Portal Café Brasil
Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica “Nossos filhos terão mais de quase tudo, com uma gritante exceção: eles não terão mais tempo. À medida que a renda e os salários ...

Ver mais

Ah, se os políticos usassem sua criatividade para o bem
Henrique Szklo
Tem gente que acha que os políticos não são corruptos. Nós é que somos certinhos demais. Já o meu amigo Rodriguez diz que o pior tipo de político é o honesto, porque, além de trouxa, é traidor da ...

Ver mais

Somos quem podemos ser
Jota Fagner
Origens do Brasil
Já faz um tempo que venho desiludido quanto aos resultados da educação. Ainda acredito que ela seja essencial, mas já consigo enxergar que não basta. Uma pessoa bem instruída não é garantia de ...

Ver mais

História da riqueza no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
História da riqueza no Brasil  Cinco séculos de pessoas, costumes e governos “A proposta de uma revolução copernicana na análise e interpretação da história do Brasil – esta é a marca ...

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Conte até dez antes de compartilhar uma merdade

Ver mais

Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Meu voto é estratégico, para aquilo que o momento exige.

Ver mais

Rémy de Gourmont

Rémy de Gourmont

Luciano Pires -

Poeta, romancista, dramaturgo e ensaísta francês nascido em Bazoches-en-Houlmes, Orne, Normandie, um dos principais expoentes do simbolismo, defensor da tese de que a crítica deve basear-se somente em princípios estéticos, desprezando os valores éticos. Sua mãe, Marie de Montfort, era descendente do poeta François de Malherbe (1555-1628).

Após ser educado no lycée de Countances (1868-1876), estudou direito em Caen e foi para Paris (1883) para trabalhar na Biblioteca Nacional de Paris e onde foi um dos fundadores, juntamente com Alfred Vallette, Jules Renard e Louis Dumur, da importante publicação Le Mercure de France (1890). Acusado de comportamento antipatriótico, foi demitido (1891) após publicar o artigo Le joujou patriotisme, no Mercure de France, revista onde defendeu a corrente simbolista. Como crítico promoveu a divulgação do simbolismo francês e influenciou poetas como T. S. Eliot e Ezra Pound e teve o mérito de salientar a importância de autores como Villiers de l’Isle Adam, Huysmans, Mallarmé e Nietzsche, quando suas obras eram ainda pouco conhecidas.

Como ensaísta produziu uma obra de interesses filológicos, estéticos, filosóficos e literários, como em Épilogues, réflexions sur la vie (1895-1913), Les Chevaux de Diomède (1897), L’Esthétique de la langue française (1899), , Le Songe d’une femme (1899), Promenades littéraires (1904-1927), Promenades philosophiques (1905-1909) e La Culture des idées (1900) e Un cœur virginal (1907).

Foi também autor de peças, poemas simbolistas e romances, como Sixtine (1890), L’Pèlerin du silence (1896), D’un pays lointain (1898), Oraisons mauvaises, (1900), Simone (1901) e Physique de l’amour (1903). Também publicou Le Latin mystique (1892), uma história da poesia religiosa medieval em latim, e morreu em Paris.

Algumas frases

O que é imoral é a estupidez.

A gratidão, como o leite, azeda, caso o vaso que a contém não esteja escrupulosamente limpo.

As ideias simples só estão ao alcance de espíritos complexos.

O macho é um acidente; a fêmea seria suficiente.

A felicidade não existe, há apenas pessoas felizes.

É necessário matar muitos amores para que se chegue ao amor.

Saber o que todos sabem é não saber nada.

Nada iguala a satisfação de termos cumprido o nosso dever como uma boa noite de sono, uma excelente refeição e um belo momento de amor.