Iscas Intelectuais
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

596 – A complicada arte de ver – revisitado
596 – A complicada arte de ver – revisitado
“A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o ...

Ver mais

595 – A empatia positiva
595 – A empatia positiva
Se você construir uma linha emocional imaginária, numa ...

Ver mais

594 – Sultans of Swing
594 – Sultans of Swing
Láááááá em 1977 uma obscura banda inglesa começou a ...

Ver mais

593 – Chororô
593 – Chororô
Uma das reações mais lindas do ser humano tem sido ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

LíderCast 93 – Max Oliveira
LíderCast 93 – Max Oliveira
Max Oliveira, empreendedor que fundou a Max Milhas, uma ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

País de Santos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Há dias um assunto artificialmente inflado ocupa sites e jornais: A posse interrompida da ex-quase-futura ministra do Trabalho, deputada federal Cristiane Brasil (PTB/RJ), filha do conhecido ...

Ver mais

Jonatan, o Tolo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Jonatan é o tolo cuja credulidade fantasiosa corrompeu qualquer traço de inocência

Ver mais

Projeções econômicas do Brasil para 2018
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Projeções econômicas do Brasil para 2018[1] Com uma sólida formação humanista, um economista pode afirmar que quanto menor a intervenção do Estado na economia de mercado, mais rico será este país ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Cafezinho 38 – A agarra
Cafezinho 38 – A agarra
Basta implantar uma dúvida, uma agarra... e pronto! A ...

Ver mais

Cafezinho 37 – Sobre críticas
Cafezinho 37 – Sobre críticas
Saber avaliar as críticas é fundamental, mas saber ...

Ver mais

Cafezinho 36 – Velhos problemas
Cafezinho 36 – Velhos problemas
O Brasil não tem problemas novos.

Ver mais

Cafezinho 35 – Pocahontas
Cafezinho 35 – Pocahontas
Geração não é horóscopo. É contexto.

Ver mais

As novidades

As novidades

Fernando Lopes - Iscas Politicrônicas -

Tão numerosas quanto espantosas, são as novidades criadas no meio político para, de alguma forma, beneficiar o lulismo ou seus satélites. De uma criatividade doentia, criminosa.

Vamulá: Semiparlamentarismo. Alguns teleguiados lulistas apareceram com esse monstro, na esperança de afastar o impeachment que bate à porta; uma espécie de “fica-bom-pra-todo- mundo”. Não importa, pra essa gente, que o povo já tenha recusado o parlamentarismo por duas vezes, uma através de referendo em 1963 e a última em 1993, via plebiscito. Não contentes, agora tentam impingir um parlamentarismo mais ou menos, uma espécie de gato com penas e patas de elefante. E nem estamos na Tasmânia para abrigar um bicho tão estranho.

Como até essa gente de poucas luzes percebeu que a ideia era impraticável, voltaram à mesa de projetos e sacaram outra barbaridade: Eleições gerais antecipadas. Pouco importa a total impossibilidade legal disso; para remediar, acenam com uma profunda alteração constitucional que acolha essa imbecilidade, sem a menor chance de aprovação num Congresso rachado, desmoralizado, assediado com propinas e cargos. Um supermercado de deputistas e senateiros – com Dilma enchendo o carrinho de compras. Pior: Tudo absolutamente às claras, como se fosse a coisa mais normal do mundo.

Chamar a oposição de nazista e de fascista não é novo para lulistas, mas é impressionante eles aumentarem a demência comparando-se aos judeus, perseguidos e massacrados aos milhões nos anos 30/40 (conseguem desmoralizar até a Lei de Godwin: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_de_Godwin ). Sim; esse agora é o discurso de Dilma e Lula – justo este que, na famosa entrevista à Playboy em 1979, disse admirar Hitler por sua tenacidade (detalhes aqui: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/trinta-anos-de-lula-os-homens-admiraveis/ ). É de chorar. Enquanto apostam nessa vitimização enojante, nesse coitadismo típico, apóiam todas (todas, sem exceção) as ditaduras do mundo, incluídas as que continuam querendo exterminar os judeus, como o Irã, teocracia que apedreja mulheres, gays e qualquer outro que ouse pensar ou ser diferente.

Uma das “melhores” novidades: Impeachment do vice-presidente da República. Essa é fantástica. Não existe na lei do impeachment ( http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1950-1959/lei-1079-10-abril-1950-363423-norma-pl.html ), nem é prevista na constituição, e nem nenhum país do mundo. Mas eles são mestres em defender a quadratura do círculo. “Vice versa?”, como perguntaria Millôr… e Ô se versa. Versa e versa muito. Haja vista Sarney, Itamar. Daí o pânico dos lulistas… querem que o vice seja impichado sem assumir o cargo. Mais ou menos como expulsar do jogo o reserva que nem saiu do banco. E pior… sob a alegação de que Temer cometeu pedaladas fiscais – aquelas mesmas que eles afirmam nunca terem sido feitas no governo Dilma!

Coisa de hospício. E os loucos estão no comando.

Ver Todos os artigos de Fernando Lopes