Portal Café Brasil
Palestra O Meu Everest
Palestra O Meu Everest
Meu amigo Irineu Toledo criou um projeto chamado ...

Ver mais

Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

690 – Vale quanto?
690 – Vale quanto?
Cara, você aceita pagar pelo ingresso de um show a ...

Ver mais

689 – A Missão
689 – A Missão
De quando em quando publicamos no Café Brasil a íntegra ...

Ver mais

688 – Doar órgãos é doar vida
688 – Doar órgãos é doar vida
A doação de órgãos é um ato de generosidade, é o ...

Ver mais

687 – A herança maldita
687 – A herança maldita
Uma apresentação, com números, do descompromisso, a ...

Ver mais

LíderCast 177 – Rodrigo Ricco
LíderCast 177 – Rodrigo Ricco
CEO da Octadesk, empresa focada na gestão de ...

Ver mais

LíderCast 176 – Willians Fiori
LíderCast 176 – Willians Fiori
Professor, podcaster e profissional de marketing e ...

Ver mais

LíderCast 175 – Marcelo Szuster
LíderCast 175 – Marcelo Szuster
O cara do “Business Agility", que trata da capacidade ...

Ver mais

LíderCast 174 – Eduardo Albano
LíderCast 174 – Eduardo Albano
Diretor de conteúdo da Ubook, plataforma que está ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Morfologia Sincategoremática (parte 6)
Alexandre Gomes
A MORFOLOGIA SINCATEGOREMÁTICA se refere a PALAVRAS que só tem significado quando associadas a outras PALAVRAS.   Bom, se tais palavras se referente a outras palavras, então as funções delas ...

Ver mais

Vilmoteca
Chiquinho Rodrigues
Ser músico e ter viajado por esse imenso Brasil são dádivas que agradeço todo dia ao Papai do Céu! Ter colecionado experiências e conhecido os mais variados tipos de malucos acabaram fazendo de ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Palavras Atributivas: verbos, advérbios e adjetivos (parte 5)
Alexandre Gomes
Continuando a tratar de VERBOS, irei expor agora sobre as classes de verbos:   TRANSITIVOS: aqueles que expressam uma ação que começa no sujeito (agente) e “vai até” (trans + ire) o objeto ...

Ver mais

Sem enredo
Chiquinho Rodrigues
Ainda bem que o U2 pegou um avião e foi pra puta-que-pariu! Eu já não aguentava mais, cara! Te juro que se eu visse o Bono Vox mais uma vez no Jornal Nacional ou na droga de um palanque qualquer ...

Ver mais

Cafezinho 228 – O medo permanente
Cafezinho 228 – O medo permanente
Enquanto destruíam nosso sistema de justiça criminal ...

Ver mais

Cafezinho 227 – Paralisia por análise
Cafezinho 227 – Paralisia por análise
A falta de experiência e repertório dessa moçada ...

Ver mais

Cafezinho 226 – O MCSC
Cafezinho 226 – O MCSC
Um movimento que independe de partidos, de políticos, ...

Ver mais

Cafezinho 225 – O Meu Everest
Cafezinho 225 – O Meu Everest
Nos livros, isso tem o nome de planejamento estratégico.

Ver mais

Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta

Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta

Luciano Pires -

Quando passei dos 50 anos, ciente de que tinha mais passado que futuro, passei a dar valor a cada segundo perdido, a selecionar com muito cuidado para quem ou para quê entrego os minutos preciosos de meu finito tempo de vida.

O tempo que me resta.

E de quando em quando dou uma parada para refletir sobre minhas prioridades, sobre tudo aquilo que deixarei para trás quando meu tempo acabar. Se minha hora chegar, tudo que é prioritário deixará de ser e as coisas que deixei para trás assumirão o primeiro lugar na fila. Mas aí será tarde demais. E isso me dá uma sensação de egoísmo.

Talvez eu esteja, mesmo com boa vontade, pensando demais em mim mesmo, ocupado em sobreviver, ser bem-sucedido, participar de tudo… perdendo a percepção de como estou gastando meu tempo.

Me lembrei então de um artigo chamado “Freedom from Death”, no qual o professor Sidney J. Parnes propõe algumas questões:

1.    O que é que eu quero fazer, ter ou conquistar?

2.    O que é que eu gostaria que acontecesse?

3.    O que eu gostaria de fazer melhor?

4.    Para que eu gostaria de ter mais tempo, dinheiro e energia?

5.    Quais são meus objetivos não atingidos?

6.    O que eu gostaria de organizar melhor?

7.    Quais mudanças preciso fazer?

8.    O que eu gostaria que outras pessoas fizessem?

9.    Com quem eu gostaria de passar mais tempo?

10.  Que mudanças sinto nas atitudes de outras pessoas?

É uma introspectiva para revisão de prioridades, que talvez lhe anime a deixar as coisas mais arrumadas caso um dia o imponderável chegar.

E o primeiro passo ficou muito claro: livre-se das companhias que só destilam o ódio. Reais ou virtuais. Saia dessa merda de rede social, vá fazer algo útil, carpir um lote, lavar uma louça, arrumar seu quarto, construir ou produzir algo que valha a pena. Escreva um livro, ensine alguém, construa algo!

Pronto!

Você deu o primeiro passo para fazer com que o tempo de vida que lhe resta, valha a pena.

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, um MLA – Master Life Administration, que ajuda a refinar sua capacidade de julgamento e tomada de decisão. cafebrasilpremium.com.br