profissionalmente com perfeição, muito bem orientada, e com o marketing correto, estrategicamente vai tirar o melhor proveito de tudo que aconteceu. E o povo feliz da vida, achando que mudou o Brasil. Até pode… Mas tem muita água para passar sob essa ponte. Será que vai? Estou de OLHOS BEM ABERTOS.

Ver Todos os artigos de Labi Mendonça