Iscas Intelectuais
#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Ao longo de 2018 o Café Brasil Premium decolou e ...

Ver mais

#Retrospectiva PodSumários
#Retrospectiva PodSumários
Comece 2019 praticando o Fitness Intelectual. A barriga ...

Ver mais

657 – Brumadinho e a Challenger
657 – Brumadinho e a Challenger
A tragédia da explosão da Challenger em 1986 marcou ...

Ver mais

656 – Rua Ramalhete
656 – Rua Ramalhete
Este programa é uma homenagem ao Tavito, que faleceu em ...

Ver mais

655 – É carnaval
655 – É carnaval
Tem gente boa, muito boa, fazendo a legítima música de ...

Ver mais

654 – Sarau Café Brasil III
654 – Sarau Café Brasil III
Realizamos mais uma edição do Café Brasil Premium, ...

Ver mais

LíderCast 145 – Ana Paula Andrade
LíderCast 145 – Ana Paula Andrade
CEO de uma multinacional de trademarketing, a Marco ...

Ver mais

LíderCast 144 – Daniel Arcoverde e Rafael Belmonte
LíderCast 144 – Daniel Arcoverde e Rafael Belmonte
Os jovens empreendedores que criaram a netshow.me, uma ...

Ver mais

LìderCast 143 – Doug Alvoroçado
LìderCast 143 – Doug Alvoroçado
Esse alvoroçado não é nome não, é adjetivo. Um ...

Ver mais

LíderCast 142 – Marcelo Pimenta
LíderCast 142 – Marcelo Pimenta
O Menta é um facilitador da inovação, um inquieto ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

CAPÍTULO 2 – LINGUAGEM E SEUS SÍMBOLOS (parte 4)
Alexandre Gomes
O caminho até agora está ficando longo, não é? Por mais que eu use exemplos próximos da realidade; ainda assim, eu e você estamos buscando entender conceitos abstratos. Afinal, estamos falando ...

Ver mais

Só envelhece quem perde a curiosidade
Henrique Szklo
O mundo está muito óbvio. As coisas têm sido analisadas pelos pontos de vista mais superficiais e, em geral, equivocados. Julga-se por aparência, por condição financeira, por orientação sexual, ...

Ver mais

Defendam Douglas também
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não conhece Douglas Leandro Clizesqui? Sem problemas. Ninguém conhece. Ele é pai de Douglas Murilo, uma das oito vítimas fatais no massacre da escola estadual em Suzano; o caso todos conhecem. ...

Ver mais

A abundante mente semanal
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: https://youtu.be/hHzgP5sqbjM LIVE COMPLETA: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157193323018631/   Quer fazer? Me mande um zap: 21-996086422. R$ 200,00 ...

Ver mais

Cafezinho 161 – A prisão do ex-presidente
Cafezinho 161 – A prisão do ex-presidente
Embora pareça que tudo está dentro da esfera criminal, ...

Ver mais

Cafezinho 160 – Os cinco estágios
Cafezinho 160 – Os cinco estágios
Ajudando a compreender o cenário político brasileiro.

Ver mais

Cafezinho 159 – O bobo da corte
Cafezinho 159 – O bobo da corte
O palhaço, o bobo, o gozador, é o único a perceber a ...

Ver mais

Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta
Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta
Dê o primeiro passo para fazer com que o tempo de vida ...

Ver mais

CAPÍTULO 2 – NATUREZA E FUNÇÃO DA LINGUAGEM (parte 2)

CAPÍTULO 2 – NATUREZA E FUNÇÃO DA LINGUAGEM (parte 2)

Alexandre Gomes -

Muito bem! Espero que tenha ficado claro a função da LINGUAGEM para você: comunicar pensamentos, vontades e emoções. E que para isso usamos símbolos, que podem ser especiais ou comuns. E que tudo isso muda com o tempo, com o objetivo de facilitar justamente a CLAREZA das IDEIAS que são COMUNICADAS. Agora que tanto a FUNÇÃO e os MODOS da LINGUAGEM ficaram claros, irei expor a NATUREZA DA LINGUAGEM.

Pois bem, a natureza da linguagem é comunicar através de símbolos. (pronto! Fim da lição, até a próxima velhinho! – ou guria…)

Logo, a LINGUAGEM é um sistema de SÍMBOLOS para expressar nossos PENSAMENTOS, VOLIÇÕES e EMOÇÕES (sim, estou repetindo isso para garantir que você não esqueça disso)

Uma palavra é um símbolo, e sua MATÉRIA é o significado sensível (ou seja, o conjunto de letras que forma a palavra em si, não importando seu significado)

O SIGNIFICADO da palavra, imposto (ou definido) por convenção é a sua FORMA.

Muito abstrato? Veja assim: nos animais, a MATÉRIA é o CORPO e a FORMA é sua ALMA.

Perceba que na linguagem falada a matéria é o SOM, e a ciência que trata disso é a FONÉTICA. Quando tratamos da linguagem escrita, a matéria passa a ser o SINAL, ou NOTAÇÃO, e a ciência que trata disso é a ORTOGRAFIA.

E aqui eu faço um pedido de lembrança do que disse no resumo do Primeiro capítulo do Trivium sobre o que é CIENCIA: Ciência é algo a CONHECER. Por isso, as duas ciências que citei acima (Fonética e Ortografia) buscam conhecer como suas respectivas matérias auxiliam a Comunicação.

Seguindo sobre o que é a MATÉRIA DA LINGUAGEM, aponto a diferença na linguagem entre animais e homens.

Os ANIMAIS (irracionais) tem uma voz de significado natural, pois O TOM É A PRÓPRIA SIGNIFICAÇÃO DO QUE EXPRESSAM. Por exemplo, o gato ronrona de satisfação, nunca por medo ou raiva.

O HOMEM é diferente. A voz humana é SIMBÓLICA, tendo um significado imposto por convenção. Graças aos nossos órgãos da fala: língua, palato, dentes, lábios; somos capazes de produzir modificações quase ilimitadas; o que torna possível comunicar a vasta extensão do pensamento humano. Quer um exemplo dessa amplitude? Existe um ALFABETO FONÉTICO INTERNACIONAL, que lista 20 (vin-te!) sons vogais, 27 sons consoantes e 6 ditongos (não lembra o que é ditongo? Faz tempo que passou pelo ensino primário e está perdido? Pois bem, o ditongo é o encontro de duas vogais, algo como “ie”, “ao”, etc.).

Antes que você ache tudo isso maluquice ou exagero, peço que pense nas 5 vogais: A, E, I, O, U. cinco apenas, não é? Então como pode existir um alfabeto que acrescenta mais quinze vogais diferentes? Muito simples. Com a entonação! A seguir vou ampliar as cinco vogais conhecidas para sete vogais, e como você está lendo e não ouvindo o que digo, peço para que vocalize o que vou escrever a seguir, com calma. Com sorte, você notará o movimento que fará para falar o que vou escrever:

A , É , Ê , I , Ó , Ô , U .

Descrevendo o que você deve ter feito (se não tem senso de ridículo, ou está sozinho), foi o seguinte. Ao começar a falar a lista das vogais acima você abriu bastante a boca (A), e lentamente você contraiu o maxilar ao dizer as vogais seguintes (É , Ê, I), até começar a fechar a boca em um bico, começando pelo Ó e terminando no U.

E veja que eu nem tratei das variações da vogal A (o Rodrigo Constantino usa uma dessas variações quando fala a palavra “mas” – qualquer um (alfabetizado funcional) fala como se escreve; já Constantino diz “mâns”). Entendeu como o som que podemos produzir traz uma variação incrível? E que é justamente por essa variação de sons que exprimimos nossos PENSAMENTOS, VOLIÇÕES E EMOÇÕES?

Aguarde! Teremos mais sobre isso adiante.

Ver Todos os artigos de Alexandre Gomes