Portal Café Brasil
Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

Café Brasil 613 – Biologia política
Café Brasil 613 – Biologia política
E aí? Você é de direita ou de esquerda? Se incomoda com ...

Ver mais

612 – O Efeito Genovese
612 – O Efeito Genovese
Em 1964, Kitty Genovese foi assassinada em Nova York. ...

Ver mais

611 – Momentos felizes
611 – Momentos felizes
Felicidade não existe. O que existe na vida são ...

Ver mais

610 – Abre-te Sésamo
610 – Abre-te Sésamo
Abre-te Sésamo é a frase mágica do conto de Ali-Babá e ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Hoje conversamos com Lucia Bellocchio, uma jovem ...

Ver mais

LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 - 106 - Hoje conversamos com Labi ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Interpretações do Brasil X – As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Interpretações do Brasil X As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo “Bons jogos dependem mais de boas regras do que de bons jogadores.” James Buchanan  Considerações iniciais A ...

Ver mais

O que aprender quando o futuro já era
Mauro Segura
Transformação
A minha experiência no ano passado mostrou que a história de viver cada dia como se fosse o último é uma baboseira. Aprendi que eu não preciso ter planos mirabolantes para ter uma vida digna, ...

Ver mais

MInha culpa é sua, camarada!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A tragédia do edifício que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, em São Paulo, desvendou mais um bem bolado golpe; e golpe, novamente, travestido de “movimento social”: A máfia das invasões ...

Ver mais

O domínio esquerdista na dramaturgia brasileira
Bruno Garschagen
Ciência Política
Hoje, não há qualquer ameaça ao domínio da esquerda nas novelas, filmes, séries, teatro, programas de TV, jornalismo. Por isso a reação agressiva quando alguma obra fura a ditadura cultural.

Ver mais

Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Não interessa determinar o que é verdade e o que é ...

Ver mais

Cafezinho 72 – Fake News 1
Cafezinho 72 – Fake News 1
Quem julga o juiz?

Ver mais

Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Reenquadre o otário e ele vira ouro. Reenquadre a ...

Ver mais

Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
O comportamento de quem vê algo errado e nada faz a ...

Ver mais

Sadi Cabral

Sadi Cabral

Luciano Pires -

Sadi Sousa Leite Cabral (Maceió, 10 de setembro de 1906 – São Paulo, 23 de novembro de 1986) foi um ator e compositor brasileiro.

Ele veio para o sul do país ainda bem jovem e em 1923, já no Rio de Janeiro, começou no teatro, trabalhando em várias comédias. Em 1936 teve a oportunidade de participar do elenco do filme “Bonequinha de Seda”, de Oduvaldo Vianna.

A partir daí, integrou vários elencos de revistas no teatro e entrou para o TBC em 1956 atuando ao lado de Cacilda Becker. Foi pioneiro no rádio, onde introduziu as radionovelas com base em romances e textos teatrais.

Ele nunca foi galã, mas se tornou um ator imprescindível tanto no teatro como no cinema e na TV desde seus primeiros movimentos. No cinema, depois de “Bonequinha de Seda” ele fez trabalhos marcantes em “Inconfidência Mineira”, “A Escrava Isaura”, “O Pecado de Nina”, “Rio 40 graus”, “Mãos Sangrentas”, “Cinco Vezes Favela”, “Lampião, o Rei do Cangaço”, “Chuvas de Verão” e “Perdoa-me por Me Traíres”, entre muitos outros.

Na TV, Sadi Cabral estrearia no início dos anos 50 nos teleteatros da TV Tupi e em telenovelas apenas em 1967 em “Paixão Proibida”, telenovela escrita por Janete Clair para a TV Tupi, mas ganhou projeção nacional ao viver o Seu Pepê na novela “Minha Doce Namorada” na TV Globo na década de 1970. Seu último trabalho na televisão foi em “Maçã do Amor”, novela exibida pela TV Bandeirantes.

Foi como letrista que deixou sua contribuição para a música popular brasileira. Seu grande parceiro foi Custódio Mesquita.

Em 1938, escreveu uma opereta em parceria com Custódio Mesquita: “A Bandeirante”, encenada em outubro do mesmo ano, no Teatro São Pedro, em Porto Alegre, RS.

Em 1940, escreveu letras para composições de Custódio Mesquita, que se tornaram grandes sucessos na voz de Sílvio Caldas: “Mulher” e “Velho realejo”. A primeira é um fox, de letra inspirada, aproveitado como tema em seriado de mesmo nome, produzido pela TV Globo quase 50 anos depois de composto, pelo cantor Emílio Santiago.

Em 1941, compôs, também em parceria de Custódio Mesquita, valsas como “Pião” e “Bonequinha”, gravada por Carlos Galhardo na RCA Victor.

Em 1943, Carmen Costa gravou a valsa “Velho realejo”, em ritmo de samba. Esta valsa foi regravada dois anos depois pelo grupo Anjos do Inferno. Em 1946, teve o choro “Ciúmes”, parceria com David Raw, gravado por Rubens Peniche.

Faleceu aos 80 anos, vitimado por uma parada cardíaca.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sadi_Cabral

http://www.adorocinema.com/atores/sady-cabral/

http://va.mu/EuwZ – Sadi Cabral em Meu cinema brasileiro


Sadi Cabral