Iscas Intelectuais
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

636 – As duas éticas da eleição
636 – As duas éticas da eleição
Gravei um LíderCast da Temporada 11, que só vai ao ar ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

O ENEM e a (anti-)educação
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Nos dois últimos fins-de-semana, milhões de candidatos ao ensino superior realizaram as provas do ENEM. O vestibular é o telos do ensino fundamental e médio no Brasil. As escolas privadas assumem ...

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

Cafezinho 122 – Vira a chave
Cafezinho 122 – Vira a chave
Mudar de assunto no calor dos acontecimentos é ...

Ver mais

A Falta de Líderes Justos e Honestos Afeta as Pessoas

A Falta de Líderes Justos e Honestos Afeta as Pessoas

Waleska Farias - Iscas Liderança -

A Falta de Líderes Justos e Honestos Afeta as Pessoas.

Quando decidi investigar o perfil comportamental de alguns lideres bem sucedidos, a primeira evidência encontrou respaldo na natureza humana. Caráter, honestidade, valores que alicerçam a credibilidade da relação líder/colaborador e sustentam a realidade de que um líder empático às demandas sutis dos seus liderados é reconhecido como bem sucedido na sua missão de liderar pessoas.

Como contra fatos e dados não há argumentos, isso nos leva a crer que tratar bem as pessoas tornou-se um excelente negócio para aqueles que optam por alavancar a carreira liderando pessoas. E que fique claro: liderar pessoas, sim, é uma opção e sugere consequências.

Falando em “natureza humana”, o fato é que iniciamos a história no “ser”, depois enveredamos pelo “ter” e, frente às circunstâncias, estamos agora voltando, gradativamente, ao ser para resgatar alguns valores e princípios que por descuido (?) fugiu ao conceito de sucesso das relações profissionais. Mas, o que é essência, se faz por sê-lo crucial, por não poder inexistir e nessa condição precisa ser retomado.

Com base nos atendimentos de coaching, mentoring, resultado de testes e pesquisas dediquei-me a discorrer sobre a essencialidade da liderança humanizada no livro “O Líder Integral”* (FARIAS, Waleska. O Líder Integral: porque o bom ser humano precede o bom líder, São Paulo, Integrare Editora, 2014) como referencial de melhoria das relações de trabalho.

Em novembro de 2014 em parceria com a LeadPix Survey* decidimos realizar uma pesquisa que reafirmasse a vertente trabalhada no livro, ilustrando a necessidade dos líderes compreenderem as pessoas antes de dispor-se a liderá-las. Afinal, a liderança não pode ser tomada apenas como critério de ascensão na carreira e envolve responsabilidades as quais um gestor de pessoas não pode furtar-se de exercê-las.

A pesquisa considerou como base 3.154 entrevistas efetuadas no período de 03/11/2014 a 10/11/2014, onde aproximadamente 89% dos profissionais entrevistados tinham entre 25 e 59 anos, de classes e níveis hierárquicos diversos, distribuídos nas seguintes regiões e proporções: sudeste (52%), nordeste (19%), sul (14%) e 15% entre as regiões norte e centro oeste. 80,1% trabalhavam em empresas públicas e privadas e 14,7% eram autônomos.

 

 

Os profissionais foram questionados sobre quais aspectos consideravam como positivos e negativos no perfil de um líder:

 

1º. Honesto e Justo 54,10% Autoritário 22,58%
2º. Disponível para escutar 26,70% Tem descaso pela equipe 22,36%
3º. Flexível 24,60% Arrogante 21,74%
4º. Inspirador 23,10% Egoísta 21,22%
5º. Empático 23,10% Injusto 20,12%
6º. Acessível 21,80% Comunica-se inadequadamente 20,10%
7º. Envolvido com a equipe 20,70% Inflexível 19,10%
8º. Inovador 19,60% Inacessível 18,00%
9º. Motivador 16,00% Não busca inovar 16,34%

 

A pesquisa apontou “honesto e justo” em mais de 50% das citações como fator de maior relevância nas características positivas no perfil do líder. Autoritário e Arrogante representam 44% das respostas. O resultado, em linha com o fundamento da “Liderança Integral”, reafirma a importância da prática dos aspectos subjetivos da liderança no entendimento de que um bom líder, precisa, antes de tudo, ser um bom ser humano, como princípio de sustentabilidade das relações de trabalho.  Se o excesso de arrogância e autoritarismo somada à falta de honestidade afeta as pessoas, a pergunta que não pode ficar sem resposta é: Quanto vale um líder justo e honesto no mercado corporativo?

 

Waleska Farias
Coaching, Carreira & Imagem

 

*LeadPix, seu parceiro no resultado, Rio de Janeiro, Novembro 2014.

 

 

 

 

 

 

Ver Todos os artigos de Waleska Farias