Portal Café Brasil
Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

635 – De onde surgiu Bolsonaro?
635 – De onde surgiu Bolsonaro?
O pau tá quebrando, a eleição ainda indefinida e nunca ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

LíderCast 128 – Leide Jacob
LíderCast 128 – Leide Jacob
Empreendedora cultural e agora cineasta, que ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Sempre, sempre Godwin
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O advogado Mike Godwin criou em 1990 a seguinte “lei” das analogias nazistas: “À medida que uma discussão online se alonga, a probabilidade de surgir uma comparação envolvendo Adolf Hitler ou os ...

Ver mais

É mais fácil seguir o grupo
Jota Fagner
Origens do Brasil
Existe uma crença muito difundida de que a história humana avança em etapas gradativas e que culminará numa revolução transformadora. O tipo de revolução muda conforme o viés ideológico. A ...

Ver mais

Bolsonaro e Transformação Digital
Carlos Nepomuceno
Vivemos o início de Revolução Civilizacional na qual ao se plantar um "pé de cooperativa de táxi" por mais que se tome litros de Design Thinking não nasce nunca um Uber.

Ver mais

O que aprender (ou não) com os headhunters
Mauro Segura
Transformação
Será que os headhunters realmente ajudam (ou não) a nossa carreira? A experiência de Mauro Segura com headhunters pode ajudar a encontrar a resposta para essa pergunta.

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Conte até dez antes de compartilhar uma merdade

Ver mais

Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Meu voto é estratégico, para aquilo que o momento exige.

Ver mais

Silvinho

Silvinho

Luciano Pires -

alt

Cantor e compositor, nasceu em Petrópolis em 1931. Compôs sua primeira música aos 15 anos, “Assim como as flores morrem”.

Nas década de 1950 e 1960, teve intensa atuação nos conjuntos vocais Os Trovadores, Os Vocalistas, Trio Quitandinha e Conjunto Harmonia , entre outros.

Nos primeiros anos da década de 1960, foi um dos maiores sucessos em vendagem de disco. Em 1961 gravou o samba “Boemia”, de Maurílio Lopes, Sebastião de Oliveira e Nuno Soares e o bolero “Ciúme”, de Aôr Ribeiro, Maurílio Lopes e Sebastião de Oliveira. No mesmo ano gravou de sua autoria e Maurílio Lopes o bolero “Quem é?”, que se tornou grande sucesso, sendo gravado logo em seguida por Gregorio Barrios e Bienvenido Granda.

Seu grande sucesso foi a marchinha “Marcha da coroa”, que gravou em 1962.

Em 1963, gravou “Esta noite eu queria que o mundo acabasse”, de sua autoria e o bolero “Se tu gostasses de mim”, de Rossini Pinto e Fernando Costa.

Em 1964 esteve nas paradas de sucesso com “Mulher governanta”, de Getúlio Macedo, gravada no ano anterior. Trabalhou na Rádio Nacional e em várias emissoras de rádio e TV do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Fez várias excursões ao longo de sua carreira de cantor, tendo se apresentado na Argentina, Uruguai, Chile e México. Muitas de suas músicas, principalmente os boleros, continham declamações.

Em 1999, a Polydisc, dentro da série “20 super sucessos”, lançou um CD com seus grandes sucessos, entre os quais “Quem é”, “Mulher governanta”, “Ciúme” e “Confesso”.

http://www.dicionariompb.com.br/silvinho

http://www.lastfm.com.br/music/Silvinho

[youtube]dRp4dG9Z7SA[/youtube]
[youtube]bDx63Xfd1_0[/youtube]
[youtube]Bm9BfDpaqdQ[/youtube]