Portal Café Brasil
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

LíderCast 057 – Alexandre Borges
LíderCast 057 – Alexandre Borges
Hoje recebemos Alexandre Borges, publicitário, escritor ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Não contrate um comunista
Raiam Santos
Só com esse título, já deve ter gente se coçando para buscar meu CPF e tentar me processar por incitação ao ódio e preconceito. Calma, meus amigos! Sou o tipo do cara que odeia discutir política, ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

E agora, Tony?
Mauro Segura
Transformação
Representando a JBS nos últimos quatro anos, agora é hora de Tony Ramos assumir publicamente a sua posição de defensor da marca.

Ver mais

Roberto Carlos

Roberto Carlos

Luciano Pires -

 

Foi um dos primeiros ídolos jovens da cultura brasileira, liderando o primeiro grande movimento de rock feito no Brasil. Além dos discos, estrelou um programa na TV Record, chamado Jovem Guarda (que batizou esse movimento de rock), e filmes inspirados na fórmula lançada pelos Beatles – como “Roberto Carlos em Ritmo de Aventura”, “Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa” e “Roberto Carlos a 300km por Hora”.

Atualmente continua se apresentando com freqüência e produz anualmente um especial que vai ao ar na semana do Natal pela Rede Globo.

Entre 1961 e 1998, Roberto lançou um disco inédito por ano. Seus discos já venderam mais de 120 milhões de cópias e bateram recordes de vendagem – em 1994 chegou a marca de 70 milhões de discos vendidos -, incluindo gravações em espanhol e inglês, em diversos países. Fez milhares de shows em centenas de cidades, no Brasil e no exterior. Seu fã-clube é um dos maiores do mundo.
Dezenas de artistas já fizeram regravações de suas músicas. Sua popularidade o tornou conhecido no Brasil e na América Latina como O Rei. Em 2010, durante premiação no Radio City Music Hall, em Nova Iorque, o então presidente da Sony Music, Richard Sanders, intitulou-o Rei da Música Latina.

Tendo iniciado a carreira sob influência do rock’n’roll que vinha dos Estados Unidos da América, despontou no início da década de 1960 com composições próprias, geralmente feitas em parceria com o amigo Erasmo Carlos, e versões de sucessos do então recente gênero musical – entre os quais, “Splish Splash”, “O Calhambeque”, “Parei na contramão” e “É Proibido Fumar” -, fundando as bases para o primeiro movimento de rock feito no Brasil. Com o sucesso, estrelou ao lado de Erasmo e Wanderléa um programa na TV Record chamado Jovem Guarda, que daria nome ao movimento musical. Desta fase, destacaram-se inúmeros sucessos como “Não quero ver você triste”, “Lobo Mau”, “A garota do baile”, “Não é papo pra mim”, “Parei, olhei”, “História de um homem mau”, “Quero que vá tudo pro inferno”, “Esqueça”, É papo firme”, “Mexericos da Candinha”, “Eu te darei o céu”, “Nossa canção”, “Namoradinha de um amigo meu”, “Eu sou terrível”, “Quando”, “Maria, Carnaval e Cinzas”, “Só Vou Gostar de Quem Gosta de Mim”, “Como é grande o meu amor por você”, “Se você pensa”, “As canções que você fez pra mim”, “Ciúme de você”, “Eu te amo, te amo, te amo”, “As curvas da estrada de Santos”, “As flores do jardim da nossa casa”, “Sua estupidez”.

Na virada para década de 1970, reformulou seu repertório rock’n roll e se tornou um cantor e compositor basicamente romântico, que não modificou desde então. Logo também mudava seu público-alvo, que deixou de ser o jovem e passou a ser o adulto. Nessa linha, emplacou mais grandes sucessos como “Detalhes”, “Amada Amante”, “Como dois e dois”, “Debaixo dos caracóis dos seus cabelos”, “Quando as crianças saírem de férias”, “Como vai você”, “Proposta”, “A Cigana”, “O portão”, “Eu quero apenas”, “Além do horizonte”, “Olha”, “Os seus botões”, “Ilegal, imoral ou engorda”, “Amigo”, “Falando sério”, “Cavalgada”, “Outra vez”, “Força estranha”, “Café da manhã”, “Na paz do seu sorriso”, “Amante à moda antiga”, “Emoções”, “Cama e mesa”, “Fera ferida”, “O côncavo e o convexo”, “Caminhoneiro”, “Verde e Amarelo”, “Pergunte pro seu coração”, “Dito e feito”, “Tanta solidão”, entre outras. Também a partir dessa fase despontaram composições de cunho religioso em sua obra, algumas também com bastante sucesso, como “Jesus Cristo”, “Todos Estão Surdos”, “A montanha”, “O homem”, “Fé”, “Estou aqui”, “Guerra dos Meninos”, “Ele esta pra chegar” e “Nossa Senhora”, entre outras.

http://www.robertocarlos.com.br

http://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Carlo


Roberto Carlos

[youtube]mLdxu0PeAGY[/youtube]
[youtube]Q4nC95SteAU[/youtube]
[youtube]WEaJYV1hKdg[/youtube]
[youtube]wljVPq_pOjE[/youtube]