Assine o Café Brasil
Iscas Intelectuais
Por que eu?
Por que eu?
Ela foi a primeira mulher a assumir publicamente que ...

Ver mais

Cobertor de solteiro
Cobertor de solteiro
Cobertor de solteiro. Isca intelectual de Luciano Pires ...

Ver mais

O véinho
O véinho
Isca intelectual de Luciano Pires que pergunta: que ...

Ver mais

Pluralidade narrativa 2
Pluralidade narrativa 2
Revendo uma Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta ...

Ver mais

538 – Caçadores da verdade perdida
538 – Caçadores da verdade perdida
Podcast Café Brasil 538 - Caçadores da verdade perdida. ...

Ver mais

537 – VAMO, VAMO CHAPE
537 – VAMO, VAMO CHAPE
Podcast Café Brasil 537 - Vamo,vamo, Chape. Este é um ...

Ver mais

536 – A política da pós-verdade
536 – A política da pós-verdade
Podcast Café Brasil 536 - A política da pós-verdade. ...

Ver mais

535 – Hallelujah
535 – Hallelujah
Podcast Café Brasil 535 - Hallelujah. Poucos dias atrás ...

Ver mais

LíderCast 050 – Bia Pacheco
LíderCast 050 – Bia Pacheco
LiderCast 050 - Hoje vamos conversar com Bia Pacheco, ...

Ver mais

LíderCast 051 – Edu Lyra
LíderCast 051 – Edu Lyra
LiderCast 051 - Hoje conversaremos com Edu Lyra, um ...

Ver mais

LíderCast 049 – Luciano Dias Pires
LíderCast 049 – Luciano Dias Pires
Lídercast 049 - Neste programa Luciano Pires conversa ...

Ver mais

LíderCast 048 – Jonas e Alexandre
LíderCast 048 – Jonas e Alexandre
LiderCast 048 - Hoje recebemos o Jonas e o Alexandre, ...

Ver mais

045 – Recuperando do trauma
045 – Recuperando do trauma
Quando terminar o trauma, quando o Brasil sair deste ...

Ver mais

Vem Pra Rua!
Vem Pra Rua!
Um recado para os reacionários que NÃO vão às ruas dia ...

Ver mais

44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
Apresentação de Luciano Pires no Epicentro em Campos de ...

Ver mais

43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
Gloria Alvarez, do Movimento Cívico Nacional da ...

Ver mais

A carta que mudou a minha vida
Mauro Segura
Transformação
Mauro Segura conta em vídeo uma história pessoal, que teve origem numa carta recebida há 30 anos.

Ver mais

Tempo de escolher
Tom Coelho
Sete Vidas
“Um homem não é grande pelo que faz, mas pelo que renuncia.” (Albert Schweitzer)   Muitos amigos leitores têm solicitado minha opinião acerca de qual rumo dar às suas carreiras. Alguns ...

Ver mais

O caso é o caso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Sobre a morte do assassino nojento, tudo já já foi dito; Fidel Castro foi tarde e deve estar devidamente instalado no caldeirão-suíte número 13, com aquecedor forte, decoração vermelha e vista ...

Ver mais

SmartCamp: as startups transformam o mundo
Mauro Segura
Transformação
Vivemos o boom das startups no Brasil e no mundo. O que está por trás disso? Mauro Segura esteve no SmartCamp, que é uma competição global de startups, e fez um vídeo contando a sua experiência.

Ver mais

Convivendo com a mudança

Convivendo com a mudança

Luiz Alberto Machado - Iscas Econômicas -

Convivendo com a mudança… 

Para o aperfeiçoamento profissional 

“O triunfo nada mais é do que o momento glorioso em que a dúvida se dissipa. Isso ocorre somente àqueles que estão dispostos a mudar.”

Marcela Claro

No ano passado, por ocasião do Fórum Internacional de Criatividade e Inovação (FICI) realizado em Vitória, fui surpreendido pela consulta de uma das expositoras do referido evento, Marcela Claro. Ela queria saber se eu aceitaria escrever o prefácio do seu novo livro, a ser lançado no primeiro semestre de 2016.

Honrado com a solicitação, aceitei imediatamente e passei a aguardar ansioso pelo texto, a fim de tomar conhecimento do conteúdo do livro.

Quando recebi, fiquei muito bem impressionado com o mesmo, uma vez que o livro aborda uma série de temas sobre os quais eu também costumo me debruçar em minhas leituras e pesquisas, tais como liderança, tomada de decisão, capacidade de assumir riscos e outros que são indispensáveis para o êxito de qualquer profissional no mundo contemporâneo.

De todos eles, no entanto, o tema que mais me chamou atenção dos que são focalizados no livro foi o da mudança, razão pela qual foi o que mais enfatizei na elaboração do prefácio.

Estar preparado para se adaptar às mudanças que ocorrem num ritmo frenético nos dias de hoje é fundamental. Fazer tal afirmação não constitui novidade alguma e reconhecer a validade dela é provavelmente um consenso. Entretanto, muita gente que concorda com essa afirmação não está preparada para mudar e, vendo-se diante da necessidade de fazê-lo, resiste vigorosamente, consciente ou inconscientemente.

Marcela Claro, autora do livro Atitudes para alcançar o êxito profissional em tempos de crise é um exemplo vivo de quem, por diferentes razões, passou por mudanças relevantes ao longo de sua vida, que acabaram se tornando essenciais para que se transformasse numa verdadeira referência naquilo que faz, seja como executiva na área de psicologia organizacional e coaching, seja como professora ou conferencista e, mais recentemente, como escritora.

Atitudes... Marcela Claro

No livro, ela consegue transmitir de forma clara e concisa, uma série de recomendações para quem quer se aperfeiçoar na carreira profissional, independentemente do segmento de atuação.

A leitura do texto e a responsabilidade de escrever o prefácio deram-me enorme satisfação e permitiram que eu revivesse momentos inesquecíveis vividos nas minhas próprias pesquisas sobre a questão da mudança, que incluíram a leitura de clássicos como Tudo que é sólido desmancha no ar, de Marshall Berman, e A estrutura das revoluções científicas, de Thomas Khun, dos fascinantes O fim das distâncias, de Frances Cairncross, O mundo é plano, de Thomas Friedman, e O lado oculto das mudanças, de Luc de Brabandere, ou mesmo do divertido O pavão na terra dos pinguins, de Barbara “BJ” Hateley e Warren H. Schmidt. Tudo isso tendo como fundo musical verdadeiros filósofos contemporâneos, como Nelson Motta e Lulu Santos (Como uma onda), Cazuza (O tempo não para) e Vinícius de Moraes e Toquinho (Aquarela). Que delícia de viagem!!!

Como registrei no prefácio, não há dúvida de que toda e qualquer mudança implica risco e muito pouca gente se sente à vontade diante de situações dessa natureza. Porém, encarar as mudanças é inevitável e, frente a essa inevitabilidade, vale reproduzir uma citação do grande filósofo dinamarquês Søren Kierkegaard, incluída no recém-publicado livro de citações de Gustavo Franco e Fabio Giambiagi, intitulado Antologia da maldade: “Ousar é perder o equilíbrio momentaneamente. Não ousar é perder-se”.

Por fim, ao encerrar este artigo convidando o amigo internauta para embarcar na viagem proposta por Marcela Claro, recorro a outra citação, também utilizada no prefácio, esta atribuída a Mark Twain:

“Daqui a vinte anos você estará mais decepcionado

pelas coisas que você não fez do que pelas que fez.

Então jogue fora as amarras.

Navegue para longe do porto seguro.

Agarre o vento em suas velas.

Explore. Sonhe. Descubra.”

 

Iscas para quem quiser se aprofundar

Referências e indicações bibliográficas

BERMAN. Marshall. Tudo o que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. Tradução de Carlos Felipe Moisés e Ana Maria F. Ioratti. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BRABANDERE, Luc de. O lado oculto das mudanças: a verdadeira inovação requer mudança de percepções. Tradução de Ricardo Bastos Vieira. Rio de Janeiro: Elsevier; Boston, MA: The Boston Consulting Group, 2006.

Cairncross, Frances. O fim das distâncias: como a revolução nas comunicações transformará nossas vidas. Tradução de Edite Sciulli e Marcos T. Rubino. São Paulo: Nobel, 2000.

CLARO, Marcela. Atitudes para alcançar o êxito profissional em tempos de crise. São Paulo: Trevisan Editora, 2016.

FRANCO, Gustavo H. B. e GIAMBIAGI, Fabio. Antologia da maldade: um dicionário de citações, associações ilícitas e ligações perigosas. Rio de Janeiro: Zahar, 2015.

FRIEDMAN, Thomas. O mundo é plano: Uma breve história do século XXI. Tradução de Cristiana Serra e S. Duarte. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. Tradução de Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. São Paulo: Perspectiva, 1982.

Referências musicais

Aquarela. Composição de Vinícius de Moraes e Toquinho. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-Gsdp2zSCjY.

Como uma onda. Composição de Nelson Motta e Lulu Santos. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=uutFgC6N_vc.O tempo não para. Composição de Cazuza e Arnaldo Brandão. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TrADo_p3nYU.

Ver Todos os artigos de Luiz Alberto Machado