Iscas Intelectuais
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

554 – Um jeito de ver o mundo
554 – Um jeito de ver o mundo
Podcast Café Brasil 554 - Um jeito de ver o mundo. ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

LíderCast 061 – Flavio Azm
LíderCast 061 – Flavio Azm
Hoje recebemos Flavio Azm que é cineasta, mas é muito ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

6 passos para uma Liderança Transformadora
Mauro Segura
Transformação
Como ser um líder que viabiliza a transformação? Como se transformar e transformar os outros?

Ver mais

O país da trambicagem: 7 bagulhos doidos sobre a Suíça
Raiam Santos
Vim pra Suíça para completar uma missão pessoal: Conhecer pessoalmente o atual escritor best-seller e ex-maluco hippie doidão Paulo Coelho. Me amarro em escrever, já vivo disso e quero construir ...

Ver mais

Ócio improdutivo
Tom Coelho
Sete Vidas
“A preguiça anda tão devagar que a pobreza facilmente a alcança.” (Confúcio)   O Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro em homenagem a Zumbi dos Palmares, morto nesta ...

Ver mais

Diferentes olhares
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Diferentes olhares Metade cheia e metade vazia do copo “Nós tivemos uma economia no ano passado caindo, e no ano anterior também, uma queda que se acentuou um pouco mais do que se estava ...

Ver mais

Continência Civil aos militares

Continência Civil aos militares

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Não acredito que estão fazendo polêmica com o fato de atletas brasileiros militares estarem prestando continência na hora do Hino Nacional nos jogos Panamericanos.
Por várias razões. Se são militares, esta é a forma de saudação à bandeira e ao hino. E militares também são a sociedade brasileira, se é alguém não sabia, aliás, de relevantes serviços prestados ao país. E se estão prestando continência com o hino sendo tocado numa cerimônia de premiação é porque são vitoriosos e medalhistas.
Estão trazendo orgulho ao Brasil e aos brasileiros. Todos.
Não entender isso é ignorância conveniente ou estúpida. Mas continua sendo ignorância.
O episódio do golpe e da ditadura, que ainda merece ser discutido em outros campos, não pode ser muleta neste caso para esses críticos inflamarem falas polêmicas baseadas em bobagens e desinformações de suposto separatismo entre civis e militares. Já chega o pretenso separatismo social criado por espertos e maniqueístas para ganhar eleições.
Aliás, que joguem a muleta fora e comecem a andar de novo tentando, espero consigam, se apoiar em novos, arejados e inteligentes argumentos porque o país tem muitos outros problemas que requerem iminente solução.
Vivemos numa democracia, os militares são servidores do país e o fazem com orgulho e não querem voltar ao poder porque são comprometidos com o Estado Democrático de Direito. Os lunáticos que defendem isso falam apenas de e com seus egos.
Os militares, atletas ou não, são parte inalienável da sociedade deste país que não pode abrir mão de sua importância, cooperação, conhecimento e poder de defesa.
Deveriam seus compatriotas valorizá-los, compreender melhor a história e olhar para o futuro.
É de expectativa de futuro e de trabalho que estamos precisando.

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto