Portal Café Brasil
Palestra O Meu Everest
Palestra O Meu Everest
Meu amigo Irineu Toledo criou um projeto chamado ...

Ver mais

Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

691 – Os agilistas
691 – Os agilistas
Conversei com o Marcelo Szuster no LíderCast 175, um ...

Ver mais

690 – Vale quanto?
690 – Vale quanto?
Cara, você aceita pagar pelo ingresso de um show a ...

Ver mais

689 – A Missão
689 – A Missão
De quando em quando publicamos no Café Brasil a íntegra ...

Ver mais

688 – Doar órgãos é doar vida
688 – Doar órgãos é doar vida
A doação de órgãos é um ato de generosidade, é o ...

Ver mais

LíderCast 178 – Tristan Aronovich
LíderCast 178 – Tristan Aronovich
Ator, músico, escritor, diretor e produtor de cinema, ...

Ver mais

LíderCast 177 – Rodrigo Ricco
LíderCast 177 – Rodrigo Ricco
CEO da Octadesk, empresa focada na gestão de ...

Ver mais

LíderCast 176 – Willians Fiori
LíderCast 176 – Willians Fiori
Professor, podcaster e profissional de marketing e ...

Ver mais

LíderCast 175 – Marcelo Szuster
LíderCast 175 – Marcelo Szuster
O cara do “Business Agility", que trata da capacidade ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

A chave de fenda
Chiquinho Rodrigues
Toninho Macedo era um daqueles músicos de fim de semana. Amava música e tocava seu cavaquinho “de brincadeira” (como ele dizia) aos sábados e domingos em uma banda de pagode ali do bairro onde ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Morfologia Sincategoremática (parte 6)
Alexandre Gomes
A MORFOLOGIA SINCATEGOREMÁTICA se refere a PALAVRAS que só tem significado quando associadas a outras PALAVRAS.   Bom, se tais palavras se referente a outras palavras, então as funções delas ...

Ver mais

Vilmoteca
Chiquinho Rodrigues
Ser músico e ter viajado por esse imenso Brasil são dádivas que agradeço todo dia ao Papai do Céu! Ter colecionado experiências e conhecido os mais variados tipos de malucos acabaram fazendo de ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Palavras Atributivas: verbos, advérbios e adjetivos (parte 5)
Alexandre Gomes
Continuando a tratar de VERBOS, irei expor agora sobre as classes de verbos:   TRANSITIVOS: aqueles que expressam uma ação que começa no sujeito (agente) e “vai até” (trans + ire) o objeto ...

Ver mais

Cafezinho 229 – Manicômio Legal
Cafezinho 229 – Manicômio Legal
O manicômio legal no qual estamos presos.

Ver mais

Cafezinho 228 – O medo permanente
Cafezinho 228 – O medo permanente
Enquanto destruíam nosso sistema de justiça criminal ...

Ver mais

Cafezinho 227 – Paralisia por análise
Cafezinho 227 – Paralisia por análise
A falta de experiência e repertório dessa moçada ...

Ver mais

Cafezinho 226 – O MCSC
Cafezinho 226 – O MCSC
Um movimento que independe de partidos, de políticos, ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3

Luciano Pires -

Fiz alguns cafezinhos um tempo atrás falando dos monstros da negatividade, aquela gente com pensamento negativo, que acusa qualquer um que se diga esperançoso de ter motivações e intenções obscuras, do mal. A negatividade tem suas raízes no medo de ser desrespeitado pelos outros; no medo de não ser amado pelos outros e no medo de que coisas ruins possam acontecer. Esses três medos, conectados e se auto alimentando, ampliam a percepção de que está tudo errado e que vamos invariavelmente nos dar mal. Quem vive sob a influência desses medos, reagirá mal a qualquer um que tente mostrar que existe algo bom em perspectiva. Para o monstro da negatividade, a única garantia é o fracasso, e pedir que ele confie em qualquer outra pessoa, lei, instituição ou até em você mesmo, é perda de tempo. O raciocínio dele está preso numa eterna noite sem luar.

Dá pra reconhecer essas pessoas observando alguns sinais:

– A tendência de ver motivações negativas nas ações de outras pessoas. Tudo que alguém faz tem segundas – e más – intenções.

– A tendência a acreditar que o futuro é tenebroso. O que está bom agora, dará errado logo mais. Sempre foi assim, por que mudaria agora?

– Aversão a risco, especialmente ao risco de confiar nos outros. Suas relações serão, necessariamente, superficiais.

– Necessidade de controlar o comportamento dos outros. O monstro da negatividade quer controle. Seu controle.

Sabe o que existe em comum nesses sinais? A tendência a sempre jogar a culpa em algo externo, noutra pessoa, numa instituição, no sistema, na história. Ou então na má sorte. Nunca a culpa e da própria pessoa, de suas escolhas e atitudes. A felicidade está lá fora, mas algo ou alguém do mal a impede de chegar lá. Então ela vai reclamar desse algo ou alguém. E se aparecer um ingênuo tentando mudar a realidade, ela reclamará dele, pois tem certeza que nada dará certo.

Você conhece gente que pensa assim?  O quê? Você pensa assim?

Putz… Cara, procure ajuda. Você deve ser insuportável.

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, um MLA – Master Life Administration, que ajuda a refinar sua capacidade de julgamento e tomada de decisão. www.cafebrasilpremium.com.br