Portal Café Brasil
#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

583 – A regra dos dois desvios
583 – A regra dos dois desvios
Nunca brigue se o adversário estiver a mais de dois ...

Ver mais

582 – Sobre transgressão
582 – Sobre transgressão
Alguns fatos recentes trouxeram à tona a discussão ...

Ver mais

581 – Carta aos jornalistas
581 – Carta aos jornalistas
Advogados erram. Treinadores erram. Mecânicos erram. ...

Ver mais

580 – O esquecimento do bem
580 – O esquecimento do bem
O Brasil continua de pé, apesar de todos os tropeços e ...

Ver mais

LíderCast 085 William Polis
LíderCast 085 William Polis
William é um daqueles empreendedores que a gente gosta: ...

Ver mais

LíderCast 084 Rodrigo Azevedo
LíderCast 084 Rodrigo Azevedo
LiderCast 084 – Rodrigo Azevedo – Rodrigo Azevedo é ...

Ver mais

LíderCast 083 Itamar Linhares
LíderCast 083 Itamar Linhares
Itamar Linhares é médico-cirurgião na cidade de ...

Ver mais

LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LíderCast 082 Bruno Soalheiro
LiderCast 082 – Bruno Soalheiro – Bruno criou a ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Da garagem ao sucesso
Tom Coelho
Sete Vidas
“Existem três fases: impossível, difícil e feito.” (Frank Crane)   O ano é 1975. A cidade é Cambridge. Dois jovens estudantes egressos de Harvard desenvolvem um sistema operacional para ...

Ver mais

Eles podem, nós não?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Ninguém mais se lembra do caso Salman Rushdie, aquele escritor britânico de origem indiana. Em 1989 o Aiatolá Ruhollah Khomeini, psicopata mandatário da teocracia iraniana, acusou Rushdie de ...

Ver mais

Mudança, inovação e o espírito conservador
Bruno Garschagen
Ciência Política
Mudei de casa recentemente. Muito mais do que necessário, mudei porque quis, porque considerei que seria melhor. Mudar é sempre, porém, um tormento. Embalar os pertences, transportá-los para ...

Ver mais

O pior dos pecados
Tom Coelho
Sete Vidas
“A conduta é um espelho no qual todos exibem sua imagem.” (Goethe)   Um renomado palestrante é contratado para fazer uma apresentação em um evento de uma multinacional. Porém, apenas uma ...

Ver mais

Cafezinho 14 – A sala, o piano e a partitura
Cafezinho 14 – A sala, o piano e a partitura
Mesmo uma obra de arte, só tem utilidade de houver uma ...

Ver mais

Cafezinho 13 – A sociedade da confiança
Cafezinho 13 – A sociedade da confiança
Quem confia nas leis não precisa quebrá-las.

Ver mais

Cafezinho 12 – Os tortos e os direitos
Cafezinho 12 – Os tortos e os direitos
Eu sou direito. Quero tratamento diferente dos tortos.

Ver mais

Cafezinho 11 – Vergulho e Orgonha
Cafezinho 11 – Vergulho e Orgonha
Se tenho orgulho de meu país? Sim. Mas também tenho vergonha.

Ver mais

Cafezinho 8 – Deslulifique-se

Cafezinho 8 – Deslulifique-se

Luciano Pires -

Uma vez vi um estudo que mostrou que mesmo nas casas que tinham as TVs desligadas, a Globo aparecia em primeiro lugar. Era um fenômeno que tem a ver com a forma como as marcas muito conhecidas ficam gravadas em nosso inconsciente. Ao recorrer à memória, o que aparece primeiro é a marca à qual estamos mais familiarizados. Sem qualquer julgamento de valor, o que vale é o grau de conhecimento. A lembrança.

Muito bem, depois da carta do Palocci acho que deu, não é? Chega. Ele expôs com todas as letras a podridão do PT ao longo de seus mandatos, não há mais o que discutir, bandidos a proteger nem discursinho de altruístas salvadores dos pobres. E mesmo assim continuam com a conversa que Lula aparece em primeiro nas pesquisas para 2018, que Lula isso e aquilo…

Olha, como diria aquele personagem da Escolinha do Professor Raimundo, CÊ FINI! Deu. Acabou. E agora vem nossa parte.

Por isso faço aqui um pedido: Deslulifique-se! Chega. Pare de falar no Lula, pare de postar coisas sobre o Lula, pare de dar palanque para o Lula. Acabou, a máscara caiu, a fila andou. Use seu tempo e suas mídias sociais para tratar de temas que tenham a ver com nosso futuro. Não dê nem mesmo audiência aos malucos que insistem em carregar o país para o passado. E se você é jornalista, o pedido é ainda mais importante: esqueça Lula. Pare de falar nele e dele, pare de dar espaço, pare de mantê-lo na mídia. Não importa se é para falar bem ou mal, pare. Deixe que ele caia no ostracismo que merece, deixe que suma dos olhos e ouvidos do povo.

Ostracismo social é o que cada um dos bandidos que estão sendo desmascarados merece. Parar de falar neles é o primeiro passo para que sejam lançados, você sabe onde: na lata de lixo da história.