Portal Café Brasil
Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica “Nossos filhos terão mais de quase tudo, com uma gritante exceção: eles não terão mais tempo. À medida que a renda e os salários ...

Ver mais

Ah, se os políticos usassem sua criatividade para o bem
Henrique Szklo
Tem gente que acha que os políticos não são corruptos. Nós é que somos certinhos demais. Já o meu amigo Rodriguez diz que o pior tipo de político é o honesto, porque, além de trouxa, é traidor da ...

Ver mais

Somos quem podemos ser
Jota Fagner
Origens do Brasil
Já faz um tempo que venho desiludido quanto aos resultados da educação. Ainda acredito que ela seja essencial, mas já consigo enxergar que não basta. Uma pessoa bem instruída não é garantia de ...

Ver mais

História da riqueza no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
História da riqueza no Brasil  Cinco séculos de pessoas, costumes e governos “A proposta de uma revolução copernicana na análise e interpretação da história do Brasil – esta é a marca ...

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Conte até dez antes de compartilhar uma merdade

Ver mais

Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Meu voto é estratégico, para aquilo que o momento exige.

Ver mais

Cafezinho 37 – Sobre críticas

Cafezinho 37 – Sobre críticas

Luciano Pires -

O violinista norueguês, Ole Bull, tocava violino desde os 4 anos de idade. Após estudar na universidade com professores medianos, decidiu realizar concertos. Na Itália, um crítico de um jornal de Milão escreveu que “Ole é um músico mal treinado. Se ele for um diamante, certamente está em estado bruto, sem polimento”.

Ole leu o texto e viu-se diante de duas possibilidades: ficar nervoso ou aprender com a crítica. Foi até a sede do jornal e pediu para ver o crítico que, com espanto, o recebeu.

Ole passou a tarde conversando com o velho jornalista que apontou suas falhas e deu conselhos sobre como melhorar a performance.

Ole então cancelou o restante dos concertos e mergulhou em seis meses de estudo, dessa vez com professores de alto gabarito. Após algumas semanas, sentiu-se firme para prosseguir com os concertos e, aos 26 anos de idade, transformou-se numa das maiores sensações da Europa. Só na Inglaterra ele deu 274 concertos no ano de 1837. Examinando a história de Ole Bull, podemos aprender sobre forma e conteúdo. O crítico foi duro, mas não foi desrespeitoso. E Ole, sabendo da inteligência do crítico, entendeu que aquela opinião, apesar de negativa, mostrava um caminho. E humildemente buscou os conselhos de quem sabia muito sobre o assunto.

Fosse hoje, seguindo o modismo da internet, talvez o crítico escrevesse que Ole era “um músico medíocre, ruim e sem futuro”. E Ole provavelmente ficaria nervoso e ignoraria, ou atacaria o crítico, perdendo a chance de mergulhar num processo de refinamento de sua arte.

Uma crítica pode ser a janela para novas ideias, mudanças em crenças e quebra de paradigmas. Por isso críticas não são apenas boas, são necessárias. Saber avaliar as críticas é fundamental, mas saber fazê-las, é essencial.

________________________________

Para assinar o Cafezinho:

No WhatsApp: bit.ly/querocafezinho

Feed do Cafezinho: http://feed.portalcafebrasil.com.br/tools/cafezinho.xml

Para iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cafezinho-caf%C3%A9-brasil/id1281343582?mt=2