Iscas Intelectuais
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

617 – O Clube da Música Autoral
617 – O Clube da Música Autoral
Uma das coisas mais fascinantes de quem se dispõe, como ...

Ver mais

616 – Na média
616 – Na média
Num ambiente construído para que as pessoas fiquem “na ...

Ver mais

615 – Fake News? Procure o viés
615 – Fake News? Procure o viés
Nova Iorque, madrugada de março de 1964. No bairro do ...

Ver mais

614 – Limão ou limonada
614 – Limão ou limonada
No começo dos anos 1970 apareceu um termo que anos mais ...

Ver mais

LíderCast 111 – Tiemi Yamashita
LíderCast 111 – Tiemi Yamashita
LíderCast 111 - Hoje conversamos com Tiemi Yamashita, ...

Ver mais

LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 - Hoje conversamos com Rafael Baltresca, ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Lições de viagem 11 – Santa Catarina
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Lições de viagem 11 Santa Catarina e seus diferenciais  Percebi que me encontrava num estado diferenciado na primeira vez que estive em Santa Catarina, em 1980, quando fui ministrar aulas em dois ...

Ver mais

Solidão em rede: estamos cada vez mais solitários
Mauro Segura
Transformação
Vivemos a "cultura do estresse", de não perder tempo e usar cada minuto para sermos mais produtivos. Mas isso tem um preço.

Ver mais

1936, 1984, 1918
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A guerra civil espanhola (1936-1939) foi assustadora, cruel, mas teve seus lances tragicômicos. Um deles era a eterna bagunça entre as muitas facções que formavam as Forças Republicanas, ...

Ver mais

Região de conflito duplamente em foco
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Região de conflito duplamente em foco “Fronteiras? Nunca vi uma. Mas ouvi dizer que existem na mente de algumas pessoas.” Thor Heyerdahl Não é sempre que alguns dos focos mais controvertidos das ...

Ver mais

Cafezinho 81 – A Confederação
Cafezinho 81 – A Confederação
A Confederação mais eficiente do Brasil é a dos bandidos.

Ver mais

Cafezinho 80 – A Copa que era nossa
Cafezinho 80 – A Copa que era nossa
Ao contrário do que acreditam coxinhas e petralhas, o ...

Ver mais

Cafezinho 79 – Desengajados Ativos
Cafezinho 79 – Desengajados Ativos
Engajamento vem do francês engager, que quer dizer “se ...

Ver mais

Cafezinho 78 – Motivação e engajamento
Cafezinho 78 – Motivação e engajamento
Motivação é uma intenção pessoal, engajamento é um ...

Ver mais

Carreira em Crise: Entre Escolhas e Consequências

Carreira em Crise: Entre Escolhas e Consequências

Waleska Farias - Iscas Liderança -

Carreira em Crise: Entre Escolhas e Consequências

Em tempos de crise a impressão é que tudo para e entra em modo de espera, ou, se não para, foge ao controle. Crenças são questionadas e a fé, até então inabalável, muitas vezes não é suficiente para sustentar o bom ânimo.

A grande maioria, influenciada por um senso coletivo, sofre a emoção do que se imagina não ter saída e entrega-se à agonia paralisante, distanciando-se da ação produtiva.

Mas, toda dinâmica apresenta prós e contras e é necessário o entendimento de que nem tudo pode ser controlado. Aliás, o que, de fato, pode ser controlado são as próprias reações diante dos eventos.

Osho dizia que “tempos de crise são perigosos para aqueles que não têm coragem de explorar novas dimensões da vida”.

Gerenciar uma crise não é fácil, mas, o modo como a situação é percebida faz toda a diferença. Na condição de que tudo responde ao apelo da ressonância, se a decisão é encarar a realidade pelo viés negativo, a resposta virá na mesma condição.

Questionamentos vitimados somados a justificativas cabalísticas induzem a comportamentos passivos e tornam o indivíduo refém ao invés de protagonista da sua história. Se o foco é o problema como enxergar a solução?

É certo que numa crise os recursos tornam-se escassos e muitas vezes mudam de mãos, mas, não significa que desapareçam. E enquanto alguns escolhem vivenciar o peso do momento, outros se recusam a ceder ao desânimo, esforçando-se para driblar as dificuldades e tirar vantagem da situação.

Momentos difíceis requerem um nível de consciência diferenciado para que as situações sejam avaliadas sob outras perspectivas e revelem novas direções. Mas, também oferecem grandes possibilidades de aprendizado, permitindo que os mais determinados desenvolvam a autogestão e habilidades valorosas de superação.

Mudar pensamentos e o modo de agir é difícil, pois existe uma resistência natural à mudança. Contudo, parte do sucesso baseia-se na forma de rever estratégias e nutrir atitudes positivas que ajudem a encontrar saídas alternativas, através de uma percepção mais apurada de si mesmos e de como conduzir suas carreiras.

Em tempos de crise é essencial ter um critério objetivo alinhado ao propósito, pois, o objetivo apenas não motiva, mas, a fidelidade ao propósito, sim.  A motivação para superar as dificuldades quando o objetivo a ser conquistado tem a medida do sonho de realização de cada um. É preciso haver um sentido que justifique o empenho e legitime a direção.

E, claro, ter o entendimento de que todas as ações levam um tempo para maturar e render frutos, mas se o melhor de si for dado o retorno virá como consequência. Aqueles que têm clareza da direção e jogo de cintura para ousar novos caminhos e souberem aguardar o momento certo de agir levarão vantagem.

Portanto, o melhor a ser feito é: no entendimento que toda escolha traz consequências, parar de jogar contra, arregaçar as mangas, e mostrar ao que veio, pois a natureza comprova que não são os mais fortes, mas, sim, os mais determinados e resilientes que sobrevivem em tempos inóspitos.

 

Waleska Farias

Coaching, Carreira e Imagem

Entre Escolhas e Consequências

Entre Escolhas e Consequências

Ver Todos os artigos de Waleska Farias