Iscas Intelectuais
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

601 – Alfabetização para a Mídia II
601 – Alfabetização para a Mídia II
Publicamos um videocast sobre Alfabetização para a ...

Ver mais

600 – God Save The Queen
600 – God Save The Queen
Café Brasil 600... Chegou a hora de comemorar outra ...

Ver mais

599 – Gastando tempo
599 – Gastando tempo
Quem ouve o Café Brasil há algum tempo sabe da minha ...

Ver mais

598 – O bovárico
598 – O bovárico
Madame Bovary é um livro clássico que nos apresenta a ...

Ver mais

LíderCast 97 – Michael Oliveira
LíderCast 97 – Michael Oliveira
Michael Oliveira, que é criador e apresentador do ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Mostrem essa coragem toda!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não há mais o que falar, esmiuçar ou palpitar sobre a intervenção federal na Segurança do Rio de Janeiro. Entre especialistas da área, especialistas do nada, gente se fingindo de especialista e ...

Ver mais

Como não combater a inflação
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Como não combater a inflação  O livro que, infelizmente, poucos leram “Os controles são profunda e intrinsecamente imorais. Substituindo o governo da lei e da cooperação voluntária no mercado ...

Ver mais

Como vencer um debate tendo razão
Bruno Garschagen
Ciência Política
O estrondoso sucesso do psicólogo canadense Jordan Peterson tem mostrado coisas extremamente interessantes sobre como parte da sociedade reage diante de alguém que sabe defender corajosamente as ...

Ver mais

O oitavo círculo
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Faz uns bons anos, no departamento de trânsito de uma pequena e pacata cidade do interior paulista. Um cliente sofreu alguns danos em seu carro, devido aos quebra-molas exagerados, muito acima ...

Ver mais

Cafezinho 48 – As reformas
Cafezinho 48 – As reformas
Reformas estruturais implicam em mudanças na forma como ...

Ver mais

Cafezinho 47 – Os poblema
Cafezinho 47 – Os poblema
Como as mídias sociais revelaram o tamanho do desastre ...

Ver mais

Cafezinho 46 – Experimente
Cafezinho 46 – Experimente
Experimente abrir uma empresa. Seja o dono.

Ver mais

Cafezinho 45 – O louco
Cafezinho 45 – O louco
Na semana passada, quase sete anos após a apresentação ...

Ver mais

Banimento

Banimento

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Você já sofreu com a intolerância e com o preconceito? Consegue imaginar as consequências psicológicas de quem sofre com isto? Você já se sentiu excluído ou banido de um determinado grupo?

Era acadêmico de psicologia quando atendi meu primeiro caso, de uma jovem mulher que havia sido expulsa de casa por sua mãe,  por que havia se assumido lésbica. A paciente havia sido abusada sexualmente pelo pai, um ébrio durante cinco anos. Virou homossexual e passou a ser a vergonha da família, que se rebelou em um motim, que  se alastrou por toda família, avós, tios , primos. Era uma proscrita, banida, jogada no mundo e não podia voltar atrás. Era como o bode expiatório, no sacrifício descrito na antropologia clássica por Tylor e Frazer.

O abandono é uma ferida psíquica que maltrata muito quem a carrega. Um trauma. Todo preconceito machuca muito sua vítima. Os preconceitos são um tema ao qual venho me dedicando. Diariamente convivo com eles seja por ser deficiente, seja por tratar pessoas em sofrimento intenso. Problemas raciais, de gênero, classe evidenciam o quanto os preconceitos no Brasil são naturalizados, ou seja são comuns, fazem parte de uma construção cultural discursiva. O preconceito esta na legislação, na intolerância religiosa, na política, nas igrejas é a base do radicalismo, do fanatismo da violência urbana. Não aceitar o que é diferente. Diariamente vejo pacientes psiquiátricos que sofrem pelo preconceito.

Ao longo de minha vida como analista e psicólogo clínico atendi muitas pessoas com  a personalidade destruída, com a auto estima baixa, sentindo se mal por serem humilhados ao longo da vida, por serem constitutivamente diferentes do padrão coletivo.

Certa vez atendi um rapaz que brigava com Deus. Era profundamente revoltado com a sociedade e com as religiões. Um outro ser banido que morava longe de sua família, que além de não aceitá-lo o excluiu. Por ser um exímio profissional superou as dificuldades financeiras iniciais, mas passou fome, sentia muita solidão, abandono, havia se tornado um ser errante. Por ser habilidoso com as artes se refugiou em uma igreja protestante. Era recluso em sua intimidade e seguia as normas da igreja com fidelidade. Até que um pastor o alicia, passa a abusá-lo sexualmente, e quando o escândalo aparece o expulsa da igreja, lhe chamando de satanás de vergonha divina. Duplamente banido primeiro da família agora por deus da igreja.

Vi em minha vida profissional várias histórias dramáticas deste estilo.  Pessoas que começam a sofrer preconceito dentro da própria família, muitos vitima de pedofilia, de abuso sexual infantil, dentro do próprio núcleo familiar, e posteriormente banidos após se assumirem homoafetivos . E o que é esta família? Este é outro tema temido em nossa sociedade, pouco discutido, negado, abafado. No preconceito familiar para com as pessoas homoafetivas. Os traumas, o banimento familiar, intolerância,  a vergonha, o evitar, descaso, negação que ocorre nas relações familiares junto as pessoas homoafetivas. O preconceito que inicia dentro da família.

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima