Portal Café Brasil
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

635 – De onde surgiu Bolsonaro?
635 – De onde surgiu Bolsonaro?
O pau tá quebrando, a eleição ainda indefinida e nunca ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

LíderCast 128 – Leide Jacob
LíderCast 128 – Leide Jacob
Empreendedora cultural e agora cineasta, que ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Os 7 erros da Folha de São Paulo sobre o “escândalo do Fake News”.
Carlos Nepomuceno
Veja o vídeo aqui.

Ver mais

Marxistas brasileiros vivem espécie de alucinação coletiva recorrente
Carlos Nepomuceno
O jornal Folha de São Paulo publica um artigo feita por uma petista confessa: Ver aqui: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno/posts/10156853246303631 …sem nenhum fato, baseado em ...

Ver mais

Sempre, sempre Godwin
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O advogado Mike Godwin criou em 1990 a seguinte “lei” das analogias nazistas: “À medida que uma discussão online se alonga, a probabilidade de surgir uma comparação envolvendo Adolf Hitler ou os ...

Ver mais

É mais fácil seguir o grupo
Jota Fagner
Origens do Brasil
Existe uma crença muito difundida de que a história humana avança em etapas gradativas e que culminará numa revolução transformadora. O tipo de revolução muda conforme o viés ideológico. A ...

Ver mais

Cafezinho 117 – Caem as máscaras
Cafezinho 117 – Caem as máscaras
Quando passar a alucinação coletiva saberemos com quem ...

Ver mais

Cafezinho 116 – Os demônios brochadores
Cafezinho 116 – Os demônios brochadores
O que vem por aí? Uma mudança ou nova brochada?

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Rhaissa Bittar

Rhaissa Bittar

Luciano Pires -

Rhaissa Bittar (por ela mesma)

Comecei batendo a boca no chão toda vez que pulava do berço. Depois de aprimorar os graves e agudos com o meu microfone de plástico, cresci e tomei aulas de violão e canto. Também tive minha fase teatral, aos 16 anos, quando participei de montagens musicais e ganhei dois prêmios de melhor atriz do Estado de São Paulo em festivais estudantis.

Aos 17, me juntei a outros músicos e saímos porão afora tocando samba e choro com o grupo “Coisa linda de Deus”, mas a turnê acabou com um baita calote do dono do bar. Quando atingi a maioridade penal, tomei um avião para a China e fui chorar minha mágoa do samba lá em Taiwan, onde fiquei durante um ano estudando música erudita e popular taiwanesa.

De volta ao Brasil, aos 20, misturei referências chinesas às raízes tupiniquins para gravar meu primeiro disco, Voilà, com arranjos e produção da sagaz Panela Produtora.

O álbum reúne belas crônicas do cotidiano e para passear por diversas referências da música brasileira contou com a participação do gogó e pena de Maurício Pereira, do clarinete do músico Proveta, dos violinos de Ricardo Herz, do acordeon de Lula Alencar, dos graves do baixista Lucas Espósito, do piano de Daniel Szafran, dos sopros da Banda Paralela, dos ouvidos de Janjão Vasconcelos e de mais um pessoal da pesada.

http://www.myspace.com/rhaissabittar


Rhaissa Bittar fotografada por Gui Castoldi

[youtube]k0m8gm3KmjI[youtube]                                                                                                                                                                                                                                                 [youtube]vNu_o3tK3Ss[/youtube]
[youtube]ZPEK_9AKoxk[/youtube]
[youtube]dnoqmB99uD8[/youtube]
[youtube]oSSKD-mrFck[/youtube]                                                                                                                                                                                                                                                             [youtube]oSSKD-mrFck[/youtube]