Portal Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

596 – A complicada arte de ver – revisitado
596 – A complicada arte de ver – revisitado
“A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o ...

Ver mais

595 – A empatia positiva
595 – A empatia positiva
Se você construir uma linha emocional imaginária, numa ...

Ver mais

594 – Sultans of Swing
594 – Sultans of Swing
Láááááá em 1977 uma obscura banda inglesa começou a ...

Ver mais

593 – Chororô
593 – Chororô
Uma das reações mais lindas do ser humano tem sido ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

LíderCast 93 – Max Oliveira
LíderCast 93 – Max Oliveira
Max Oliveira, empreendedor que fundou a Max Milhas, uma ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

País de Santos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Há dias um assunto artificialmente inflado ocupa sites e jornais: A posse interrompida da ex-quase-futura ministra do Trabalho, deputada federal Cristiane Brasil (PTB/RJ), filha do conhecido ...

Ver mais

Jonatan, o Tolo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Jonatan é o tolo cuja credulidade fantasiosa corrompeu qualquer traço de inocência

Ver mais

Projeções econômicas do Brasil para 2018
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Projeções econômicas do Brasil para 2018[1] Com uma sólida formação humanista, um economista pode afirmar que quanto menor a intervenção do Estado na economia de mercado, mais rico será este país ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Cafezinho 38 – A agarra
Cafezinho 38 – A agarra
Basta implantar uma dúvida, uma agarra... e pronto! A ...

Ver mais

Cafezinho 37 – Sobre críticas
Cafezinho 37 – Sobre críticas
Saber avaliar as críticas é fundamental, mas saber ...

Ver mais

Cafezinho 36 – Velhos problemas
Cafezinho 36 – Velhos problemas
O Brasil não tem problemas novos.

Ver mais

Cafezinho 35 – Pocahontas
Cafezinho 35 – Pocahontas
Geração não é horóscopo. É contexto.

Ver mais

Rodrigo Delage

Rodrigo Delage

Luciano Pires -

alt
Rodrigo Delage

Nascido em Belo Horizonte, porém tendo morado em algumas cidades do interior, dentre elas Pirapora, surge das barrancas do Velho Chico, onde desde pequeno navegava por entre peixes, lendas e estórias, a paixão pela viola caipira.

Sempre viajando pelos rios São Francisco, Das Velhas, Urucúia, ele ouve ‘causos’, grava paisagens, escuta e observa os bichos, e traz tudo isso para o universo da viola.

No ano de 1999, juntamente com os violeiros Claúdio Araújo, Dimas Soares e Noel Andrade, gravou participação especial no terceiro cd, de nome Reinado, do violeiro Chico Lobo, gravando também no cd “Viola Caipira – Tradição, Causos e Crenças”, seu toque “Na Ponta da Zagaia”, inspirado na “Pegada da Onça”, recolhida por Dimas Soares do violeiro Sebastião Rodrigues, natural do vale do rio Mucuri.

Em outubro de 2000, participou da gravação de cd do projeto “Zás”, realizado pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais, juntamente com o escritor mineiro Olavo Romano.

Em 2003, gravou o seu primeiro disco, “Viola Caipira Instrumental”, mostrando suas composições, além de algumas adaptações de temas de Domínio Público, contando com a participação de Pena Branca e do violeiro Chico Lobo, além dos músicos Rogério Delayon e Carlinhos Ferreira.

Seu primeiro disco solo foi premiado em 2004, como melhor disco de viola do ano, pelo “Prêmio Nacional de Excelência da Viola Caipira”, de iniciativa da “Revista Viola Caipira”, no qual foi vencedor também na categoria melhor violeiro. Teve seus toques de viola utilizados em reportagens da TV Globo/Globo News, nos programas “Globo Rural” e “Mais Você”. Cedeu também composições para vinhetas de arte e programação da Rede Minas de Televisão. Compôs trilhas para vídeos do documentarista Dêniston Diamantino, responsável pela Opará Vídeos, exibidos em Festivais Nacionais e Internacionais de Cinema, como o “Cineport – 2004, Festival Internacional de Cinema da Língua Portuguesa” e o Festival de Cinema de Gramado/2004.

Em 2006, participou do “Dossiê Guimarães Rosa”, lançado pelo Instituto de Estudos Avançados da USP em comemoração ao cinqüentenário do romance “Grande Sertão: Veredas”, publicação que veio encartada com um cd recheado de músicas que abordam o universo sertanejo que inspirou o escritor. De curadoria do violeiro Ivan Vilela, o cd contou com a participação dos violeiros Renato Andrade, Paulo Freire, Tavinho Moura, Ivan Vilela, Rodrigo Delage, além do grupo Inhambuzim, Estúrido Quarteto, e declamações de sertanejos e dos literários Antônio Cândido e José Mindlim.

Vem das barrancas do Velho Chico, a inspiração para seu segundo álbum “Águas de uma Saudade – Viola Caipira”.

O disco foi gravado em 2007, no estúdio Bemol (BH / MG) e também na Associação Cultural Cachuera! (São Paulo / SP), e teve direção musical de André Siqueira, que atuou também como músico (violão, baixo e flauta), juntamente com Ricardo Cheib (percussão), Thomas Rorher (rabeca), Gabriel Levy (acordeom e piano), Max Rosa (vozes), Rafa Duarte (vozes) e Antônio Viola (cello), contando com a participação especial do violeiro e cantador Cláudio Lacerda. O álbum retrata suas composições, além de duas adaptações de domínio público e duas parcerias com o escritor mineiro Jorge Fernando dos Santos.

http://br.myspace.com/rodrigodelage

http://www.rodrigodelage.com.br/

[youtube]J9Wk9eYejss[/youtube]
[youtube]JgSDz66jBQU[/youtube]
[youtube]9Fr4m99fPdE[/youtube]