Portal Café Brasil
Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

614 – Limão ou limonada
614 – Limão ou limonada
No começo dos anos 1970 apareceu um termo que anos mais ...

Ver mais

Café Brasil 613 – Biologia política
Café Brasil 613 – Biologia política
E aí? Você é de direita ou de esquerda? Se incomoda com ...

Ver mais

612 – O Efeito Genovese
612 – O Efeito Genovese
Em 1964, Kitty Genovese foi assassinada em Nova York. ...

Ver mais

611 – Momentos felizes
611 – Momentos felizes
Felicidade não existe. O que existe na vida são ...

Ver mais

LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 - Hoje conversamos com Rafael Baltresca, ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Hoje conversamos com Lucia Bellocchio, uma jovem ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Complexo e outros males
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Uma das expressões que a esquerda (radical ou não) adora usar é o tal “complexo de vira-latas”. Essa gente não tem a menor ideia do que seja isso, nem de quem cunhou a expressão, mas a macaqueia ...

Ver mais

Interpretações do Brasil X – As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Interpretações do Brasil X As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo “Bons jogos dependem mais de boas regras do que de bons jogadores.” James Buchanan  Considerações iniciais A ...

Ver mais

O que aprender quando o futuro já era
Mauro Segura
Transformação
A minha experiência no ano passado mostrou que a história de viver cada dia como se fosse o último é uma baboseira. Aprendi que eu não preciso ter planos mirabolantes para ter uma vida digna, ...

Ver mais

MInha culpa é sua, camarada!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A tragédia do edifício que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, em São Paulo, desvendou mais um bem bolado golpe; e golpe, novamente, travestido de “movimento social”: A máfia das invasões ...

Ver mais

Cafezinho 74 – O valor subjetivo
Cafezinho 74 – O valor subjetivo
Os impostos estão lá sim, altíssimos, exorbitantes, mas ...

Ver mais

Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Não interessa determinar o que é verdade e o que é ...

Ver mais

Cafezinho 72 – Fake News 1
Cafezinho 72 – Fake News 1
Quem julga o juiz?

Ver mais

Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Reenquadre o otário e ele vira ouro. Reenquadre a ...

Ver mais

Ted Williams

Ted Williams

Luciano Pires -

Agora é uma estrela mediática, desde que um repórter do “Columbus Dispatch” o filmou a fazer aquilo que faz melhor: falar para um microfone. A sua voz grave e carismática já lhe rendeu dezenas de ofertas de emprego e de convites para programas de televisão.

A vida de Ted Williams transformou-se, literalmente, de um dia para o outro. Ainda há um mês andava com um cartaz apregoando a sua “voz de ouro” nos cruzamentos das auto-estradas do estado do Ohio e agora é convidado do programa Today, em Nova Iorque.

À sua chegada ao aeroporto de LaGuardia, o frenesi da media foi tão grande que Ted Williams se recusou a sair do avião. Entrevistas, perguntas, autógrafos… Tudo isto faz parte da vida deste homem que ainda há poucas semanas dormia numa tenda improvisada nas traseiras de umposto de gasolina abandonado

“Sinto-me como a Susan Boyle [a escocesa que fez furor no programa britânico “Britain’s Got Talent”]. Ou como Justin Bieber [o cantor canadense mais popular do momento]. Estou quase chocado”, afirmou Williams, de 53 anos.

Ted Williams tornou-se conhecido em todo o mundo depois do repórter Doral Chenoweth III ter filmado vídeo inicial do homem enquanto estava parado num semáforo. O jornalista teve curiosidade em ouvi-lo falar, uma vez Williams empunhava um cartaz dizendo possuir “o dom da voz”.

Instigando-o a dizer umas palavras, Chenoweth gravou Williams a dizer umas quantas frases típicas de um locutor de rádio ou de televisão. Imediatamente se pôde perceber o extraordinário tom de barítono da sua voz durante esse curto ensaio para a câmara.

Passada uma semana, o repórter voltou ao mesmo local e fez algumas perguntas ao sem-abrigo, que explicou o seu passado de consumo de drogas e de álcool e assinalando a sua vontade de dar a volta por cima e reclamar a sua vida de volta.

Chenoweth editou o vídeo e colocou-o no Youtube, que rapidamente se tornou viral. Desde que está disponível online já foi visto cerca de 8,5 milhões de vezes.

Foi a partir deste momento que a vida do sem-abrigo começou a melhorar. Recebeu quase de imediato propostas de emprego da MTV, da ESPN e da National Football League.

Antes de ir parar às ruas de Columbus (a capital do estado do Ohio), Williams esteve preso durante três meses, em 1990, por roubo; e novamente durante dois meses, em 2004, por roubo, falsificação e obstrução à justiça.

Ele foi igualmente acusado de uma série de delitos menores, incluindo abuso de drogas e invasão de propriedade.

O mais recente trabalho de Williams em rádio envolvia a gravação de spots para a WJZA-FM, disse ao “Columbus Dispatch” um antigo colega de trabalho do sem-abrigo que falou sob anonimato, acrescentando que ele foi despedido em 1997, quando a estação foi comprada pela Power 107.5.

“De todas as pessoas com quem eu trabalhei nos últimos 25 anos, ele era o último que eu imaginava que viria a ser famoso. Para falar verdade, estou chocado pelo facto de ele ainda estar vivo, considerando todas as coisas em que estava metido”, disse o mesmo ex-colega.

Mas Williams é o primeiro a admitir o seu passado difícil. “O Diabo levou-me ao Inferno e trouxe-me de volta”, admitiu o agora ex-sem-abrigo em entrevista à rádio WNCI (97.9 FM).

Williams e a sua mulher divorciaram-se em 1998 por causa do seu vício em crack e depois de ele ter tido dois filhos de uma outra mulher, confirmou aos media uma das suas enteadas, Tangela Pullien.

Casado durante quase 17 anos, ele e Patricia Pullien Kirtley tiveram duas filhas, às quais se juntavam outros dois rapazes nascidos fora do casamento e outras duas raparigas, filhas de Patricia.

Desde o divórcio, Williams tem visto, a espaços, os seus seis filhos (naturais e de casamento), 16 netos e um bisneto. Muitos deles tentaram ajudá-lo mas desistiram quando o homem levou álcool e droga para suas casas.“Houve alturas em que não soubemos nada dele durante meses”, explicou Tangela Pullien, de 31 anos. “Eventualmente habitámo-nos a isso. Não podíamos fazer mais nada que não fosse rezar e esperar pelo melhor”.

Mais recentemente, Williams começou a ligar mais aos seus familiares e aproximou-se de Deus. A filha, Jenay Williams, de 28 anos, disse igualmente aos jornalistas que o pai se fartara do seu estilo de vida e se queria endireitar.

Williams está sóbrio há cerca de dois anos e, apesar do actual circo mediático em torno da sua figura, promete que não irá descarrilar. “Manter-me sóbrio dá-me clareza mental. Não estou a dizer que nunca mais tomarei uma bebida, mas neste momento essa possibilidade está muito longe”.

http://en.wikipedia.org/wiki/Ted_Williams_(voice-over_artist)

[youtube]-CdoY6eaum0[/youtube]