Assine o Café Brasil
Portal Café Brasil
Por que eu?
Por que eu?
Ela foi a primeira mulher a assumir publicamente que ...

Ver mais

Cobertor de solteiro
Cobertor de solteiro
Cobertor de solteiro. Isca intelectual de Luciano Pires ...

Ver mais

O véinho
O véinho
Isca intelectual de Luciano Pires que pergunta: que ...

Ver mais

Pluralidade narrativa 2
Pluralidade narrativa 2
Revendo uma Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta ...

Ver mais

538 – Caçadores da verdade perdida
538 – Caçadores da verdade perdida
Podcast Café Brasil 538 - Caçadores da verdade perdida. ...

Ver mais

537 – VAMO, VAMO CHAPE
537 – VAMO, VAMO CHAPE
Podcast Café Brasil 537 - Vamo,vamo, Chape. Este é um ...

Ver mais

536 – A política da pós-verdade
536 – A política da pós-verdade
Podcast Café Brasil 536 - A política da pós-verdade. ...

Ver mais

535 – Hallelujah
535 – Hallelujah
Podcast Café Brasil 535 - Hallelujah. Poucos dias atrás ...

Ver mais

LíderCast 050 – Bia Pacheco
LíderCast 050 – Bia Pacheco
LiderCast 050 - Hoje vamos conversar com Bia Pacheco, ...

Ver mais

LíderCast 051 – Edu Lyra
LíderCast 051 – Edu Lyra
LiderCast 051 - Hoje conversaremos com Edu Lyra, um ...

Ver mais

LíderCast 049 – Luciano Dias Pires
LíderCast 049 – Luciano Dias Pires
Lídercast 049 - Neste programa Luciano Pires conversa ...

Ver mais

LíderCast 048 – Jonas e Alexandre
LíderCast 048 – Jonas e Alexandre
LiderCast 048 - Hoje recebemos o Jonas e o Alexandre, ...

Ver mais

045 – Recuperando do trauma
045 – Recuperando do trauma
Quando terminar o trauma, quando o Brasil sair deste ...

Ver mais

Vem Pra Rua!
Vem Pra Rua!
Um recado para os reacionários que NÃO vão às ruas dia ...

Ver mais

44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
Apresentação de Luciano Pires no Epicentro em Campos de ...

Ver mais

43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
Gloria Alvarez, do Movimento Cívico Nacional da ...

Ver mais

A carta que mudou a minha vida
Mauro Segura
Transformação
Mauro Segura conta em vídeo uma história pessoal, que teve origem numa carta recebida há 30 anos.

Ver mais

Tempo de escolher
Tom Coelho
Sete Vidas
“Um homem não é grande pelo que faz, mas pelo que renuncia.” (Albert Schweitzer)   Muitos amigos leitores têm solicitado minha opinião acerca de qual rumo dar às suas carreiras. Alguns ...

Ver mais

O caso é o caso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Sobre a morte do assassino nojento, tudo já já foi dito; Fidel Castro foi tarde e deve estar devidamente instalado no caldeirão-suíte número 13, com aquecedor forte, decoração vermelha e vista ...

Ver mais

SmartCamp: as startups transformam o mundo
Mauro Segura
Transformação
Vivemos o boom das startups no Brasil e no mundo. O que está por trás disso? Mauro Segura esteve no SmartCamp, que é uma competição global de startups, e fez um vídeo contando a sua experiência.

Ver mais

Roberto Carlos

Roberto Carlos

Luciano Pires -

 

Foi um dos primeiros ídolos jovens da cultura brasileira, liderando o primeiro grande movimento de rock feito no Brasil. Além dos discos, estrelou um programa na TV Record, chamado Jovem Guarda (que batizou esse movimento de rock), e filmes inspirados na fórmula lançada pelos Beatles – como “Roberto Carlos em Ritmo de Aventura”, “Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa” e “Roberto Carlos a 300km por Hora”.

Atualmente continua se apresentando com freqüência e produz anualmente um especial que vai ao ar na semana do Natal pela Rede Globo.

Entre 1961 e 1998, Roberto lançou um disco inédito por ano. Seus discos já venderam mais de 120 milhões de cópias e bateram recordes de vendagem – em 1994 chegou a marca de 70 milhões de discos vendidos -, incluindo gravações em espanhol e inglês, em diversos países. Fez milhares de shows em centenas de cidades, no Brasil e no exterior. Seu fã-clube é um dos maiores do mundo.
Dezenas de artistas já fizeram regravações de suas músicas. Sua popularidade o tornou conhecido no Brasil e na América Latina como O Rei. Em 2010, durante premiação no Radio City Music Hall, em Nova Iorque, o então presidente da Sony Music, Richard Sanders, intitulou-o Rei da Música Latina.

Tendo iniciado a carreira sob influência do rock’n’roll que vinha dos Estados Unidos da América, despontou no início da década de 1960 com composições próprias, geralmente feitas em parceria com o amigo Erasmo Carlos, e versões de sucessos do então recente gênero musical – entre os quais, “Splish Splash”, “O Calhambeque”, “Parei na contramão” e “É Proibido Fumar” -, fundando as bases para o primeiro movimento de rock feito no Brasil. Com o sucesso, estrelou ao lado de Erasmo e Wanderléa um programa na TV Record chamado Jovem Guarda, que daria nome ao movimento musical. Desta fase, destacaram-se inúmeros sucessos como “Não quero ver você triste”, “Lobo Mau”, “A garota do baile”, “Não é papo pra mim”, “Parei, olhei”, “História de um homem mau”, “Quero que vá tudo pro inferno”, “Esqueça”, É papo firme”, “Mexericos da Candinha”, “Eu te darei o céu”, “Nossa canção”, “Namoradinha de um amigo meu”, “Eu sou terrível”, “Quando”, “Maria, Carnaval e Cinzas”, “Só Vou Gostar de Quem Gosta de Mim”, “Como é grande o meu amor por você”, “Se você pensa”, “As canções que você fez pra mim”, “Ciúme de você”, “Eu te amo, te amo, te amo”, “As curvas da estrada de Santos”, “As flores do jardim da nossa casa”, “Sua estupidez”.

Na virada para década de 1970, reformulou seu repertório rock’n roll e se tornou um cantor e compositor basicamente romântico, que não modificou desde então. Logo também mudava seu público-alvo, que deixou de ser o jovem e passou a ser o adulto. Nessa linha, emplacou mais grandes sucessos como “Detalhes”, “Amada Amante”, “Como dois e dois”, “Debaixo dos caracóis dos seus cabelos”, “Quando as crianças saírem de férias”, “Como vai você”, “Proposta”, “A Cigana”, “O portão”, “Eu quero apenas”, “Além do horizonte”, “Olha”, “Os seus botões”, “Ilegal, imoral ou engorda”, “Amigo”, “Falando sério”, “Cavalgada”, “Outra vez”, “Força estranha”, “Café da manhã”, “Na paz do seu sorriso”, “Amante à moda antiga”, “Emoções”, “Cama e mesa”, “Fera ferida”, “O côncavo e o convexo”, “Caminhoneiro”, “Verde e Amarelo”, “Pergunte pro seu coração”, “Dito e feito”, “Tanta solidão”, entre outras. Também a partir dessa fase despontaram composições de cunho religioso em sua obra, algumas também com bastante sucesso, como “Jesus Cristo”, “Todos Estão Surdos”, “A montanha”, “O homem”, “Fé”, “Estou aqui”, “Guerra dos Meninos”, “Ele esta pra chegar” e “Nossa Senhora”, entre outras.

http://www.robertocarlos.com.br

http://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Carlo


Roberto Carlos

[youtube]mLdxu0PeAGY[/youtube]
[youtube]Q4nC95SteAU[/youtube]
[youtube]WEaJYV1hKdg[/youtube]
[youtube]wljVPq_pOjE[/youtube]